Pesquisa neste blog =D

23.2.11

Vespeiro?

Minha namorada me sugeriu uma coisa que não tinha pensado ainda: aplicar a minha chatice fiscal à administração da nossa igreja. Até agora só fiquei no pé da Câmara dos Vereadores, mas com pouco esforço até agora porque tenho outras prioridades. Na medida do possível resolvi que quero desvendar o orçamento da nossa igreja: quanta capta, quanto investe, qual o salário dos irmãos integrados, etc.

Minha mãe disse que não acha uma boa idéia e que eu vou 'me chatear' com isso, mas estou apostando. Na verdade não tenho desconfiança de que hajam 'irregularidades' na nossa contabilidade eclesiástica, mas talvez hajam "empregos indevidos" de capital que poderia muito bem ser investido em coisas mais úteis.

Digo isso porque, por exemplo, sempre existe dinheiro disponível para pagar a viagem de um pregador para um culto especial aqui, e sempre dá-se um jeito para o financiamento de eventos (como a cantata), sem falar que sempre há recursos que paguem coffee-breaks, além de reformas em estruturas de templos. Em contraste a isso, nossos irmãos da música ou da mocidade (para não citar outros) estão sempre contatando os irmãos publicamente para se comoverem e ajudarem no financiamento de algum instrumento musical ou evento que esteja sendo promovido.

Os exemplos são ilustrativos mas não mudam o fato de que se fazemos parte de uma instituição onde circula dinheiro e é parte da nossa cidadania saber onde, como e por que os recursos são usados do jeito X e não do jeito Y, sem deixar de palpitar, discutir e colocar em público.

O rigor dos membros de uma instituição expõe o quão séria ela é. Se "damos nosso dízimo" e pronto, achando que "já fizemos nossa parte", estamos sendo desleixados e irreverentes com a Obra do Senhor, além de que é ensino Bíblico que saibamos se está sendo bem empregado nosso dinheiro.

Enfim. Seja meu comentário. Falarei mais sobre isso quando conversar com os irmãos tesoureiros, administradores e afins, para ter seus relatórios.

Paztejamos

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Dá um apoio moral pro blogueiro aqui.
Comenta aí ó: