Pesquisa neste blog =D

15.4.09

O Carro do Meio

Eu sempre quis ser popular na escola. Queria ser o colega mais bagunceiro e ficar com as colegas mais bunitas. Tá certo, esse não é um testemunho cristão... mas nem deveria ser nesse tempo, que eu nem levava esses valores a sério.
Até fiz determinadas coisas que me fizeram ser mais 'legal', e andei, em determinadas situações, com colegas mais populares. Mas meu lugar sempre foi mais isolado. Não que eu vivesse extremamente isolado, mas eu sempre fui uma pessoa de poucas - e boas - convivencias. Convivencias que me construiram alguma coisa (ao contrario dessas pessoas que consideram 'amigos' essas pessoas que elas dizem "oi, como ta? e as novis?" no msn).

Tudo bem, tudo bem... apesar de nao ter muitos amigos eu era mais inteligente que meus colegas - e até certo ponto tirei sarro da estupidez gritante deles. Mas eu nunca fui o mais inteligente. Ninguém nunca quis fazer trabalho comigo pra tirar vantagem da minha superinteligencia ou colaram de mim na prova (colar ate colaram, mas porque eu sabia a matéria, e nao porque eu era intelectualmente ninja).

Tirando algumas excessoes (como na oitava serie e no segundo ano quando eu fui legal; e na sexta serie quando fui super intelectual - também, era turma de repetentes) eu nunca cheguei aos extremos. Nunca fui o melhor de todos em alguma coisa. Na escola nunca fui o mais legal nem o mais CDF... mas nunca me esforcei pra ser e no fim das contas sempre fui tudo o que eu sou mais por 'talento' do que por treinamento. Sempre me consolei com a frase "ah, se eu me puxasse eu também conseguia" e, de fato, sempre acreditei nisso.

Nesse sentido, percebo uma coisa divertida em mim. E aqui entra o título do post, que nao poderia ser mais adequado.

Sabe nos jogos de corrida que existiam pra Super Nintendo/Mega Drive/Nintendinho que tu ainda escolhia os carros pelos personagens e cada um tinha suas 'caracteristicas especiais'? Bom, eu sou aquele personagem que tem as caracteristicas especiais 'niveladas', medianas.
Não sou o Olaf, do Rock n Roll Racing, mas também não sou o Snake Sunders (ou Summers, me falha a memória agora). Sou algo como o Ivan Zhypher (eu curtia muito ele xD).
Pra tornar a conparação mais clara, vamos pegar o Accolade, ou o Test Drive (era o mesmo jogo), pra Super Nintendo. Haviam 3 carros (que nao lembro mais os nomes porque nao curtia o jogo). Existia um que era super rapido, mas com pouco Handling; um bem devagar mas super bem controlavel e um que nao era nem muito rapido nem muito devagar, mas tu controlava ele razoavelmente. Eu, em tudo que faço e na maioria dos grupos de amigos que tenho, sou esse do meio.

Eu sou calmo, mas as vzs me estresso; sou simpatico, mas meio timido; sou folgado, mas sei respeitar os outros; sou criativo, mas nao muito brilhante; etc. (me corrijam se eu estiver errado, mas é assim que eu me vejo :P)

Enfim, voltando pra escola: eu nunca fui legal, mas nunca fui o esquisito-ranhento, e nunca tiraram sarro de mim por ser mais quieto ou nao ter amigos legais. Todos me respeitavam e ninguem nunca me bateu por nao dar o lanche no intervalo (ueahuhaeuhae ta, isso soh acontece eh filme). Da mesma forma, sempre tive boas notas, uma boa 'reputacao' com os professores, e os amigos que eu tinha sempre foram o meio termo entre os 'legais' e os CDFs (conseguia me integrar nos 2 grupos).

Dou graças a Deus por ter me feito assim. Na medida, no meio termo, bem 'equilibrado'.

Não sei por que escrevi este post, estava inspirado e pensando nisso... mas se alguem se identificar, fico feliz em ser referenciado (de 'referencia'.. antes que alguem ache que eu troquei o V pelo F sem querer xD)

Deus abencoe
Peace on you

Um comentário:

  1. Não sabiia da existência desse blog... mtu legal... o jean se "autobiografando"... hehehe O carro do meio...

    Keila

    ResponderExcluir

Dá um apoio moral pro blogueiro aqui.
Comenta aí ó: