Pesquisa neste blog =D

31.1.11

Um Tira da Pesada





Hoje, tive o grande prazer de rever um dos filmes que mais me marcaram na infãncia: Um Tira da Pesada (Bervely Hills Cop, no original), de 1984.

Esse filme para mim é quase mítico. Ao som de uma trilha sonora fantástica, somos apresentados ao encrenqueiro policial Axel Foley (vivido pelo fenomenal Eddie Murphy), que para pegar o responsável pelo assassinato de seu melhor amigo, tira férias e parte para Bervely Hills, onde possuía uma pista. Lá, age por conta própria, arrumando problemas com a polícia local.

Os métodos de Foley não são nem um pouco convencionais. Ele de fato deixa um rastro de confusão por onde passa. Protocolos, jurisdições, convenções, ordens, nada disso o detêm a fim de atender ao seu peculiar senso de justiça. Com o tempo, dois policiais certinhos de Bervely Hills se unem a ele, na caçada ao vilão Victor Maitland.

Um Tira da Pesada chegou a ser indicado ao Oscar de Melhor Roteiro Original.

A seguir, o famoso tema do filme, "Axel F." (desconfio que muita gente nem saiba que essa música é deste filme...):



E a música dos créditos iniciais, a qual gosto desde pequeno:



Um Tira da Pesada é sobretudo um filme para divertir. Não tem um roteiro altamente complexo, ou personagens com uma constituição machadiana (Embora Axel Foley seja inesquecível), mas faz com sucesso aquilo que se propõe fazer. E por isso se tornou para mim tão marcante.

Sanfoneiro Maluco

Bah, se tu jogou Top Gear na tua infancia vai ficar extremamente nostalgiado. Quase correram lágrimas dos meus olhos xD



O canal dele não é grandes coisa, mas se ele fizer mais vídeos de jogos com certeza eu vou postar aqui xD

Paztejamos

O que fazer agora?

Eis a última semana antes de ir pra praia. O quanto eu estou esperando por isso :X
Ano passado não fui porque fiquei trabalhando e esse ano pensei que não ia também. MAS VOU!

Preciso fazer algumas coisas. Tenho que ler, arrumar a mudança do apartamento (que eu contava que o Dom organisasse, seria ótimo), comprar algumas coisas, jogar videogame, e fim. Estamos na praia =D

Depois de voltar ainda dá tempo pra uma tertúlia na casa do Marcelo =D

Estou feliz que o Blog está bonito (gostei MUITO MUITO MUUUUUITO MAIS dessa nova aparência) e que o grupo de emails da UMADG está funcionando. Não estou pensando muito sobre qualquer assunto, mas estou postando abobrinhas. Apesar de a popularidade estar caindo (antes eram 1150 acessos mensais mais ou menos, o que não é grandes coisas mesmo xD agora estamos com, sei lá, 800), não estou me importando, já que essa diferença quase não faz diferença.

O importante é que continuo postando sobre o que me vir na cabeça, que é o que interessa. Sábado o Felipe ainda me perguntou sobre o assunto dos posts dele e eu disse "posta o que tu quiser"... o blog nunca teve pretensão de ser direcionado pra alguma coisa mesmo :P

Enfim.. vou me indo, que tenho algumas coisas a fazer
PAztejamos

30.1.11

Links dos Amigos

A ultima atualisação do blog (o novo layout) me fez dar uma faxinada nos widgets (já tinha falado antes). Com isso resolvi tirar aqueles links que mostravam a atualização e deixei só os nomes dos blogs amigos (estão a esquerda, embaixo).

Faltaram alguns blogs amigos e explico os motivos (o mais rápido possivel resolvo =D):

new way - o blog da Juh. Não achei no google, e não tem lugar nenhum no orkut ou facebook dela que eu consiga encontrar a conta dela do blogger pra achar o blog dela. É como se ela no mínimo nunca tivesse tido blog. Se alguém conseguir o link fico faceiro =D

o aprendiz - o blog do Rubem. Também não achei no google e nem em nada parecido. Como já havia tempo que não tinham atualizações (pelo menos ao que me constava) acho que o google acabou 'enterrando' a busca por buscas mais recentes. Me achem esse também pliz :P

incontinencia verbal - o antigo blog da Hellena. Nem sei se ela se importa que o antigo blog dela não apareça mais. Mas como ele estava na antiga lista, não custava botar de volta. Ele não é mais atualizado e existem outros blogs mais 'ativos' chamados "incontinencia verbal". Por isso ficou dificil acha-lo. Se ela se interessar mande o link pra mim ou bote ela mesmo ali (ela tem permissão de administrador mesmo =D).

Que seja. Vou tentar buscar esses blogs logo pra linkar. Enquanto isso, se alguém curtir o novo layout dá uma comentada (eu sei que pouca ou nenhuma pessoa lê isso mas... que seja xD)

Paztejamos

Costumes e Comunhão

Durante as discussões do grupo de emails da mocidade mandaram o vídeo do último estudo bíblico. Como não tinha ido, assisti na internet. O estudo está ótimo por tocar em partes fundamentais da vida em comunhão da igreja. O Miguel (nosso pastor auxiliar) usa exemplos bastante vívidos entre os irmãos, principalmente por termos uma igreja cuja existência permanece a mais de uma geração, situação propícia para surgirem os chamados "conflitos de geração", coisas relativas a usos e costumes como ter preconceito com os jovens por usarem coisas que os mais velhos normalmente não usariam. Exemplos disso podem ser 'cabelo grande', barba, calça e brincos (entre irmãs) e por aí vai. Apesar de serem coisas aparentemente bestas, são problemas que precisam ser bem esclarecidos se quisermos ter uma comunhão plena com a igreja.

Eis o vídeo:

Watch live video from www.adguaiba.com.br on Justin.tv

Me encanto com a idéia porque normalmente o nosso pastor presidente (o pastor Ibaldo) não faz esse tipo de comentário, o que torna o Miguel um tipo de "pastor jovem" que compreende o nosso lado e nos defende, sem esquecer de mostrar como nós jovens também devemos dar valor aos costumes dos mais velhos (ou mais conservadores).

Que seja
Paztejamos

29.1.11

Dois Vídeos pelo Jean Rodrigo

Outro dia estava no orkut quando um amigo chamado Jean Rodrigo postou no orkut dele dois vídeos muitíssimo interessantes que resolvi compartilhar no blog.





O primeiro faz um tipo de comentário que eu tenho minhas ressalvas. Nem tudo que ele fala é aceitável na minha humilde opinião.

O segundo é de uma argumentação simples e que cumpre com o objetivo: refutar qualquer possibilidade de que a teologia da prosperidade tem de se basear na Bíblia para existir. John Piper é realmente genial.

Paztejamos

26.1.11

Em Crise

Fico triste com a minha falta de futuro. Sou inteligente, bonito, saudável e pobre. Pobre por, talvez, opção. Ou por não saber o que fazer da vida. Só sei que estudo e acham que de mim vai sair alguma coisa. Que decepcionante.

Minha namorada diz que eu tenho que achar alguma coisa que me dê prazer. Pra ela é ler. Por ela, passa o dia lendo. Lê um livro numa sentada. Lê durante a noite e até de madrugada.

Eu passei pela filosofia, com cadeiras na economia, no direito, na matemática, na computação até cair na física. Eis a física. Um 'caminho', alguma coisa de que eu talvez goste, mas que ache cansativo e frustrante. Pelo menos aprendi sobre a ciência e de como ela pode ser 'porca'. Fazem cada coisa, enjambres máximos. Aprendemos a 'acochambrar' os cálculos, os pontos experimentais, desde as primeiras cadeiras.

A Física pode me dar algum futuro, talvez. Quem sabe ser professor é bom. Mestrado talvez, mas com o meu desempenho e esforço durante a graduação, muito pouco provavel. Talvez improvavel.

Ser professor me dá alguma perspectiva, me interessa porque me ajuda a pensar que estou construindo um futuro melhor. Que estou sendo útil, mudando o mundo, essas coisas. Gosto muito MUITO da idéia de ser professor. Mas os meus mais próximos me dizem que eu não tenho cara de professor... tenho cara de que então?

Ela - minha namorada - disse que trocaria e trocaria de curso até encontrar o que eu gosto e tenho prazer pra fazer. Mas não funciona assim, tenho que terminar alguma coisa. Já comecei coisas demais. Tenho que tomar um rumo, um sentido, seguir o fluxo, me formar pra ser alguma coisa.

Diploma de físico é o meu futuro, mas trabalhar com música seria o máximo. Não sou o melhor músico do mundo, mas adoro ADORO dar as aulas de música. Garanto que meus alunos também não me acham o máximo, devem me achar um crianção dando aula pra outras crianças, como se eu tivesse a idade deles. Não tenho, cresci, mas só de corpo, a mente continua enjaulada no amplo e vago mundo das infinitas possibilidades, de onde talvez eu não saia, fique em transe, até conseguir alguma coisa que me mantenha existindo pra poder fazer aquelas coisas que de fato eu goste de fazer - mas que não dão sustento nenhum.

Exemplo desse tipo de coisa é discutir. Como eu gosto de discutir, debater, conversar. Minha namorada disse que inveja minha criticidade. Deveria ser político. Mas se não administro minha vida, quem dirá a dos outros. Talvez a dos outros seja mais facil por não haver tanta pressão. Mas só com pressão pra eu chegar lá, destronar as familias encasteladas. E a vanguarda sempre será vanguarda. Aqueles que me apoiarem hoje vão me esculhambar amanhã. Melhor não. Como diz Raul "pode ser que eu seja eleito e alguém pode querer me assassinar".

O caso é que, no ambito 'vida real', eu sou um fracasso. Tenho tudo pra me apoiar, menos a mim mesmo. Tenho uma familia bem constituida, uma namorada perfeita, uma condição de vida razoável (não falta nada aqui em casa e ainda sobra algum). Só não tenho meu próprio empenho em me virar bem. Tomara que algum dia eu cresça, ou alguma moda que eu inventar vingue. Porque das minhas modas eu também gosto, mas só eu, mais ninguém.

Enquanto o tempo passa passo o continuar da minha vida escrevendo nesse blog. Quando ele tiver 10 anos vou ver esse texto e rir. Ou me lamentar por continuar sendo um nada.

Paztejamos

24.1.11

Novo Layout Para o Blog

Agora, antes de dormir, vou trabalhar num novo layout pro blog. Isto por vários motivos:

1- estou de saco cheio desse;
2- as coisas não estão mais cabendo direito (o youtube reformulou os espacos de vídeo e agora o tamanho padrão deles é maior q o espaço do meu blog... eu até posso escolher um espaço que caiba, mas tenho preguiça);
3- preciso dar uma reciclada naqueles widgets que ficam a direita: tem um horror e a maioria nao presta;
4- os links não se destacam direito, o que é uma bosta;
5- o ambiente do blog é muito pesado ao ser escuro;
6- quero me livrar daquele monte de propagandas. Nunca ganhei dinheiro desse google adsense porque tem q fechar 100$ ¬¬
7-... vou pensar em algo pra botar aqui depois.

enfim, peace on you (coisa q eu nao dizia a tempo).

 LEMBRETE!

esses são os blogs da lista de blogs q eu sou 'amigo'.
apé no pampa
eliasib
jussara
memorias de umbas
movimento AeO
new way
olhar incondicional
rabanetes cebolas
o aprendiz
sky
incontinenciaver

só to botando aqui pq to com preguica de criar a lista agora. Depois faço isso. flws

Little Big Arte

Estava no Sedentário e Hiperativo e achei esse vídeo dos caras imitando o jogo chamado "Little Big Planet" (que eu de imediato pensei que fosse Little Big Adventure, outro jogo lecauzinho). Tipo, eles usaram bonecos, placas e vozes (a música é a capella :X). Muito bem feito, olha:



Pra comparar olha o original (não achei a fase que eles imitaram, mas essa tem a mesma música):




________________________UPDATE!________________________
Isso que dá postar e não olhar o que postou: acabei postando em HD e fazendo uma coisa MUITO FEIA no blog. Mas tá, agora ja resolvi =D enfim.

Paztejemos

16.1.11

Várias coisas

Primeiro:

Estive pesquisando o motivo das minhas pedras nos rins. Pelo que entendi, a maioria dos casos de calculo renal é com pedras formadas por um tal de Oxalato de Cálcio, como diz no link a seguir:

http://saude.hsw.uol.com.br/calculo-renal2.htm

Ouquei, por isso o médico me sugeriu a não ingestão de cálcio através de leite e derivados, principalmente.

Desconfiei que a atual maior quantidade de ingestão de refrigerante pudesse ajudar e fui procurar para ver se tinha alguma coisa haver. Encontrei o seguinte link:

http://br.monografias.com/trabalhos2/uso-refrigerantes-saude/uso-refrigerantes-saude2.shtml

onde diz que "a comparação da urina de 24 horas antes e após o consumo de refrigerante de cola mostrou aumento da excreção de oxalato [de cálcio] em ambos os sexos; todas as outras alterações, tanto favoráveis quanto desfavoráveis para urolitíase, ocorreram unicamente em homens ou mulheres isoladamente e nunca para ambos os sexos.".

Pois bem. Refrigerantes de Cola são o meu veneno. O que me encomoda é que minha irmã tome todos os dias e não tenha sofrido com esse problema. Nem o amigo do meu irmão, que toma algo como 2 litros ao dia. Droga, isso é só pra eu parar de dizer que "sou guri novo, não preciso me preucupar com alimentação" ¬¬
__________________________________

Mudando de assunto:


Minha namorada (more te amo =D) mandou um vídeo do Felipe Neto (cujos vídeos eu normalmente não sou tão fã) que me surpreendeu. Pode estar velho e talvez até manjado, mas eu curti muito e preciso postar:





Achei muito bom. Pena que ninguém leva a sério o que ele diz :S


Enfim.


Outras coisas eu digo logo, num post sobre perspectivas. Tenho que voltar com o grupo de sangue e ver como serão as aulas de música logo.


Paztejamos.

14.1.11

Calculo Renal

[Não, dessa vez não vim aqui reclamar dos estudos. É o que indica a palavra "Renal" no título: significa que não estou falando de funções, derivadas, limites e integrais].

Sim, mais uma vez, vim aqui falar das minhas doenças. O caso é que meu corpo, não satisfeito da formação de pedrinhas na garganta, resolveu aumentar seu empreendimento com a criação de outra variedade de pedras.

Ontem passei o dia meio ruim. Nada que me fizesse sentir mal, mas estava com uma dorzinha na região pubiana, coisa que parecia vinculada a vontade de mijar, e que não passava mesmo depois de ter urinado. De noite, imediatamente antes de tomar banho, acabei por mijar sangue. Fui na emergencia e acabei ficando com duas suspeitas: ou a) eu estava com infecção urinária, ou b) eu estava com pedra no rim (tudo no singular porque a principio eu torcia pra ser uma).

Me parecia bem convicente a idéia de ter infecção urinária porque durante os quatro dias de vestibular fiquei sentado umas 4 horas no chão esperando a Priscilla terminar a prova (fiz o papel de "pai coruja mimador" que leva, espera e traz o filho durante o período de vestibular). Como o chão esteve úmido e frio, poderia ser que de fato eu estivesse infectado por algum virus ou bactéria que se aproveitou do estado de fraqueza do meu organismo num ambiente 'hostil', isso somado ao fato de eu não comer nem dormir direito durante esses dias.

Pois bem, fiz os exames hoje (bendito convenio :P é a maravilha de ter os pais separados, minha mãe obrigou meu pai judicialmente a manter um plano de saúde - a Hellena deve estar me odiando, já que ela vive sequelada e sofre meses e meses com as filas do nosso SUS, coisa que o Lula vivia elogiando mas que, covenhamos, é uma bosta). Apontou que estou com pedraS noS rimS - detalhe para os "S" maiúsculos. Uma no rim esquerdo, e duas no rim direito, além de outra a caminho da bexiga através do uretér.

Pelo que o médico falou, seria bem provavel que se a pedra tivesse no máximo 4mm ela fosse eliminada pela urina. Não digo "tranquilamente" porque ao que me consta esse caminho é tortuoso e estreito, motivo pelo qual essa "ejeção" é conhecida como causadora da "pior dor do mundo". A minha, pra meu super-conforto tem 7mm, o que significa que ou 1) vou sofrer absurdamente indescritivelmente até que consiga mijar a maldita ou 2) não vou consiguir mijá-la.

As outras tem 5mm (uma delas) e 3mm (as outras duas). Sugiro que quem queira se identificar com minha causa pegue uma régua, veja quanto mede esses tamanhos e tente observar se sua "abertura externa" tem esse diâmetro.

Estranhamente não estou sentindo dores durante o caminho da minha pedra. Senti algumas dores ontem, como eu disse, mas nada que se compare a pior dor do mundo. Sentia uma dor comparável a ter dormido de mal jeito (apesar de não ter nada a ver, é mais ou menos a mesma intensidade).

Quando eu finalmente botar essas pedras pra fora, vou fazer um colar ou uma pulseira das minhas pedras xD Espero que não doa, sério, porque tenho bastante medo :XXXX

Segundo médico, tomar bastante água e fazer exercícios ajuda na ejeção das pedras. Hoje passei o dia tomando água, quero ver se nos proximos dias invento uma atividade física.

Enfim... Estou cochilando enquanto escrevo este post.
Paztejamos
_____________________________ CONTINUAÇÃO ______________________

Ontem estava MORRENDO de sono enquanto escrevia, por isso não estava saindo mais nada que preste. Resolvi escrever depois de dormir, o que significa "hoje, agora, now", 11:56 do dia 15.01.2011! =D

O que faltou dizer? Bom, quando cheguei no consultório disse que achava que era uma infecção, teoria que foi minimizada pelo médico ao dizer que, ao se tratar de pedra, mijar sangue aparece como um dos primeiros sintomas, enquanto na infecção isso é mais dificil e tardio. Ele começou a descrever minha possivel dor pra mim mesmo e conforme ele dizia eu botava as mãos na cabeça. Ao fim ele disse "o que foi?!" e eu "droga, pára! Tu ta acertando, queria que estivesse errado! :P" UEHAUEHAUHEHUA

Na ecografia abdominal, o doutor que me atendeu se formou junto com o Pastor Miguel (os dois médicos que me atenderam são bons de conversa, simpáticos). Ele me disse que as pedras são formadas por sódio e/ou sal, e que eu deveria controlar um pouco mais a alimentação. Mais do que isso eu não sei, o que significa que nos próximos dias devo (de "dever", que significa que eu 'preciso'; não que eu vou de fato) procurar um nutricionista pra controlar melhor minha alimentação. Ontem já não comi queijo, chocolate ou leite (coisas que eu, ao longo do dia, estive tentado a comer :P).

Falta pegar o resultado final do exame de urina (que o médico cismou em chamar de EQU, com pronuncia de cada letra em ingles - se não, imagina, ele me mandando fazer um "ecú" xD) pra saber se eu estou com algum tipo de infecção também, já que as doenças não são excludentes. Se bem que, se levar em conta o meu bem estar, acho que não vou ter nada =D

É isso. Acho que agora terminei mesmo, não tenho nada a acrescentar mais.
Paztejamos

13.1.11

Justificativa das Minhas Não Postagens

Não tenho estado muito frequente no blog. Quando posto, é ctrlC ctrlV de outros posts, ou escrevo pouco.

Isso é questão de férias. Tenho ficado bastante na bolsa, e quando não, estou com a Priscilla ou com a familia.

Também tive problemas com a formatação do computador, o que me fez perder um pouco do tempo livre do pc.

Hoje de noite mijei sangue, fui no médico e descobri uma possibilidade de ter pedras nos rins ou infecção urinária. Na real me diverti com a idéia, isso enquanto não vem a dor. Se for infecção melhor, vai e passa, só tomar remédio. Se for pedra, putz, to ferrado.

Acho que se eu tiver que ficar em casa vou acabar postando mais mesmo. Isso depois de virar o Dragon Quest 8, que ainda não terminei ¬¬

A bolsa está acabando, depois do dia 19 fico definitivamente de férias mesmo =DDD

Enfim. Paztejamos. E tomara que eu não sofra :P

10.1.11

O que eu não quero me tornar

Eis uma coisa que eu sempre tenho que cuidar pra não me tornar.

fonte: http://blogcaminho.blogspot.com/2011/01/os-novos-saduceus.html

Os Novos Saduceus




E Jesus disse-lhes: Adverti, e acautelai-vos do fermento dos fariseus e saduceus. (Mt 16:6)
  
Os saduceus, partido oposto à seita dos fariseus, compunham-se de um número comparativamente reduzido de homens educados, ricos e de boa posição social. Negavam a ressurreição e juízo futuro, afirmavam que a alma morre com o corpo (Mt 22. 23-33; At 23. 8), negavam a existência dos anjos e dos espíritos (At 23. 8), e também diziam que Deus não intervém nos atos de nossa vida, quer sejam bons, quer não.¹


Enquanto os fariseus se preocupavam com o cumprimento das exterioridades da lei, e ainda por cima a todo custo e sem misericórdia, os saduceus iam por outro caminho: o da elegante "racionalidade espiritual". Assim, já chegavam contando complexas estorinhas-de-muito-pelo-em-ovo-típicas-de-quem-não-tem-o-que-fazer-e-muito-menos-crer ("a anja vai casar com qual anjo, Senhor??"), ou olhando com o rabo do olho no meio da discussão, ironizando e pedindo evidências ("e tentando-o, pediram-lhe um sinal do céu"). E por aí vai...

O problema dos saduceus era que, apesar de procurarem seguir a literalidade das escrituras, a faziam em espírito vazio, e consequentemente, em desobediência liberal, relativizando a Palavra de Deus pra adequá-la aos limites de até onde ia suas próprias percepções. Assim, como a fé deles estava escorada apenas no que conseguiam ver e entender, então simplesmente não admitiam o sobrenatural, como a ressurreição, por exemplo.

Não é de se estranhar, portanto que, estes mesmos, depois de presenciarem muitos milagres durante o crescimento da Igreja, "tomaram-se de inveja" e prenderam os apóstolos (At 5:12-18).

Mas talvez pelo NT citar muito mais os fariseus (e os problemas que Jesus teve com estes), costumamos imaginar que a doutrina dos saduceus era um problema menor, que os fariseus são mais presentes em nossos dias, e que é apenas com esse lado do pêndulo que precisamos tomar cuidado. 

Mas em várias passagens percebemos que tanto fariseus como saduceus "chegavam juntos" pra encher a paciência de Jesus, e que ambos no fundo, no fundo, eram apenas dois diferentes lados...mas da mesma moeda.

E isso tudo não começou no NT. Até na queda do homem percebemos os argumentos tanto legalistas como liberais usados pela serpente em sequência, ambos mentirosos:

"É assim que Deus disse: Não comereis de toda árvore do jardim?" (tentativa de acréscimo de algo à Palavra, incitando acolher-se um mandamento não-mandado);

e...

"Então a serpente disse à mulher: É certo que não morrereis (tentativa de subtração de algo da Palavra, incitando à dúvida sobre se o mandamento seria realmente mandamento a ser seguido ou papo-furado de Deus...).

A questão é: ser legalista não é nem um pouco pior do que ser liberal!
Ambos são apenas dois lados da mesma moeda: a tentativa de relativização e corrupção da Palavra de Deus.²

Aliás, segundo diz a história, [...] é possível que os saduceus tenham começado por negar as doutrinas expressamente ensinadas na letra da Escritura, e mais tarde renderam-se influência da filosofia grega, adotaram os princípios aristotélicos, recusando-se a aceitar qualquer doutrina que não pudesse ser provada pela razão pura.¹

Aqui também, pelo menos pra mim, nenhuma surpresa, pois já vi gente que há muito já se perdeu em seus infinitos achismos cult, e hoje nem mais sabe bem em quem realmente crê. Às vezes até dizendo, na cara dura: "geeeentem...o cânon não é de Deus, é do homem..."

Estado permanente de descrença, filosofice pra tudo, e a própria pseudointelectualidade como norte da vida...enfim, cristãos pra quem parece que o testemunho da Palavra pura e simples é algo "básico demais"...simplesmente não basta e até é meio brega!  Tem sempre que ter um monte de porquês, etc, etc...mas claaaaro, sempre escorados na piedosa idéia de que "eu, pelo menos estou sendo sincero comigo mesmo, né..."

O problema é esse jeito pouco simples de crer.
  
"O que vejo é que estes, diferentemente dos falsos profetas e dos lobos, fazem seu próprio mal; posto que sejam mornos, sem intrepidez, sem disposição para além do discurso...
Portanto, sendo educados, parecem ganhar pela polidez de suas dúvidas o direito de existir em crise; sendo cavalheiros e finos, parecem poder caminhar em descrença aceitável; estando sempre em dúvida acerca de algo [...] mesmo assim continuam a discutir sobre o “tema Jesus”...
E, com isso..., se fazem passar por gente que duvida em razão de serem íntegros em relação à própria fé... Posto que sendo articulados, tornam seus conflitos elogiáveis, pois são ditos com benditas palavras psicológicas e filosóficas; e, sendo humanos no expressar seu sentir, ganham o direito de existir em dor, pois, sem dor de crise parece não existir real humanidade; tendo cultura, aparentemente dão aos demais crentes, menos instruídos, a sensação de que eles, os cult, os cultos, os sensíveis, são assim em razão de seu saber, da profundidade do seu sentir, e das angústias decorrentes de sua humanidade superior a dos demais...!" (Caio Fábio) ³

O problema é esse jeito pouco simples de crer!
Ter crises de fé é uma coisa. Mas cultuar a falta crônica de fé como algo chique é pecado, e nada mais. É pura enganação do diabo, e que simplesmente nos paralisa no crescimento na nossa fé. 
Enfim, é pura vaidade!...sobre a qual Jesus é bem simples e direto na resposta: "Errais, não conhecendo as Escrituras e nem o Poder de Deus!"

A quem assim se sente, o chamado de Jesus é para que dê um basta nesse cult e preguiçoso conformismo, tome coragem de jogar-se aos aos pés Dele...e chorar...e dizer: "Senhor, eu creio! Ajuda-me na minha falta de fé"! (Mc 9:24).


Marcelo Marini


Referências:
¹ www.vivos.com.br (fonte inicial: Dic. da Bíblia John Davis)
² Pr. Caio Fábio: pregação "A Síndrome de Eva"
³ Pr. Caio Fábio: link "Aos crentes na dúvida sobre Jesus..."
 

9.1.11

Dilma, Seu Crucifixo e Sua Bíblia

Entrei no Google Reader hoje de noite. Entro as vezes quando não tenho o que ler na internet e não posso fazer outra coisa. Li primeiro esse post do Blog do Sakamoto (que eu já ouvi falar, mas nunca li a sério):

Dilma tira crucifixo do Gabinete. Falta o resto do país

Li mais alguns 'links recomendados' (forma como o Google Reader chama a série de links aleatórios que ele disponibiliza), acho que um ou dois mais sobre a Dilma e cheguei nesse:

Folha tira Bíblia e Crucifixo do Gabinete de Dilma
http://www.viomundo.com.br/voce-escreve/folha-tira-biblia-e-crucifixo-do-gabinete-de-dilma.html

Gostei do que minha prima disse quando viu: "comentários fúteis para vidas fúteis".

Não importa muito o que a Dilma faz ou deixa de fazer com os símbolos religiosos que ela possui. Mesmo que fosse uma cruz invertida e um pentagrama, se ela fizesse um governo democrático, autentico e bom, gostaria dela porque ela fez o que se propôs fazer. Religião não se enfia guela abaixo e cada um acredita no que quer. Não me encomoda muito também se a Folha disse e não é, ou se é e alguém diz que não, que se dane.

Agora sobre o comentário do Sakamoto sobre ser interessante tirar todos os símbolos religiosos dos órgãos públicos. Os simbolos religiosos em espaço público fazem parte da tradição histórica do país. Não é porque o Estado é laico que não pode ter tradição. Se algumas 'raízes históricas' são ruins, como ele comentou, outras são interessantes e legais, como por exemplo os dias da semana: nossa história estipulou 7 e com respectivos nomes. Se é pra terminar com as 'raízes históricas', por que não escolhemos uma semana de 10 dias, ou 15? ou quem sabe um numero que tenha entre seus multiplos o numero 365, para nos poupar o inconveniente de mudar o dia da semana de cada dia do mes a cada ano que se passa.

Ou o que dizer se, por exemplo, fosse proibido o chimarrão em repartições públicas? Ora, nem todo mundo é gaucho, nem todo mundo gosta dessa bebida. Se um baiano ou um pernambucano for atendido num órgão público do Rio Grande do Sul, talvez se sinta 'menorizado' por ver um símbolo tão 'agressivo' vinculado ao Estado [ironia aqui bem forte].

Vi alguém comentar ainda "tem que ter espaço pra símbolos de todas as religiões". Fica a minha alerta, são menos símbolos que se espera. Muitas crenças usam a estrela de Davi, ou o YinYang, ou a Cruz mesmo. Eu particularmente não sou contra, mas acho que os crucifixos estão lá, não por uma obrigação forçada, como se o Estado tivesse mandado botar lá, mas porque alguém sente algo amor pelaa tradição ou pela religião mesmo e colocou espontaneamente aquilo lá, por carinho, sem afrontas ou coisas parecidas. E lá ficou, onde todos contemplam, para mostrar o quão enraizado com o cristianismo o Estado está. Se sair botando outros símbolos forçadamente, vai me parecer coisa de gente chata que quis implicar e dar 'direitos iguais' a coisas inanimadas. Parece coisa de burocrata, enfim.

Enfim, religiões não são símbolos, símbolos não são religiões. Ter uma cruz num tribunal não implica que ele é cristão, nem que vá tomar decisões que 'agradem a Deus'. Símbolos são apenas símbolos e se alguém botou lá é porque gostou da idéia, sem ocorrer que um chato ia dizer "ah, mas eu não sou dessa religião e não gostei; tira tudo". Botou lá porque acha bonito e deu.

Se quiserem tirem tudo, não vai mudar minha vida. Mas que é uma bobagem geral, é.

Paztejamos

Aumento dos Professores = Aumento dos Parlamentares

Simon e Buarque querem para professores mesmo aumento de senadores


Professores podem ter o mesmo reajuste salarial dos senadores
sugestão do leitor Marcelo Abreu, via e-mail

Os senadores Cristovam Buarque e Pedro Simon apresentaram hoje (16) projeto de lei estendendo o mesmo reajuste salarial concedido aos senadores para o Piso Salarial Profissional Nacional para os professores da educação básica das escolas públicas brasileiras.

Com o reajuste de 61,78% do aumento dos senadores, o piso salarial dos professores passará de 1.024,00 para R$ 1.656,62, valor inferior ao valor pago aos parlamentares a cada mês: R$ 26.723,13.

Para o senador Cristovam Buarque, a desigualdade salarial é substancial, talvez a maior em todo o mundo, com conseqüências desastrosas para o futuro do Brasil.

Na opinião do senador, a aprovação do reajuste de 61,78% para os professores da educação básica permitirá, ao Senado, uma demonstração mínima de interesse com a educação das nossas crianças e a própria credibilidade da Casa.

Para assinar, clique aqui.
________________________________________
Copiado e colado diretamente do Google Reader. Melhor notícia que já li em séculos. Mas mesmo assim ainda quero a diminuição dos absurdos salários dos parlamentares.

