Pesquisa neste blog =D

12.10.10

Discussões Surreais

Acho muito engraçada a disposição das pessoas nessas eleições em discutir assuntos como aborto, união civil de pessoas de mesmo sexo ou legalização de drogas.

É que nem há um tempo atrás, quando inventaram uma lei que legalizava a profissão de flanelinha: uma grande asneira, porque o flanelinha vai continuar trabalhando da mesma forma que trabalha agora (ou alguém vai querer se regularizar e ainda ter que pagar impostos?).

Isso é como discutir sobre como agente acha que deve ser a reprodução das baleias azuis: agente pode chegar a conclusão de que o bom é que elas se reproduzam só uma vez por ano e com no máximo 5 filhotes por vez, mas ela vai estar cagando pra nossa opinião e vai fazer conforme ela achar melhor.

Tem que discutir é como dar emprego pra todo mundo, alimento e roupa pro pobre, saneamento, luz e agua nas zonas rurais, tirar as pessoas das favelas, etc etc. Não esses assuntos bestas que vão ser só mais uma "burocratização" da realidade. Aborto vai continuar acontecendo com lei ou sem lei... eu sou contra e vai da consciência de cada pessoa fazer; gays vão continuar indo morar juntos independente de a lei dizer que sim ou que não... e assim por diante.


Quem discute esse tipo de assunto mais "supérfluo" é porque já resolveu os assuntos mais graves. Países como os da Europa, que tem uma boa distribuição de renda e um sistema mais "igual" pra maioria. Eles sim podem discutir sobre aborto e bla bla bla porque, óbvio, não tem mais nada de (realmente) grave pra discutir.

É como quando numa empresa se faz uma reunião pra discutir sobre o direcionamento das verbas no próximo mes. Primeiro se discute o importante, o sério... depois sim eles discutem sobre o churrasco e o futebol no fim de semana.

Enfim... Queria que nossos políticos parassem de brincar e fizessem coisas sérias.

Paztejamos

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Dá um apoio moral pro blogueiro aqui.
Comenta aí ó: