Pesquisa neste blog =D

14.1.11

Calculo Renal

[Não, dessa vez não vim aqui reclamar dos estudos. É o que indica a palavra "Renal" no título: significa que não estou falando de funções, derivadas, limites e integrais].

Sim, mais uma vez, vim aqui falar das minhas doenças. O caso é que meu corpo, não satisfeito da formação de pedrinhas na garganta, resolveu aumentar seu empreendimento com a criação de outra variedade de pedras.

Ontem passei o dia meio ruim. Nada que me fizesse sentir mal, mas estava com uma dorzinha na região pubiana, coisa que parecia vinculada a vontade de mijar, e que não passava mesmo depois de ter urinado. De noite, imediatamente antes de tomar banho, acabei por mijar sangue. Fui na emergencia e acabei ficando com duas suspeitas: ou a) eu estava com infecção urinária, ou b) eu estava com pedra no rim (tudo no singular porque a principio eu torcia pra ser uma).

Me parecia bem convicente a idéia de ter infecção urinária porque durante os quatro dias de vestibular fiquei sentado umas 4 horas no chão esperando a Priscilla terminar a prova (fiz o papel de "pai coruja mimador" que leva, espera e traz o filho durante o período de vestibular). Como o chão esteve úmido e frio, poderia ser que de fato eu estivesse infectado por algum virus ou bactéria que se aproveitou do estado de fraqueza do meu organismo num ambiente 'hostil', isso somado ao fato de eu não comer nem dormir direito durante esses dias.

Pois bem, fiz os exames hoje (bendito convenio :P é a maravilha de ter os pais separados, minha mãe obrigou meu pai judicialmente a manter um plano de saúde - a Hellena deve estar me odiando, já que ela vive sequelada e sofre meses e meses com as filas do nosso SUS, coisa que o Lula vivia elogiando mas que, covenhamos, é uma bosta). Apontou que estou com pedraS noS rimS - detalhe para os "S" maiúsculos. Uma no rim esquerdo, e duas no rim direito, além de outra a caminho da bexiga através do uretér.

Pelo que o médico falou, seria bem provavel que se a pedra tivesse no máximo 4mm ela fosse eliminada pela urina. Não digo "tranquilamente" porque ao que me consta esse caminho é tortuoso e estreito, motivo pelo qual essa "ejeção" é conhecida como causadora da "pior dor do mundo". A minha, pra meu super-conforto tem 7mm, o que significa que ou 1) vou sofrer absurdamente indescritivelmente até que consiga mijar a maldita ou 2) não vou consiguir mijá-la.

As outras tem 5mm (uma delas) e 3mm (as outras duas). Sugiro que quem queira se identificar com minha causa pegue uma régua, veja quanto mede esses tamanhos e tente observar se sua "abertura externa" tem esse diâmetro.

Estranhamente não estou sentindo dores durante o caminho da minha pedra. Senti algumas dores ontem, como eu disse, mas nada que se compare a pior dor do mundo. Sentia uma dor comparável a ter dormido de mal jeito (apesar de não ter nada a ver, é mais ou menos a mesma intensidade).

Quando eu finalmente botar essas pedras pra fora, vou fazer um colar ou uma pulseira das minhas pedras xD Espero que não doa, sério, porque tenho bastante medo :XXXX

Segundo médico, tomar bastante água e fazer exercícios ajuda na ejeção das pedras. Hoje passei o dia tomando água, quero ver se nos proximos dias invento uma atividade física.

Enfim... Estou cochilando enquanto escrevo este post.
Paztejamos
_____________________________ CONTINUAÇÃO ______________________

Ontem estava MORRENDO de sono enquanto escrevia, por isso não estava saindo mais nada que preste. Resolvi escrever depois de dormir, o que significa "hoje, agora, now", 11:56 do dia 15.01.2011! =D

O que faltou dizer? Bom, quando cheguei no consultório disse que achava que era uma infecção, teoria que foi minimizada pelo médico ao dizer que, ao se tratar de pedra, mijar sangue aparece como um dos primeiros sintomas, enquanto na infecção isso é mais dificil e tardio. Ele começou a descrever minha possivel dor pra mim mesmo e conforme ele dizia eu botava as mãos na cabeça. Ao fim ele disse "o que foi?!" e eu "droga, pára! Tu ta acertando, queria que estivesse errado! :P" UEHAUEHAUHEHUA

Na ecografia abdominal, o doutor que me atendeu se formou junto com o Pastor Miguel (os dois médicos que me atenderam são bons de conversa, simpáticos). Ele me disse que as pedras são formadas por sódio e/ou sal, e que eu deveria controlar um pouco mais a alimentação. Mais do que isso eu não sei, o que significa que nos próximos dias devo (de "dever", que significa que eu 'preciso'; não que eu vou de fato) procurar um nutricionista pra controlar melhor minha alimentação. Ontem já não comi queijo, chocolate ou leite (coisas que eu, ao longo do dia, estive tentado a comer :P).

Falta pegar o resultado final do exame de urina (que o médico cismou em chamar de EQU, com pronuncia de cada letra em ingles - se não, imagina, ele me mandando fazer um "ecú" xD) pra saber se eu estou com algum tipo de infecção também, já que as doenças não são excludentes. Se bem que, se levar em conta o meu bem estar, acho que não vou ter nada =D

É isso. Acho que agora terminei mesmo, não tenho nada a acrescentar mais.
Paztejamos

Um comentário:

  1. Porra velho, pedra no rim é tenso. Já tive essa desgraça também e sei que dói demais.

    Se confirmar teu caso mesmo experimenta tomar o Rowatinex, me recomendaram e ajudou bastante.

    ResponderExcluir