Paztejamos

8.1.11

Bucky

Postei no facebook o seguinte trecho de uma música:

"agarro o sonho e vou
eu vou procurar
sigo em frente é o meu destino
não importa o lugar
coragem eu terei 
...e nada pode me deter
eu vou sem medo de nada

e eu enfrentarei e derrotarei todo aquele que for mal
não discansarei
coragem eu terei
e nada pode me deter
eu vou sem medo de nada
e eu enfrentarei!

"
E perguntei: "que que acham dessa música gospel? :P"

Só uma amiga que eu imagino que não conheça a música comentou. Acho o cúmulo esse tipo de letra pra tratar de Deus.

O outro que comentou, o Felipe, creio que já conhece a música.

A verdade é que essa música não é gospel, é de um anime, Bucky... é a música de abertura.



A verdade é que um desavisado poderia acreditar facilmente que essa música faz parte da geração de gospels mais atual, já que a letra trata de 'alcançar sonhos', tema que coincide com essa linhagem de música. O evangelho está tão 'subliminar' na música gospel que é facil enganar alguém dizendo que uma letra qualquer sobre 'atingir o objetivo' seja desse estilo. Vejamos por exemplo outra música.

Garanto que se algum cantor gospel famoso cantasse essa letra, provavelmente ela seria cantada e recantada em toda igreja que ser fã desse cantor, mesmo essa música não falando nada sobre Deus ou Jesus.

Enfim... só um comentário. Que seja. Paztejamos

1.1.11

Bebida não faz mal a ninguém 8-)

 
Nesses tempos de festas de fim de ano sempre ficamos contando os minutos pra chegar a meia noite, vermos os fogos e estorarmos champagne. Mas não em todas as casas.

Alguns de nós até querem, mas tem em si a culpa no ato de tomar alguma coisa alcoólica e por isso ficam sem a última parte do 'ritual'.

Da mesma forma no inverno, principalmente aqui no sul, é ótimo ter um vinho em casa pra tomar quando dá aqueles frios de não querer sair de debaixo do chuveiro. Ou também um vinho pra relaxar depois de um dia cansativo ou movimentado. Hoje mesmo foi um desses dias e agora, enquanto vos escrevo, tenho um copo de vinho ao meu lado pra logo em seguida cair na cama derrubado pelo 'suco da videira'.

Mas, como eu ia dizendo, no meio do nosso evangelicalismo as vezes não há lugar para alcool e acabamos nos privando de um 'bom humor/bem estar social' que o alcool nos provê com alguns goles.

Na verdade, a Bíblia é bem enfática quanto aos que bebem demais: Paulo diz que os beberrões não herdarão o Reino dos Céus. Mas não critica a boa prática do consumo de alcool: Jesus transformou água em vinho depois de o vinho ter acabado numa festa de casamento, e detalhe, já se iam 3 dias de festa - o que significa que já tinham tomado BASTANTE vinho :P

Poderia descrever de maneira bem 'extensa' minha opinião que já deve ser bem típica para aqueles que me conhecem. Mas resolvi dizer isso de maneira mais sucinta.

Em síntese minha tese sempre é a seguinte: não vejo como essa ou aquela prática comum pode me aproximar ou me afastar de Deus se não houverem más intensões. Não vejo porque Deus me condenaria por usufruir de uma liberdade que Ele mesmo me deu. Não digo isso de maneira descompromissada como alguém pode interpretar. Digo com a idéia de que Deus me deu da Sua Graça, que me Salva, me purifica e me direciona as boas e bem vistas obras.

Por outro lado aceito que algumas pessoas, por uma mente mais fechada, ou por considerarem meio caminho para o pecado fazerem isso ou aquilo, não o façam. Só não aceito que condenem aos que fazem.

O que me perturba é que existem muitas regras, muitos 'nãos' a dizer e bebida é um enfático aqui no Brasil. Aqui no Brasil porque até onde me consta na Alemanha os crentes não podem beber café, mas o chopp é liberado :P

O que me incentivou esse post é um tipo de coisa bem típica. Nesses últimos dias de reuniões familiares estavamos entre várias pessoas, crentes ou não, e quando crentes, de várias denominações. Entre nós alguns não bebiam, outros não assistiam a novelas, outros não queriam ver a missa do galo, outros não gostavam da xuxa porque ela fez um pacto com o capeta, outros estavam cagando pra tudo isso e queriam mais é se divertir. Portanto o conceito "coisa de crente" ficou momentaneamente um tanto vago.

Terminando com uma frase um tanto profana para alguns, mas completamente verdadeiras para outros. Se Jesus é Vida:

"Eu bebo sim, estou vivendo; tem gente que não bebe e está morrendo."
 Elza Soares (acho)
Paztejamos