Pesquisa neste blog =D

12.7.10

Perspectivas 6



E lá vem o Jean sonhar no blog de novo. Ora, faz parte, já dizia um carismático filósofo há uns 10 anos atrás quando participou de um reality show horroroso em que pessoas ficam presas dentro de uma casa conspirando umas contra as outras, criando intrigas, dançando seminus e bebados para ganhar uma bela quantia em dinheiro.

Meu post de hoje é muito mais realista que os anteriores. Trata da campanha do agasalho [que foi boa, deu certo e fez com que pessoas se dispusessem a ajudar, apesar de alguns problemas na distribuição], do grupo de doação de sangue [que também pode dar muito certo e estou bem empolgado] e do que agente pode fazer no futuro.

No outro post eu falei sobre o grupo de eventos que a igreja criou e na possibilidade desse grupo sair em escolas e etc. Pois que meu comentário se tornou realidade sem eu nem falar com eles. Tiveram a mesma idéia =D Há alguns dias recebi um email falando sobre isso. Genial, acho o máximo, tomara que dê certo! =D

Sobre a Campanha do Agasalho: ontem cheguei da igreja meio 'revoltado' com o que soube, sobre a distribuição das peças de roupa, e escrevi aquele texto 'violento'. Hoje acordei mais tranquilo e quero dizer: tudo bem. Tá certo que queríamos fazer um trabalho melhor, mas é assim que a barca anda, não sai tudo perfeito na primeira vez. Bola pra frente e no próximo ano fazemos melhor, com mais cuidado e com mais conversa. Estava indgnado com o tal irmão, mas na verdade não sei a real intenção dele. Pode ser que ele estivesse achando que estava fazendo um bem, sei la... só sei que prefiro pensar no futuro, no que vem pela frente e na ajuda que agente pode prestar daqui em diante.

Sobre o Grupo de Doação de Sangue: tem bastante gente querendo doar. Pelo menos quando eu converso com as pessoas. Não sei de fato quantos vão ir - contar com o "ah, pode deixar que eu vou" não me parece muito sensato - mas o importante é fazer. Falei com o pastor sobre anunciar no próximo culto e ele disse "ah, isso é muito importante irmão, se tivesse dito antes agente anunciava hoje mesmo", o que me deixou muito feliz =D Também falei com várias pessoas que não são da igreja mas que gostaram da idéia... o importante é sempre ajudar.

E sobre as perspectivas sobre coisas ainda não feitas: a reportagem sobre os parques de NY gerou em mim a esperança de que podemos fazer isso também. Comentei com uma irmã, a mesma que ia ajudar na distribuição das roupas, e ela disse que no interior existem comunidades que fazem isso. Portanto não é uma coisa tão absurda de se conseguir. Quero ver se pelo menos aprendo a lidar com terra e planta (sou uma moça pra isso, detesto ficar sujo e espirro com poeira xD) para cuidar das plantas da vó (pedi pra vó me ensinar :P) e depois adoto algum cantinho público por ae (tem os canteiros do meio da estrada ou até algum canto do coelhão, sem contar que existem o gramado em frente a igreja). Com isso acho que posso no futuro incentivar alguém a fazer o mesmo. Sei que já posso contar com a ajuda dessa irmã que comentei (aliás, o nome dela é Carmem - pra facilitar quando falar nela xD), porque ela se sente tão impulsionada a esse tipo de coisa quanto eu.

Amanhã de noite pretendo ir na igreja e aí já quero falar com o irmão Moisés, que teoricamente chefia o trabalho que a igreja chamou de "missões urbanas". Acho que agente tem muito a fazer e quero ver se ele tem algum plano em mente que agente possa aplicar (eu sei que não sou só eu que saio pensando em coisas aleatórias pra fazer assim xD). Vamos ver no que dá.

Outra coisa que tenho pensado é o seguinte: já sei de vááárias irmãs que sabem fazer artesanato (minha mãe mesmo faz crochê e tricô). Geralmente essas irmãs fazem para vender e "complementar a renda". Penso que talvez pelo menos parte dessas irmãs possam se interessar em ensinar umas às outras. Podemos escolher o mesmo horário da escola de música (sábado de manhã) para fazer oficinas de artesanato. E podemos adotar uma escola (onde tem MUITAS SALAS) para que as oficinas sejam feitas. Isso é extremamente convergente com a idéia de que a escola de música vá para uma escola (e saia da igreja). Assim poderiamos ter aulas de música em algumas salas e aulas de artesanato em outras.

Enfim. São as coisas em que eu tenho pensado.

PS: em relação aos emails que encaminhei para as igrejas no nordeste, eles não responderam =/ mas existem vários sistemas de doação veiculados a grande mídia - como bem se sabe - tal como a Ação Global, por exemplo. Basta entrar num site tipo da Globo e doar. Infelizmente "morreu a mingua essa idéia" :S Desculpem. Talvez possa se encaixar como desculpa fiada, mas não consigo projetar nada muito distante da minha realidade aqui e acabei ficando sem plano de o que fazer. As coisas que coloco na função estão todas vinculadas a Guaíba ou próximo.

Paztejamos

3 comentários:

  1. Dei uma passada, lí e gostei.
    PAZ.

    Sonha Jaen... sonha que faz bem.

    ResponderExcluir
  2. REALIZE Jean...REALIZE PORQUE É MELHOR DO Q SONHAR!

    ResponderExcluir
  3. podem deixar
    ...
    na medida do possivel - ou seria melhor dizer na medida que Deus permitir - eu sonho e realizo sim xD

    eu acho que desde o começo até agora os planos tem evoluido e em parte acontecido. Então eu creio q no futuro cada uma das coisas propostas pode acontecer =D

    ResponderExcluir

Dá um apoio moral pro blogueiro aqui.
Comenta aí ó: