Pesquisa neste blog =D

8.12.10

"Machista" por necessidade, e não por opção

"Ah homens" - dizem as mulheres, quando não satisfeitas com os tratamentos recebidos. E de fato, há um tipo de homem estúpido em voga mesmo. Elas tem alguma razão. Mas não toda.

Digo isso, por que, a bem da verdade, mulheres não são essas vítimas que apregoam aos quatro cantos. As mulheres são iguais aos homens. Não nas mesmas proporções, é claro, mas em essência. E podem ser cruéis em de maneiras bem peculiares.

Vira e meche aparece mulher dizendo que quer um "cavalheiro", que o "cavalheirismo morreu", e o escambau. Eu sinto muito, mas, mulher que me lê, não peça para o homem se tornar vulnerável e assim destruí-lo: não dá. O homem que tentar ser um cavalheiro, será pisado pelas mulheres. Há destroços de corações de bons cavalheiros espalhados por toda a parte. É a verdade.

Mulheres, a semelhança dos homens, elegem os tipos ideais, e saem detonando quem não se enquadrar. Conseguem arrancar a auto-estima de um cara com o olhar de desprezo, de modo bem vampiresco. E te ignoram, fingindo não ouvir.

Eu sinto muito, mulher que me lê, mas não são só os homens que são cruéis. Mulheres também o são, e muito.

Por isso, estou desistindo de meu cavalheirismo, e vou ser o que vocês chamam de "machista". Por necessidade, e não por opção.

Um comentário:

  1. eu acho que o estilo "desastrado folgado" também pode dar certo... pelo menos sempre foi o meu

    não dá tao certo quanto o "playboy sarado de carro" [coisa que eu nunca me enquadraria], mas já é um começo :P

    ResponderExcluir

Dá um apoio moral pro blogueiro aqui.
Comenta aí ó: