Pesquisa neste blog =D

14.5.09

No Onibus

Duas vezes por semana pego o ônibus e vou pra Porto Alegre, pra UFRGS, estudar. Vou só pra não perder o ritmo, já que não estou no curso que gostaria e, como transferência e vestibular é só no fim do ano, tem muito ainda pra esperar. Não posso reclamar do que aprendo: estou fazendo uma cadeira de economia e outra de direito e as duas me parecem bem úteis caso eu faça algum concurso público.

Bom, como não se tem muito o que fazer dentro do ônibus (além de ler - coisa que eu com certeza não vou fazer), ligo meu mp4 e fico ouvindo música e olhando a paisagem (que, aliás, é beeeem verde). As vezes escuto uns heavy metals, mas de vez em quando paro pra ouvir o coral do IACS, da UNASP ou do IAP (pra quem não souber, mas conhecer o nosso coral da mocidade: grande parte das músicas do coral sao de um desses corais). Música de adventista, eu sei, mas em essencia, o louvor é maravilhoso.

Como é maravilhoso o cenário. Como é escancarado que Deus quem fez aquilo ali. É como a Bíblia diz: "Porque as suas coisas invisíveis, desde a criação do mundo, tanto o seu eterno poder como a sua divindade, se entendem e claramente se vêem pelas coisas que estão criadas (Rm 1.20a)". É impressionante que ninguém se impressione com o ambiente... É lindo (e eu não estou brincando). Depois de certo tempo (dias) admirando assim, ouvi a pregação de John Piper (ja falei dessa pregação) e percebi que não sou o unico que surta com o "natural". Enfim... hoje eu estava indo e pensando sobre cada coisa que me faz ficar maravilhado:

O céu estava nublado, mas o Sol estava se pondo e iluminava brevemente as nuvens. Ficava aquele céu colorido. Como a partir de El Dorado (subindo a faixa) temos planície, dá pra ver nuvens a kilometros de distância. Entender os fenômenos físicos também me enlouquece: como pode a água se acumular no céu em estado gasoso formando aquelas nuvens? Como pode refração da luz tornar o céu azulado? Como pode meu olho captar determinados cumprimentos de onda luminosa me fazendo compreender "azul", "vermelho" ou "cinza"?

Como pode haver tanta água acumulada no chão formando todo o Delta e depois o Guaíba. Eu fico imaginando aquele monte de água, se fosse asfalto, quanto demoraria pra correr toda aquela distância :P

O verde também é terrivelmente maravilhoso (como diz o Salmo 139 - Salmo mais ou menos como esse post, de alguém que parou pra refletir sobre a loucura que é esse mundo e constatou que só pode haver um Deus mesmo pra ter feito tudo isso). Quantos anos tem algumas daquelas árvores? Quantas cicatrizes? Quantos cortes, ventos, chuvas suportaram?

Choro quando, no meu fone de ouvido, prestando atenção em tudo isso, toca uma música que pra mim é uma das mais belas composições da Harpa Cristã: "O Exilado". A letra que o IACS canta é um pouco diferente da da HC, mas a ideia é a mesma. Diz a letra:

Da linda pátria estou bem longe;
Cansado estou;
Eu tenho de Jesus saudade,
Oh, quando é que eu vou?
Passarinhos, belas flores,
Querem m'encantar;
São vãos celestes esplendores,
Mas contemplo o meu lar.

Jesus me deu a Sua promessa;
Me vem buscar;
Meu coração está com pressa,
Eu quero já voar.
Meus pecados foram muitos,
Mui culpado sou;
Porém, Seu sangue põe-me limpo;
Eu para pátria vou.

Qual filho de seu lar saudoso,
Eu quero ir;
Qual passarinho para o ninho,
P'ra os braços Seus fugir;
É fiel - Sua vinda é certa,
Quando... Eu não sei.
Mas Ele me manda estar alerta;
Do exílio voltarei.

Sua vinda aguardo eu cantando;
Meu lar no céu;
Seus passos hei de ouvir soando
Além do escuro véu.
Passarinhos, belas flores,
Querem m'encantar;
São vãos terrestres esplendores,
Mas contemplo o meu lar.
É uma pena que a viajem dure apenas 30 minutos e logo venha a ponte, e os prédios, e a fumaça, e etc. Se os "vãos terrestres esplendores" já são tão maravilhosos, não posso deixar de olhar pro céu e pedir como no penúltimo versículo da Bíblia "Ora, vem, Senhor Jesus!".

Deus abençoe =D

2 comentários:

  1. Jean,
    muito bom o texto, saiu da essencia da tua alma...
    e a musica que citou é a minha preferida, desde de sempre...
    um gde bj.

    ResponderExcluir
  2. "Porque as suas coisas invisíveis, desde a criação do mundo, tanto o seu eterno poder como a sua divindade, se entendem e claramente se vêem pelas coisas que estão criadas (Rm 1.20a)"

    Esse texto eh maravilhoso! Não tem como não ver Deus nisso tudo. Eh tão perfeito, tão sublime que não dá pra negar que existe um criador! "Oh como são perfeitas as obras de suas mãos!"

    Ter a alma sensível e os seus olhos abertos para perceber e ver aquilo que os sentidos do corpo não percebe é está num estado no qual poucos são bem-aventurados de está, não é comum.

    Fico feliz, que apesar de a maioria das pessoas serem insensíveis a ponto de não enxergar o que está na cara, tu demonstra ter tal sensibilidade e mais descrevê-la, além de chorar. Tem que ter Deus dentro de si pra isso.

    ResponderExcluir

Dá um apoio moral pro blogueiro aqui.
Comenta aí ó: