Pesquisa neste blog =D

28.6.10

Música Gospel, a gente vê por aqui

Tem coisas que não dá pra entender. O Movimento Evangélico, depois de sua guerra com a Globo, parece ter encontrado nela um aliado.

Não estou de um lado nem de outro. O Movimento Evangélico definitivamente não responde pela Igreja. A Globo é a emissora mais poderosa e, como tal, se acha no direito mesquinho de controlar a vida do brasileiro.

Mas, pelo menos, o Movimento Evangélico se opondo a Globo - ainda que por outras razões - nos dava um quê de diferença, de visão crítica. Mas, agora foi por água abaixo.

Caiu-me as butiás do bolso quando vi a Som Livre lançando o CD da Aline Barros. E caiu-me mais butiás quando a vi, ao lado da Fernanda Brum, no Domingão do Fastão!

O que aconteceu? A Globo não era a emissora do mal? Não era a "inimiga número um" dos evangélicos?

Quem deve estar dando pulos de raiva é Edir Macedo,que tentava fazer de sua emissora a rival da Globo, e parecia ter para isso o apoio evangélico.

Talvez o Movimento Evangélico, que na verdade é uma concha de retalhos unida fragilmente por lideranças carismáticas e músicos gospel, cansou de sua associação com a IURD. Mas, unir-se a Globo?

Talvez eu esteja exagerando na união com a Globo. Mas, pense comigo: há um tempo atrás, ver um cantor gospel na Globo era utopia. Eu até participava de uma comunidade do Orkut "Jô Soares, entrevista o Adré Valadão", onde um cidadão disse "seria bom mesmo, assim a Globo perceberia que nós existimos".

Parece que agora ela percebeu. E não vão faltar vozes dizendo que isso é maravilhoso, que o Eterno (perdoa-nos Senhor) está abrindo portas, que a "Obra" está avançando, e blá, blá, blá.

Mas o que você acha disso, caro leitor? Será que isso é algo realmente bom? Nós, igreja, não deveríamos ser a voz dos excluídos, dos desprezados? Deveríamos, ao invés disso, dar tapinhas nos ombros dos opressores de nosso país? Tudo vale em nome da pregação do Evangelho? E, afinal de contas, que "Evangelho" é esse?

26.6.10

Catastrofes no Nordeste - Ajude

Todo mundo viu na TV desde o comeco da semana sobre as catastrofes ocorridas no nordeste. A princípio acompanhei pouco as notícias nessa semana ja que estou em funcão de estudos pra prova e etc.

Hoje  de manhã estava olhando as notícias do ocorrido lá no jornal da noite (minha vó grava o jornal pra assistir de manha as  vezes, e eu estava olhando com ela).

Eu penso que reclamar das autoridades (ou de Deus ¬¬) ou sentir 'pena' daquela gente vitimada não resolve o problema deles. Temos que fazer alguma coisa: ficar esperando pelos outros é, além de cômodo, inresponsável.

Saí da frente da TV e fui pro computador procurar o site das igrejas de Pernambuco e Alagoas. Graças a Deus esses sites existem e são bem organizados (coisa que por aqui - não existe sequer um site da AD de RS ¬¬).

Mandei um email perguntando como posso ser útil e, quando eles responderem, posto a resposta aqui. Imagino que eles devam pedir doações de alimentos e, apesar de eu não ser uma pessoa muito carismática ou conhecida, quero fazer o que estiver ao meu alcance. Então, se alguém se dispõe a doar coisas para os 'flagelados' (essa é a palavra que usam na TV), fique atento porque logo eles dirão o que precisam por lá.

Vou tentar anunciar na igreja pra ver se os irmãos também participam. Dependendo de o que eu conversar com o pastor, pode ser que o pessoal da igreja mesmo possa encaminhar (o que me facilita a vida, já que eles tem contato com a AD de lá, coisa que eu não tenho). Não importa como for, caso não dê pela igreja eu mesmo encaminho (ainda vou ter que descobrir um jeito - se alguém tem algum meio, me comunique, fico feliz =D).

Enfim. O meu maior medo é que digam que precisam de "voluntários para ajudar lá". Assim que acabar o semestre eu tenho mais ou menos um mes livre e, se eu tivesse dinheiro, eu bem que queria ir. Mas tenho medo mesmo assim (e minha mãe vai dizer que eu sou maluco xD - pra quem não sabe, eu sou um confortável aluno de universidade pública de classe média que não trabalha e tem direito a ter dor de cabeça, sentir frio no banho e dormir mais cedo se estiver cansado: coisas que uma pessoa em condiçoes extremas de vida não tem).

Enfim [2]. Que seja. Se eles responderem em tempo hábil eu anuncio na igreja esse findi mesmo.

Vamo lá gurizada, espero que o pessoal se mobilize, porque ta triste a vida praquela gente lá =[

Paztejamos

25.6.10

To na net, to na Copa



Parei tudo que tava fazendo pra ver o jogo. Devia estudar, fazer exercícios e etc, mas estou vendo o jogo.

Como diz a Hellena, patriotismo se mostra na bala ou na TV: como eu não vou ter chance de matar ninguém na guerra vou olhar o jogo da copa como um bom patriota xD

Estamos quase no fim do primeiro tempo e acho que já saiu uns 6. Não gols, cartões xD
Essa gente ta se matando por um jogo que nem vale nada... se o Brasil perder entra nas semifinais igual :P não precisa fazer grandes coisa...

Sério, eu nem curto futebol. Não entendo nada de times, jogadores, nada. Só assisto em copa, de 4 em 4 anos. Aliás, esse é o tempo que o Brasil lembra de ser patriota: não pras eleições presidenciais, mas um pouquinho antes, quando acontece a copa. Até quem não sabe nada de futebol olha (vide eu). A cidade aqui ta parada, não passa uma viva alma, como se fosse de noite (centro de Porto Alegre). A UFRGS, orgãos públicos, bancos e lojas estão fechados pra todo mundo ver o jogo.

Não sei nem se tem onibus esse horário. Mas nem deveria... imagina, coitado do motorista/cobrador :P

Hospital também... quem espera mais de mes pra consultar pode esperar um pouco mais pros enfermeiros/medicos e afim poder ver o jogo oras. Não custa nada, nem demora tanto assim, o brasileiro é calejado, ta acostumado a ficar em fila mesmo. Além de que qualquer coisa é só comprar lugar na fila, sempre tem gente vendendo mesmo :P

o RU também ta fechado (fato). Claro, estudante que é estudante assiste o jogo, não almoca. Ir pro RU na hora do jogo é puta falta de sacanagem. Além disso, UFRGSziano que se preze ve o jogo ou no antonio ou na toca (pra tu ver como é democratico - antonio pros da direita e toca pros esquerdista).

Enfim, apesar de eu estar torcendo pro Brasil na copa, to torcendo pra Portugal no jogo porque assim a prova de Algebra passa pra quinta em vez de terca. Tomara que saia pelo menos um de Portugal pra eu sair no lucro =D

Paztejamos

24.6.10

A Verdade Sobre os Chefes do Street Fighter 2




Aviso: Cuidado ao ler essa postagem! Ela poderá acabar com a sua infância, se ela passou diante de um fliperama ou de um console!

Lembra-se dos 4 chefes do Street Fighter 2? Ainda que eu duvide muito de alguém que não se lembra disso: Balrog, Vega, Sagat e Bison.

Muito bem, esqueça o Sagat e foque-se nos três restantes. Está preparado? Então, lá vai:

Bison não é Bison, é Vega;
Vega não é Vega, é Balrog;
Balrog não é Balrog, é Bison.

Ah? Como assim? Simples: os nomes deles foram trocados na versão americana!

Nunca te perguntaste do porque do M.Bison? Que raios de "M" era esse? Os americanos bem que tentaram disfarçar: diziam que o "M" era de Master. Mas, "Mestre Bison"? Hahahahaha, só se for para os americanos!

O "M" de Bison era de Mike. Na versão original, japonesa, o nome do boxeador americano era Mike Bison. Para não dar problema, já que era fins da década de 80, onde Mike Tyson era o grande nome do boxe, os nomes dos chefes foram trocados. O boxeador, Mike Bison, passou a se chamar Balrog; o ninja-toureiro, Balrog, passou a se chamar Vega; e o general tailandês maléfico do Psico Power, Vega, passou a se chamar M. Bison (claro que o M era de Mestre...)

Bem, espero não ter acabado com a sua infância!

21.6.10

Prison Fellowship


A Fernanda é uma amiga minha que eu conheço há muuuuuuito tempo mas que eu não ia com a cara até algum tempo atrás por motivos meio sem noção.

Desde que comecei a namorar a Priscilla comecei a conviver direto com a Fernanda porque a elas simplesmente NÃO DESGRUDAM (e ficam extremamente doidas juntas xD). Com pouco tempo de extremo convívio comecei a questionar o porque não gostar da Fernanda e constatei que não fazia muito sentido isso. A partir de então me abri pra uma amizade com talvez uma das pessoas mais engraçadas (e bobas) que eu conheço.

Ela tem um blog. Ela escreve bem pouco, mas quando escreve eu sempre leio (assim como leio a maioria dos blogs dos meus amigos, apesar de nem sempre comentar - nem sempre tenho algo de interessante pra comentar xD). Hoje ela escreveu sobre um tal de Prison Fellowship - um programa de apoio a presidiários e suas familias - e, como eu creio que não custa divulgar a idéia, estou postando o post dela sobre o assunto.


Clique aqui para ler:
http://sky-skyoflove.blogspot.com/2010/06/prison-fellowship.html

Paztejamos =D

A Difrerença Entre o Legal e o Escroto...



... é se algum famoso já usou antes em público.

Reflita :P

20.6.10

A verdade sobre a mentira

Quando alguém me conta uma história ela tem duas opçoes: ser verdadeira ou ser falsa.

Caso ela seja falsa, quando eu contar que alguém me contou uma história falsa, estou contando a verdade.

Portanto, não há mentira quando eu contar que alguém me mentiu; há, sim, verdade.

Posto isso, disponho o vídeo mais ridiculo do mundo. A argumentação mais mal formada da história. A coisa mais toscamente séria que eu ja achei na internet:



Até meu falecido vô argumentaria melhor - e olha que ele era bem lesadinho coitado :P

Achei no blog do Ciro.

Paztejamos

17.6.10

Maior Hit da Copa!


AHAEUHAEUHEAUHEAUHAEUUHEUHEAUHAEUHAU
... E quem disse que ela toca um lá? [/estragaprazeres]

Achei no Cristão Confuso.

16.6.10

Sexualidade, por John Piper

Estava vendo vídeos no youtube. Primeiro assisti alguns do Mark Driscoll. Depois passei pro Piper. É incrivel como esses caras falam coisas relevantes. Queria poder falar como eles, com tanta expontaneidade e tanto conteudo.

Por último vi um sobre a visão de Piper acerca do casamento. Como postei sobre o assunto há pouco tempo aqui me interessei. Deixo aqui o vídeo pra quem se interessar em ver:



Depois desse sobre casamento vi esse vídeo que deixo aqui agora:



Sério, esse cara fala comigo. Me restaura a ânsia de ser útil pra obra. Me traz a vontade de trabalhar em n projetos que estão na minha mente e que aparentemente são utópicos e que ninguém apoiaria, mas que me anseiam por eu ter a convicção que eles podem louvar a Deus.

A campanha do agasalho é um desses projetos. A série de perspectivas também - alias o post mais visitado desse blog é o 'perspectivas 3'. Não quero desistir e 'vencer o mundo' como um aposentado de classe média que assiste a classica programação novela-jornal-novela-jornal-novela até ficar com sono e dormir pra acordar cedo no outro dia e garantir o salário padrão do fim do mes. Quero fazer alguma coisa que faça diferença, que seja útil pros que estão a minha volta, que louve a Deus e que, apesar do cansaço, me de satisfação de ver tudo funcionar.

É assim com a escola de música onde, por mais que meus alunos não estudem ou façam bagunça na aula, da muita alegria em ir lá todo fim de semana. Mas isso é só um exemplo, eu sei que dá pra fazer muito mais!

Eu dou gracas a Deus por ter me feito tão utópico e 'romantizado'. Ah, se ele tivesse me feito muito 'racional' eu seria pessimista demais pra botar qualquer projeto em funcionamento - já ia começar imaginando as possibilidades de falhar ¬¬

Enfim. Paztejamos
Boa noite t+

Drive-Thru de Oração? Aonde essa gente vai parar?!?!

Quando agente acha que não tem mais o que inventar eles criam algo novo. Ó o post que eu achei no blog do Del Debbio (autor do Sedentário & Hiperativo):



A Igreja Universal abriu em seu templo da Vila Mariana (aqui do lado de casa, PQP), na zona sul de São Paulo, um drive-thru de oração e oferta.
Esse tipo de atendimento rápido a pessoas dentro do carro foi popularizado no Brasil nos anos 80 pela McDonald’s. Depois, também com êxito, o sistema foi adotado pelos bancos, como o Bradesco e o Itaú.
O templo da Vila Mariana fica em uma rua de congestionamentos, principalmente entre às 18h e 20h.
O propósito do pastor Osvaldo Volpini, o responsável pelo lugar, é atrair quem esteja parado no trânsito e necessite de um apoio espiritual de emergência.

Tão rápido quanto uma loja de fast food, um pastor do drive-thru entrega ao motorista um folheto com os horários dos cultos, faz uma oração e um pedido de oferta à igreja. Coisa de cinco minutos.
Volpini disse que esse sistema já existe na Universal de Houston, Texas (EUA). O bispo Renato Cardoso, o responsável pelo templo de lá, aproveitou a ideia das igrejas que em 2006 começaram a dar atendimento nas mais movimentadas rodovias norte-americanas.
O site Arca Universal, da igreja, informou que, nestas primeiras semanas de funcionamento, o drive-thru tem atraído inclusive motoqueiros e pedestres, que não são afetados pelo congestionamento do trânsito.
Relatou um caso da eficiência do serviço: depois de ter passado no drive-thru, uma costureira, que estava desesperada por causa de dificuldades financeiras, recebeu o pagamento de todos os seus devedores.
O drive-thru da Universal promete ser o fast food dos milagres.
Com informação e fotos da Arca Universal. 

Sério, sem comentários. Bizarro xD Alguém me explica a diferença disso e ganhar um passe?

Eu to dois dias atrasado pra esse post, mas não sei se repercutiu, então to postando porque achei mucho loko, coisa de gente fora do estado de consciencia normal...

Paztejamos :D

Mudanças!

Tá, eu já tinha notado que o blogger tinha dado algumas opçoes de mudança novas pro layout dos blogs, mas ainda não tinha parado pra testar.

Relutei bastante pra mudar a aparencia do meu querido blogzinho, mas não adiantou, me rendi as facilidades que tinha ali.

Vou ter que dar uma booooooooooooa mexida ainda pra ficar aparentemente bom, mas no fim das contas acho que vai ficar beeem mais bonito (o ultimo layout tinha uma aparencia bem tosquinha, tenho que admitir).

Sei la, enquanto não consigo endireitar o blog como eu quero de verdade vai ficar assim. Daqui há meio mes eu volto pra concertar o que eu deixei de lado.

Até lá tenho que me preparar pra algumas provas. Já estou enrolando demais (jogos, namorada, orkut, msn, e agora Touhou ¬¬), então tenho que fazer greve de tudo e estudar de verdade.

Eu sei que não vou conseguir ficar sem vir postar aqui, já é um vício... mas vou me segurar um pouco mais. Fiquei mais de uma semana sem postar desde o post do casamento (e gracas a Deus o Felipe segurou as pontas por aqui xD).

Enfim,
Paztejamos
Logo eu volto com melhorias no layout =D

t+
_________________________--
UPDATE:
é, não me aguentei e tive que terminar de fazer a mudança. Inverti o padrão de cores do blog, vamos deixar ele azul por uns tempos agora :P Outro dia me da uma loca e eu mudo tudo de novo xD

Enfim, paztejamos

15.6.10

Touhou Project

Conheci Touhou por acaso.

Meu irmão me mostrou um vídeo maluco que algum colega dele tinha mandado. Era do Ronald Mc Donald numa edição maluca que ele parecia doido.

Esse aqui ó:



No comeco parecia um vídeo bizarro mas muito bem feito. Mas depois procuramos e descobrimos que a 'música' que a edição interpretava se chamava "UN Owen Was Her".

e essa é a musica original:



Achei o maximo a música, ao maior estilo metal de megaman. Tinha vários vídeos dessa música sendo tocada no youtube. Com isso descobrimos que a música era de um tal de Touhou 6.

Tá, até ae nunca mais lembramos do jogo. Até que há alguns dias atras estavamos falando sabe-se lá do que e lembramos do vídeo do Ronald Mc Donald. Dei uma lida na wiki sobre o jogo e descobri que era feito todo por um unico cara, um tal de ZUN.

Touhou é um joguinho "de navezinha". Os mais metidos a esperto chamam de shmup (ou shoot'em up), mas a moral é que é um jogo daqueles que tu é uma navezinha ou coisa parecida (no caso aqui tu é uma bruxinha) e vai atirando em tudo e todos que aparecem, pegando ítens e melhorando a arma.

Hoje baixei o jogo e tentei jogar. No easy é tranquilo, mas no Lunatic é impossivel!

Mas é jogavel (por mais que não pareca). É como Ragdoll invaders: é possivel só precisa de treino.

Eu aconselho que tentem jogar, é muito bom! E pelo que eu sei (que eu li na wiki) tem um anime também baseado no jogo (o jogo é extremamente popular no japão).

Enfim,
Paztejamos

Mario em papel!

INCRIVEL!

Olha o texto no nome, só podia ser um oriental com muito tempo de sobra mesmo :P



Paztejam

13.6.10

Hunter x Hunter e a política




Meruem: Por que esse lixo está dizendo que é um rei?

Shauapuf: É um fenômeno comum no mundo dos humanos. Pessoas assumem posições incompatíveis com o seu conhecimento e aptidão, apenas por causa de laços de sangue ou conexões...

Meruem: Mas que absurdo. A liderança de um idiota só pode gerar problemas. Isso só pode ser coisa de criaturas irracionais.

***

Reprodução do diálago de personagens do mangá Hunter x Hunter, de Yoshiro Togashi (o mesmo de Yu Yu Hakusho). No caso, são Meruem, rei das Chimera Ants (espécie fictícia de formigas mutantes) e Shauapuf, um dos três membros da guarda real de Meruem. O "lixo" que Meruem se refere era um ditador, claramente inspirado nos governantes despóticos da Coréia do Norte.

Apesar de vilão do momento, Meruem não deixa de ter razão...

6.6.10

O Que Eu Penso Sobre Casamento

Hoje ao meio dia discuti com minha vó (em tom amistoso, mas mesmo assim discordante) sobre casamento.

Como com idosos (principalmente quando familiares) agente não pode expor todo o ponto de vista, já que pode ofender ou acabar deixando 'de mal', prefiri deixar esse assunto de lado depois de algum tempo.

Mas como eu não fujo das polemicas e tento "pensar" sempre sobre os pontos que criam confusão, resolvi postar aqui sobre o que penso sobre casamento.

1º. Casamento não é um ritual "místico" que une um casal magicamente a partir daquela cerimônia;

Históricamente a tradição cristã trata o casamento como um ritual onde o noivo veste um traje de gala e a noite veste um véu e um vestido longo. Nem sempre foi assim. Basta olhar para o casamento judaico e perceber que muita coisa mudou com o tempo. Além disso, basta procurar um pouco na Bíblia pra se dar conta que não existe referencia nenhuma a esse tipo de coisa.

2º. Casamento não precisa de nenhuma presença específica ou benção específica ou frescura específica;

Assim como é frescura discutir se Santa Ceia deve ser com vinho ou suco de uva, é frescura discutir se os pais abençõam o casamento. Esses são assuntos que os casantes devem levar em conta antes de casar, é problema de quem casa. Eu, por exemplo, não tenho um bom convívio com meu pai: faz pelo menos um ano que eu não vou na casa dele. Não porque eu não queira, ou não vá com a cara dele, mas, como eu fui criado só com minha mãe e ele foi muito pouco presente, não dou grande importancia pra existência dele (e nem ele dá grande importancia pra minha existencia).

Outra questão: tem muito pastor purista e fresco que não quer casar crente que engravida antes do casamento na igreja, por exemplo. Tipo, acho isso uma baita hipocrisia. Grávida não pode casar, mas quem transa antes e não engravida pode - vai saber quem se guardou e quem não se guardou. Além disso, se não transou, outros pecados tem, vai me dizer que um pecado vale e outro não. Essa é uma questão muito furada.

3º. O sentido específico do casamento está na união estável de um casal e na vontade comum de construir uma vida juntos;

Casamento não é "igreja, véu, pastor, 'até-que-a-morte-os-separe', festa, lua-de-mel, etc". Casamento está mais para "vida-juntos, amor-mútuo, filhos, casa própria, união, aprender-a-dividir, etc". Nesse aspecto, há um ano e um dia eu comecei a namorar a minha namorada e a cada dia me sinto cada vez mais casado com ela, abrindo mão de alguns dos meus desejos pra satisfazer a ela, entendendo como ela pensa, fazendo o que ela gosta ou o que ela precisa, aprendendo com ela, ensinando ela, vendo ela abrir mão da vontade dela pra fazer a minha, vendo ela me entender... enfim, como diz em Genesis:
2.24   Por isso, deixa o homem pai e mãe e se une à sua mulher, tornando-se os dois uma só carne.
Esse fluxo deve se encaminhar para o que o entendimento popular chama de "casamento", a partir do momento que começarmos a viver juntos. Mas eu me sinto a cada dia mais casado, independente de ainda não ter cumprido o ritual ainda.

4º. Cerimônias de casamento são completamente alteráveis exatamente porque são completamente desnecessárias.

Caso eu tivesse emprego estável, casa própria e remuneração razoável, considero que já estaria em condições suficientes pra morar sozinho junto com a Priscilla. Mas isso poderia acontecer independente de 'rituais de união'. A partir do momento que estivermos vivendo uma vida juntos estamos "casados aos olhos de Deus".

Além disso, não existe 'configuração ideal' para um ritual de união, simplesmente porque ele é acessórico. Eu por exemplo, quero casar na praia (idéia do Benhur - acho o máximo =D) porque assim o formalismo fica bem menos sufocante. Mas é muito mais uma cerimônia pra satisfação estritamente "religiosa" (que cumpre os designios da convenção ritualistica de cada denominação) do que algo que delimita até onde nosso relacionamento foi - ora só o casal (e Deus, evidentemente) sabe até onde vai sua 'intimidade' (e esse comentário não está relacionado estritamente a sexo).

Enfim.

Esse post não tem por intenção acarretar alguma implicação implícita que desrelacione sexo a casamento. Sexo antes do casamento é tido por pecado por toda a tradição cristã e eu não tenho a intenção de 'desapecadar' esse comportamento. Mas se a discussão do post leva até esse assunto, acabo por ter que me manifestar sobre a minha opinião sobre o assunto - e que fique claro que é a minha opinião e não um dogma ou a opinião estrita de toda a minha comunidade.

Sexo é pecado:
- se a consciência condena;
- se praticado imoralmente;

Minha consciência me condena. Logo eu não pratico. Minha consciência diz que isso é algo que, se praticado sem cuidado, pode levar a consequências problemáticas - como ter filhos, por exemplo [algo que um estudante que não tem onde cair morto como eu NÃO PRECISA COM CERTEZA!].

Apesar disso, eu considero que um casal que tem um relacionamento razoávelmente estável (não vive brigando, se entende bem e tem uma perspectiva de vida que encaminha um futuro juntos) há algum tempo (tempo que só o casal conseguiria determinar), com uma intimidade construída aos poucos, com respeito (e não na atucanação), não está praticando nada imoral ao fazer sexo.

As pessoas sempre colocaram o sexo como algo para 'só depois do casamento' exatamente porque entendem o casamento como uma cerimônia religiosa com data marcada para acontecer. Mas se tu entende o casamento como algo que se constrói a cada dia, não faz sentido falar em 'sexo depois do casamento', só em 'sexo ao longo da construção de um casamento'.

Além disso é muito necessário definir o que é sexo. Tem crentes que acham que sexo é colocar o genital masculino no genital feminino até que os dois estejam satisfeitos. Mas com isso esquecem que existem 69 variações, digamos assim :P Dessa forma, sexo oral, masturbação mútua, sexo anal [ e sei lá o que mais ] não são sexo - o que é uma bizarrice.

Concluindo... não consigo ver as coisas de maneira diferente. Se alguém tem um bom argumento bíblico pra me mostrar e tentar me convencer, ou se alguém tem algum bom comentário pra fazer, por favor se manifeste. Mas o que não consigo é ficar a mercê do conservadorismo puritano ritualístico impensado da igreja. Ficar sem pensar sobre o que me impõem como doutrina é a unica coisa que eu me nego a fazer.

Paztejamos

(Felipe, se manifesta sobre o assunto, eu não sei se tu concorda comigo xD)

The King of Fighters 97





Para a maioria, a melhor edição do KOF todos os tempos.

Aquilo que foi tão bem inovado em KOF 96, aqui é elevado a ponto do ápice. História, jogabilidade, personagens, enfim, tudo nesse jogo alcançou uma caráter especial. Se KOF 97 é realmente o melhor de todos os KOF? Se nunca mais haverá edição como a de 1997? Não tenho tais respostas; a única coisa de que sei é que The King of Fighters 97 é único.

A jogabilidade mudou consideravelmente de KOF 96. Agora, há dois modos de se jogar: o Extra, que consiste na jogabilidade antiga, ou seja, carregar uma barra de energia atravez do pressionamento de soco fraco + chute fraco + soco forte e barra de vida no limite como condição equivalente à barra de energia carregada; e o Advanced, que é a jogabilidade inovadora. Nesse modo, pode-se carregar até três barras de energia, e a forma é a execução de golpes no adversário; isto é, conforme se desfere golpes no adversário, a barra de energia se carrega.( Se querem a minha opnião, o Advanced é melhor xD)

Cada personagem tem agora, no mínimo, dois DMs (Desperation Moves, vulgo especial), com suas respectivas versões SDM (Super Desperation Move). Anteriormente a tendênica era um DM, quando muito dois.

O torneio desse ano, 1997, é exibido mundialmente por televisão, pela fictícia Satella News Network. É o torneio mais público e badalado de todos. Nos cenários das lutas, é perceptível a presença de cameras; o rounds são anunciados por mulheres; e os anúncios das lutas parecem "coisa de Tv" mesmo. Delirante!


É isso aí, Athena! Faz pose para a câmera, já que tu vai aparecer na Glob..´quer dizer, na Satella News Network!


Os dois grandes heróis da SNK, Terry e Kyo. Repare nos cameramen no fundo.





Nesse torneio, ocorrem os enventos finais da saga de Orochi. A força que levou Rugal à destruição, e que foi liberada e "anunciada" por Goenitz, está para se manifestar. No silêncio, agem os Hakkeshu, o "clã" dos oito seguidores de Orochi, que aos poucos vão dando as caras por esse torneio...

A única maneira de derrotar Orochi era o poder conjunto dos clãs Kusanagi, Yagami e Yata. Por isso, Chizuru Kagura (a anfitriã e sub-chefe do KOF 96), herdeira desse último, entra no torneio como lutadora comum, no lugar de Kasumi Todoh (nãããooooo!!!). Chizuru empenha-se em somar forças com os rivais mortais Kyo Kusanagi e Iori Yagami, e atua como figura de "conselheira". Somente ela pode selar Orochi.

Por falar em Iori, ele e a militar Leona Heidern andam estranhos. Eram suas remotas ligações com Orochi que estavam se manifestando.

Iori está sem time, já que ele perdeu o controle e matou suas companheiras no torneio anterior(viu no que dá fazer time com esse cara?..).

Shingo Yabuki é um estreante nesse ano. É um fã de carterinha do Kyo, tanto que se veste igual que imita os seus golpes, só que sem as chamas. Um verdadeiro "personagem-comédia". Tal como Iori, está sem time.
O vilão Gesse Howard fracassou em seus objetivos no KOF anterior, não se envolvendo pessoalmente com o torneio dessa vez. Resolveu enviar seus capangas para averiguar sobre a força Orochi, que o atraía. Eram eles: Ryuji Yamazaki (Fatal Fury 3), mafioso completamente insano, Billy Kane, que estava de volta após apanhar de Iori em KOF 95, e Blue Mary (Fatal Fury 3), esta na verdade uma agente dupla da polícia, e o amor de sempre de Terry Bogard.

Ao que parece, o velho time dos Estados Unidos (ausente desde KOF 94) tentou entrar de novo, mas um time estranho os derrotou e tomou seus convites. Esse time era na verdade uma banda, chamada New Faces. Estavam entrando por rivalidades com a banda em que o Iori tocava, querendo tirar satisfações com o ruivo (Esse Iori...tá todo mundo atrás desse cara...). Eles eram: Yashiro Nanakaze, um grandalhão com péssimo gosto para se vestir; Shermie, uma "patricinha" francesa, dessas obsecadas por moda e aparelho celular; e Chris, um garoto sueco de aparência ingênua (mas só a aparência). O New Faces Team era um time maluco, de gente que aparentemente não sabia lutar, mas havia algo a mais por trás deles...

Bem, enfim, fica assim a disposição dos times:

Hero Team: Kyo Kusanagi, Benimaru Nikaido, Goro Daimon;
Fatal Fury Team: Terry Bogard, Andy Bogard, Joe Higashi;
Art of Fighting Team: Ryo Sakazaki, Robert Garcia, Yuri Sakazaki;
Psico Soldiers Team: Athena Asamyia, Sie Kensou, Chin Gentsai;
Ikari Warriors Team: Leona Heidern, Ralf Jones, Clark Steel;
Korea Team: Kim Kaphwan, Chang Koehan, Choi Bounge;
Female Team: Chizuru Kagura, King, Mai Shiranui;
Special Team: Ryuji Yamazaki, Billy Kane, Blue Mary;
New Faces Team: Yashiro Nanakaze, Shermie, Chris;

Solo Players (lutadores sem time): Iori Yagami, Shingo Yabuki;

Chefes:

Orochi Iori/Orochi Leona: você enfrenta ou um ou outro, dependendo do seu time. Trata-se de Iori e de Leona dominados pelo poder de Orochi, evento chamado no jogo de "revolta do sangue". Iori por seu clã ter feito um pacto milenar com Orochi; Leona por ser, a contragosto, membro do Hakkeshu. São basicamente os mesmos personagens, só que em aparência demoníaca e velocidade dobrada.

Orochi New Faces Team: Viu só, eu não disse que havia algo por trás dessa galera?..rsrs. Diferente de Iori e de Leona, as versões Orochi dos integrantes da banda são completamente lúcidas, e possuem poderes distintos das versões normais: Orochi Chris manipula o fogo (igual Kyo); Orochi Shermie, o trovão (igual Benimaru); e Yashiro, a terra (igual Daimon). Uma espécie de "Evil Hero Team"! Eles na verdade são a elite dos Hakkeshu.

Orochi: o ser mais causador de problemas de todos os KOF assume a forma de pessoa, através de Chris. É o maior de todos os chefes já visto.

A abertura:

4.6.10

1 ano de Feliz Namoro

Há exatamente um ano atrás estava eu indo na casa daquela que ia ser minha namorada me sentindo o mais envergonhado do mundo pra firmar aquilo que é a união mais ideal do mundo - pelo menos que eu conheça :P

A Priscilla é a melhor namorada que eu podia ter. É a pessoa certa, ideal, que entende tudo q eu penso e pensa tudo que eu entenda :D que nunca tivemos motivo pra brigar, que tem o cabelo mais bunito de todos, que não precisamos ter ciumes um do outro, que eu sempre quero ta junto, que sempre tem assunto pra conversar (não importa que passe o dia todo junto não enjoa), enfim... é a melhor =D

Não tem casal que combine tanto quanto agente: agente é bobalhão, fala um monte de bobagem, é bonito, inteligente, legal, sociavel, influente, crente, músico... enfim, agente é o casal perfeito (h)

Tá, não, sério, eu fico bobo falando sobre ela. Eu fico bobo falando dela. Eu sou bobo com ela, por ela.

Há um ano atras eu não tinha a esperança de que fosse tão perfeito quanto é agora. Olha o post q eu fiz logo que agente começou a namorar:
http://proibidaentrada.blogspot.com/2009/06/priscilla.html

Moje, eu quero ficar contigo pra sempre e sempre, e casar contigo e passar o resto da minha vida contigo e quando agente ficar velho eu quero acordar cedo e tomar chimarrão contigo e prozear sobre a vida dos netos enquanto come bergamota sentado no sol gelado de inverno =DDDDDD

Te amo muito! Feliz Aniversário e que venham vários outros anos tão bons quanto foi esse!

Obrigado Deus por um namoro tão perfeito! =D

Paztejamos

Japão Rox

Tv Brasileira <<< Tv Japonesa




Por que eu não nasci no Japão?? ='(

2.6.10

Calvicie



Estou perdendo cabelo.

Isso já era esperado: meu irmão estava perdendo há algum tempo já e como somos gemeos suspeitava que logo eu percebesse também.

As vezes acordo com muitos e muitos fios de cabelo no travesseiro e quando lavo o cabelo no banho aparecem vários fios avulsos na minha mao e no ralo do chuveiro.

Há algum tempo ja comentava isso com minha namorada e de vez em quando ela faz piadinhas. Eu não me importo em perder cabelo, nunca fui de dar muita importancia pra minha aparencia e, pela convivencia com meu tio (que mora comigo e é careca) não acho nada de mais. Acho que ela que fica um pouco chateada - talvez se eu fosse guria também ficasse triste com a iminência da calvicie do meu namorado.

Como nosso pastor é médico dermatologista fui perguntar pra ele num fim de culto o que eu uso (ou faço) pra parar de perder cabelo [Fica aqui claro que, apesar de eu não me importar, gosto do meu cabelo, principalmente quando comprido, e não queria perder essa variavel na composição da minha aparência - quem me conhece sabe que eu vivo escolhendo aparencias diferentes: algumas mais bonitas outras, dizem, um pouco mais feias... eu acho todas legais, independente da opinião pública]. Ele mexeu um pouco no meu cabelo, não tornando-o menos escabelado que já é, e depois de alguma analise disse: "é, não tá em tempo de tratar ainda.".

Eu fiquei um pouco encomodado, então ele explicou melhor [a partir daqui esse post se torna medicínico]:
- Quando agente vai tratar a calvície, tem que saber o momento certo de tratar, porque depois não para mais. O tratamento é ad eternum (sim, ele usou essa expressão. Só por isso ela está aqui. Não tenho por hábito escrever latinismos).
- Ué, mas por quê? - perguntei eu (estou quase certo que esse por que tem acento)
- Os pelos da parte superior da cabeça são sensíveis a um hormônio chamado "dihidrotestosterona" (ou DHT), já os pelos da parte lateral não. Quando tratamos a calvicie, controlamos o efeito da DHT. Só que a DHT tem outras funções além de causar calvície. Por isso um dos efeitos colaterais é a perda de libido...

No fim da história ele ainda contou que os implantes de cabelo que são feitos atualmente se baseiam em tirar cabelo da parte lateral e implantar na parte superior, porque assim, apesar de cair (como normalmente caem - podem cair até 100 fios de cabelo por dia!) os fios voltam a crescer.

_____________________________________
Enfim.
Fica posto que não tratarei a calvície e serei um careca feliz, pela Graça de Deus.
Parece que Deus gosta que algumas coisas nos lembrem que somos imperfeitos para que lembremos que só Ele é perfeito. E parece também que Ele gosta que percamos algumas coisas que damos valor para que percebamos que elas não tem tanto valor.

Paztejamos =D