Pesquisa neste blog =D

26.5.10

Essa vida de Blogueiro

São 23:18 agora, quando comeco a escrever esse texto. Hoje é noite de quarta feira. Normalmente hoje eu iria na casa do Benhur (como eu e ele combinamos de fazer isso sistematicamente pra estudar, tomar refrigerante, comer coisas gordurosas, ver CSI e etc...), mas hoje fiquei em casa estudando pra prova de quimica que tenho terça feira que vem.

Isso mesmo. Tem prova de quimica e eu estou aqui, de frente pro pc, com a coluna torta, escrevendo um post no blog.

Blogs e blogueiros não são uma relação de simples escritor e "escrevido" (sim, eu prefiro colocar nessa forma o verbo). É mais uma relação de possuidor e possuido, mas aonde os papeis se alternam frequentemente.

Exemplo disso é agora: estou possuido pelo meu blog. Deveria estar fazendo mil coisas que ainda tenho que fazer (estudar quimica, escovar os dentes, dormir, tocar trombone - sim, aqui no apartamento posso fazer qualquer coisa a qualquer horário =D - etc etc etc), mas estou aqui escrevendo. E o pior, escrevendo sobre o ato de escrever.

Blogar é algo que comeca como uma diversão inocente e se desenvolve, tomando cada vez mais tempo e espaço, colocando cada vez mais compromisso e exigindo criatividade cada vez maior do blogueiro.

Não que isso seja ruim: permanece sendo divertido (eu adoro). Mas hoje, por exemplo, além de blogar aqui, nos textos do EP, eu ajudo no blog do Alfa e Omega, além de que já criei e descriei inumeros blogs diferentes com idéias variadas - que não deram certo.

Minha ultima sugestão foi criar um blog pra aula de música da igreja, pra postar, por exemplo, as notas dos alunos, avisos e etc. A idéia não foi descartada, mas ficou pra ser amadurecida, porque tem alguns fatores que se deve levar em conta (já que é uma coisa extremamente institucional).

Voltando ao assunto: uma das coisas legais de blogar por diversão (algo que acho que todos fazem - ninguém, a principio, ganha dinheiro com seu blog - a não ser em casos que o blogueiro é colunista de algum jornal ou coisa parecida) é que agente escreve inspirado. Agora, por exemplo, são 23:28 e eu já escrevi esse eito (isso que eu parei pra revisar o texto pra ver estava tudo ouquei). Escrevi aquilo que estava na minha cabeca e em 10 minutos já tinha paragrafos e mais paragrafos. Legal neh?

Outra coisa legal é que agente se integra a um grupo. Quando eu comecei não tinha idéia do que rolava na internet, sobre quais assuntos escreviam quais blogs e nem conhecia muitos blogs. Hoje, se eu quero rir sobre coisas nerds, eu leio o Não Intendo, o Ryotiras ou o Gato Zumbi; se eu quero ver coisas toscas no orkut, leio o Tolices do Orkut; se eu quero ler sobre assuntos cristãos eu leio O Pastor, o Pulpito Cristão ou o Blog do Ciro; se eu quero rir sobre assuntos cristãos eu leio o Genizah, o Cristão Confuso ou o Pavablog. Enfim... esses são só exemplos do que eu encontro na internet (os que eu mais frequento, mas não extritamente - a quantidade de blogs que eu sigo é bem grande de propósito, porque assim eu posso ler sempre um conteúdo bem democratico =D).

Não digo que essa gente toda me siga (é bem certo que não todos), até porque meu blog é "pequenininho". Mas mesmo assim é legal saber que eu faço parte desse grupo de gente que disponibiliza conteudo assim ou assado na internet.

Enfim... Não tenho muito mais o que dizer. São 23:37 e esses são apenas pontos bons e legais de ser blogueiro. Qualquer hora eu digo alguns ruins.

Paztejamos t+

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Dá um apoio moral pro blogueiro aqui.
Comenta aí ó: