Pesquisa neste blog =D

26.3.10

Perspectivas 3

[para contextualizar, leia:
Perspectivas
Perspecticas 2
]
As idéias sobre as aulas de música andam um tanto paradas. Na real eu tenho uma visão de o que fazer: descobrir o que é necessário para criar uma fundação e trabalhar na idéia de construção de um novo prédio.

Eu ja conversei com alguns amigos que acharam meio ruim eu estar visando um objetivo que conta com a boa vontade dos outros em relação a ação e dinheiro, mas eu não me intimido. Estou louco pra esse domingo porque as lideranças vão ser definidas na assembléia da Ceia.
Como eu falei em fundação vou explicar: o Alex deu a idéia de criarmos uma, porque com isso conseguiriamos captar recursos pra aplicar na obra social. Fiquei empolgado e até comecei a me informar, mas estou questionando a idéia de fazer uma fundação agora. Seria burocracia a mais pra fazer uma coisa de pessoas. Não estou contando com o governo federal ou o escambal, estou contando que o pessoal da igreja (e outros que quiserem) se engangem numa causa nobre: ajudar o próximo. Por isso estou meio deixando de lado essa coisa. Acho que agente pode fazer isso depois que tudo ja estiver instituido.

Bom, e, trabalhando la no ICTA, eis que surgiu um assunto que me interessou muito: reciclagem de papel.
Os cadernos da banda, coral e etc; os livros didáticos das aulas de música; e qualquer outro papel impresso poderiam ser impressos em papel reciclado neh? Pesquisei na internet e é muito facil reciclar papel, mas é necessário se empenhar nisso. Talvez com isso economizariamos um tanto que dava pra investir em alguma coisa mais necessária.

Aqui um método de reciclagem:E um vídeo ensinando:



... Eu sei que estou viajando um pouco, mas como sonhar é de graça, ficam as idéias registradas aqui. Uma hora alguma coisa sai xD

Paztejamos

25.3.10

Milagres


EHUAEHAEUHHUAUEH
achei no Pavablog.

paztejamos =D

Malafaia X representante GLBT no Ratinho

Esse Silas Malafaia é uma figura.
Quando quer ele fala muita coisa que preste.
Uma pena ele ser voltado pra esses ministérios de dinheiro, porque as argumentações e a oratória dele são fantasticas.

Primeiro ele esteve no Ratinho debatendo contra a ex-deputada que criou a PL 122/2006. E, como os homossexuais acharam a 'performance' da ex-deputada muito ruim, quiseram outro debate, dessa vez com um (ou uma... nao sei) transexual.

O primeiro encontro:
parte 1


parte 2


parte 3


E o segundo encontro:
parte 1


parte 2


parte 3


Participação especial do Benhur nesse post xD
Paztejamos

22.3.10

Defenestrada

Está sendo julgado o casal Nardoni pela morte da tal Isabela. Nem parece que essa história faz dois anos. A TV vive disso: casos que supostamente 'chocam' o país por causa do drama que os reporteres fazem. Até parece que nao mataram 3 neguinho hoje mesmo la na favela do Rio ou em qualquer grande aglomerado urbano onde o trafico de drogas rola solto. O objetivo é fazer drama mesmo, alguém tem que ser a estrela da 'novela da vida real' global, recordal, sbtal ou 'qualquer outra emissora'-al.

O que me chama a atenção é que ninguém usa esse verbo. Defenestrar. Parece que traz um tom comico pro acontecido. Existir um verbo que significa ato ou efeito de atirar da janela ja carrega em si mesmo um tom comico. Está fora do objetivo da TV trazer tom comico pra esse tipo de evento. Isso é coisa de 'abalar a opinião publica', até porque 'o Brasil parou ao saber a história dessa guria'.

A Globo fez uma reportagem falando sobre os jurados. Que os jurados são representantes do povo, que é como se o próprio povo estivesse julgando os supostos assassinos da Isabela. Até parece. O povo ta contaminado. Até parece que ninguém sabe o resultado do julgamento. Fazem o julgamento demorar por praxe. Todo mundo sabe o final, que essa gente vai ser presa; que essa gente vai pra cadeia apodrecer la - isso se os presos não resolverem fazer o que alguém chama "justiça" do jeito deles.

A unica coisa que eu fico pensando, cá com meus botões, é que é muitissimo esquisito um casal aparentemente normal, sem relatos de eventuais situações bizarras de desentendimento, matar a filha defenestrada. Não faz sentido. Sinceramente, todo mundo julga e eu to julgando também, não acho que esses caras sejam culpados.

Mas é necessario pra dar ibope. Pra continuar a novela. Amanha morre mais uma guriazinha loira de 'maneira cruel' e da a sorte de aparecer na TV. Uma pena a tv só fazer notícia da crianca depois de morta: agora ela nem pode disfrutar da fama.

Paztejamos

[Jean, tirando a noite pra fazer observações sobre a aparente falta de noticias dos nossos documentários de horário nobre.]

21.3.10

Rá! tecnologia!

FINALMENTE!
Eu estive sem internet aqui no apartamento. Depois, quando veio a internet, eu nao tinha computador.

AGORA finalmente tenho os dois...
Finalmente vou poder postar no blog de volta com a frequencia anterior.

Vamos a mais um ano de escrever bobageiras sem ninguém pra ler xD

Paztejamos =D

A Igreja como movimento social

Eu sempre tive em mente a idéia de que a Igreja tem que se comportar como um grupo influenciador da sociedade e pressionadora da democracia a favor dos direitos da comunidade em que se encontra. Em síntese: se comportar como movimento social.

[se comportar como movimento social é uma expressão carregada de preconceito. Ouvir essa expressão sem pensar muito implica criar uma imagem de um grupo sindical que faz passeata com bandeiras e bate panelas em frente a prédios publicos gritando rimas infames toscas contra o governante atual.]

Para mim a idéia de ser sal da terra e luz do mundo sempre esteve voltada a obra social. bem do tipo "tive fome e me destes de comer; tive sede e me destes de beber; era estrangeiro e me hospedastes; estava nu e me vestiu; estive na prisão e foestes me ver".

O problema é que esse nunca foi o trabalho que encherguei na igreja. E não digo só da nossa igreja, digo na grande maioria. Sempre associei obra de caridade com lar espírita, apesar de ter em mente fazer isso há um bom tempo.

Sempre vi no nosso meio um lugar mais festivo, com cara de alegria, pra conhecer gente e esquecer aquilo que ironicamente agente chama de problemas. Além de aprender várias coisas, como oratória, música, sonoplastia, etc. Sem contar a quantidade de métodos, ritos, sistemas e por ae vai.

Conforme o tempo foi passando resolvi criticar. No comeco era tudo sem fundamento, mas aos poucos fui achando as passagens bíblicas necessárias xD O grande problema eh que não ter não é motivo pra criticar, é motivo pra construir.

Nos ultimos tempos tenho me dedicado a reclamar menos e tentar fazer mais. É certo que as vzs eu relaxo, eu deixo de lado a obra pra ficar na minha, ou em casa, ou alguma coisa que eu tenho que fazer e que escolhi o horario do culto pra fazer. Mas não é sempre, e sinceramente, na minha opiniao esse ponto é até bem raro.

No final do Capítulo 9 de Mateus Jesus da um suspiro tipicamente humano. Ele ta ensinando, e pregando e curando infinitamente. ae Ele para, olha pra todo mundo e parece pensar "baah, não termina nunca! É muita gente!". Ae Ele faz um comentário pros discipulos (um grupo generico, qlqr pessoa que estivesse com ele no momento) bem metaforico, tipico de Jesus, e diz "A Seara é muito grande e poucos são os ceifeiros. Rogai ao Senhor da seara que mande mais ceifeiros".

O comentário é facilmente interpretavel: significa "tem muita gente pra atender e poca gente pra fazer. Orem pra Deus mandar reforços".

O que se percebe bem é que Jesus não pediu por espectadores, pediu por ceifeiros. Jesus não pediu pra ninguém ir assistir a obra dEle, pediu pro pessoal participar. E o interessante é que o pedido de Jesus é rapidamente atendido: no inicio do capítulo 10 aparece a lista dos 12 discipulos e um breve resumo das atividades que eles teriam que desempenhar no futuro.

Esse resumo em boa parte serve pra nós e é o que Jesus quer que façamos hoje ainda. Nele Jesus diz o que quer que agente faça e como quer que agente faça, além de dar uma baita injeção de fé no cara, do tipo "quem achar a sua vida perdê-la-á; e quem perder a vida por amoroa de mim acha-la-á".

Portanto o convite está feito: siga as instruções e "join Jesus army - God wants you". Aliste-se no exercito de Deus. Se tu sabe tricotar, se dispõe a ensinar pessoas de baixa renda a tricotar pra 'complementar' a renda familiar; se tu sabe fazer artesanato, organiza uma escolinha pra ensinar quem se interesse; Se tu acha que a igreja deve fazer visitas a hospitais, não murmura: organiza um grupinho que faz visitas semanais a velinhos e criancas doentes.

Muita coisa pode ser feita e está só esperando alguém se predispor a fazer. Antes de reclamar, vamos se mobilizar.

Jesus não precisa de espectadores. Ele reprendeu os que precisam: disse pra ninguém ficar fazendo 'tocar trombeta' sobre si.

Jesus não gosta de espectadores. O Espírito que falou com as igrejas do Apocalipse disse que ou agente é frio ou agente é quente. Os mornos Deus vomita. E não dá pra esquecer Tiago e a canônica frase "a fé sem obras é morta".

A Igreja é cheia de espectadores que sentam a bunda em seus bancos uma vez por semana, aderem a um codigo de conduta do tipo 'faca isso; nao faca aquilo' e vivem assim a vida inteira. Vamos mudar isso! Vamos mobilizar tudo em nome de Jesus e fazer a expressão Sal da Terra fazer sentido! Vamos fazer a maravilhosa obra de Deus sem preconceitos de placas! Vamos ajudar os pobres, diminuir a desigualdade social, lutar pelos direitos de quem não tem direitos, repartir, dividir! Vamos sair um pouco dessa zona de conforto, abrir mão do nosso tempo e dinheiro pelas vidas não salvas, mesmo que elas nunca aceitem o Evangelho!


... Parece um manifesto.

Agora sim parece um movimento social =D

14.3.10

Perspectivas 2

Depois do primeiro post com esse nome e dos seus comentarios, fiquei pensando em o que fazer e como fazer. Não que eu não fique pensando nessas coisas meio que "por hobby", mas são pensamentos que não viram realidade, daqueles do tipo "ah se fosse daquele jeito seria bem melhor".

Comprei 3 pães por 1,05R$ e 3 mortadelas por 40 centavos. Com esses dados dava pra calcular quanto custa o pão com mortadela pra qualquer quantidade. Depois que conversei com o Titio (um de meus tios, mas que na igreja todo mundo chama por Titio), ele me abriu a cabeca que tem que pagar copinhos, suco, guardanapo e margarina. Enfim, daria o dobro do meu calculo. Mas por cima assim, deu pra ter a ideia que um lanche pra 75 pessoas deve dar em torno de 60 reais.

Essa idéia de lanche é parte da minha sugestão de transformação das aulas de música em projeto social. Eu estou "amadurecendo" as idéias, mas o que eu tenho pensado (e inclusive conversei, meio por cima, com o chefe da música na igreja - o Alex) é em fazer uma construção ideal para as aulas de música naquele grande terreno da igreja - eliminando o "simbolismo" religioso, como a Jussara sugeriu. O Alex ainda não sabe o que seria o "ideal", mas comentou que agente pode visitar algum lugar que tenha projetos envolvendo música pra ter uma idéia melhor de como fazer (como Santa Maria ou Santa Cruz do Sul - que segundo ele, tem esse tipo de coisa). Definido o conceito de 'ideal', agente pode planejar o prédio, e o tio Daniel (aqui de casa) pode fazer as plantas, se for o caso. O orçamento pra construção eu ainda tenho que descobrir alguém que faça, e o preço da construção pode entrar na pauta da Assembléia Geral da nossa igreja - agente pode até fazer campanha na internet pra ajudar a contruir xD UHEUHAEUHAEUA.

75 pessoas é um numero arbitrário. Conversei com as tres pessoas que dão aulas de música na nossa igreja (cada uma com uma estrutura própria, diferente), mas como não consegui conversar direito ainda, não sei exatamente quantos alunos se tem. Só sei que na aula de música da Sede (a que o Alex dá) são 45 alunos. Sabendo isso, acho que 75 é um numero razoavel.

Eu sei que ja está "pautada" a construção de um centro de eventos nesse terreno da igreja, o que serviria muito bem como um refeitório pros alunos. Eu sei também [o Alex que comentou] que temos muitos professores que poderiam dar aulas mais aprofundadas [o Alex, o Gabriel e a Carla são formados e licenciados, por exemplo].

E, como a Jussara comentou sobre a pobreza de muita gente, que não tem dinheiro nem pra passagem, eu pensei em duas opções: um onibus ou padrinhos.

Os padrinhos funcionariam da seguinte forma: fariamos um cadastro com todos os carentes, e um outro cadastro com todos os 'padrinhos'. Esses padrinhos seriam voluntários que pagariam todas as despezas dos carentes relativas a passagens de onibus e dariam uma contribuição mensal igual ou menor (tem que estipular ainda) ao valor da mensalidade das aulas de música.

Ou tem a idéia do onibus que é, admito, mais utópica, apesar de ter dado certo na época que a Santa Ceia de todas as congregações era na Sede: Um onibus sustentado pela igreja vai passando em cada igreja, onde seria o 'ponto de encontro' do pessoal daquele bairro pra ir pra aula de música. Tipo, um onibus de linha, só que as paradas são nas igrejas e o custo do onibus é zero. Só que pra que esse onibus funcionasse era necessario que alguém custeasse as despezas dele, o que significa que teriam que existir outros 'padrinhos' para sustentar gasolina, motorista e manutenção do 'bicho'.

Estou listando as idéias e explicando os progressos.
Fiquei feliz que descobri que existe um movimento pró cultura em Guaíba, o que significa que podemos criar elos e receber apoio com essa gente também.

Enfim. Tudo deve amadurecer, e quando acontecer eu venho aqui postar um 'perspectivas 3' da vida xD

Espero que venha gente comentar esse post também =DD

Paztejamos

12.3.10

Aniversario

Eu sei que ja passou a meia noite mas como eu nao dormi, para mim, ainda é dia 12.
E garanto que o google (atravez do blogger) vai concordar comigo :P
(esse negocio é sempre atrasado mesmo xD).

Hoje é um dia muito especial porque faz um ano que eu tive uma ideia besta.
Nela dediquei tempo e esforco e que nunca pensei que tivesse.
Por ela aprendi, pensei, li e escrevi muito mais que achei que pudesse.
E atravez dela pretendo continuar investindo tudo o que tenho e sei.

Esse blog iniciou sem sentido no dia 12 de marco do ano de 2009.
Estou fascinado com a ideia de ter um ano de aniversario, apesar de nao ter publico.
Me sinto um ninja, porque a quantidade de gente que comeca um blog e para em um mes é enoooooooorme.

Hoje esse projeto tem mais noção. Tem mais do que um autor (gracas a Deus) e tem muito mais pra dar certo =D

Esse ano muitas ideias podem ser colocadas em pratica e muito pode ser feito e divulgado por aqui.
Eu sei que eu nao tenho muita plateia, mas pouco importa... o importante é que esta aqui e alguma hora alguem pode ler quando for necessario.

Talvez passe na marginalidade da blogosfera a vida inteira; ou talvez cresca, desenvolva e evolua e fique famoso... não importa.

O importante é que estou pronto pra postar mais um ano aqui... um ano muito mais resolvido que os anteriores, onde eu tenho uma perspectiva de futuro muito mais encaminhada =DD

Paztejamos durante 2010 e até o proximo aniversario
t++

7.3.10

A Graça da Garça

Recebi um vídeo da Juh agora ha pouco que me deu vontade de compartilhar com todo mundo.



muito bom =D

paztejamos =D