Pesquisa neste blog =D

29.4.11

Que Deus NÃO nos livre de um país evangélico

O bispo anglicano Robinson Cavalcanti, em reação ao texto "Deus nos livre de um Brasil evangélico", escreveu o texto a seguir:



“Uma primeira constatação é que estamos ainda distantes de ser um “país evangélico”: quarenta milhões da população é formada por miseráveis; uma insegurança pública generalizada; uma educação pública de faz-de-conta; uma saúde pública caindo aos pedaços, assim como as nossas estradas, a corrupção endêmica no aparelho do Estado, o consumo da droga ascendente, prostituição, discriminação contra os negros e os indígenas, infanticídio no ventre, paradas de orgulho do pecado, uma das maiores desigualdades sociais do mundo. Uma grande distância do exemplo de vida e dos ensinamentos de Jesus de Nazaré, cujas narrativas e palavras somente conhecemos por um livro chamado de Bíblia, que o mesmo citava com frequência, e que foi organizado por uma entidade fundada pelo próprio: uma tal de Igreja. Uma grande distância da ética e da “vida abundante” apregoada pelas Boas Novas, o Evangelho.

Percebemos sinais do sagrado cristão em nossa História e em nossa Cultura, mas, no geral, ficando na superfície. Se os símbolos importassem tanto, o Rio de Janeiro, com aquela imensa estátua do Cristo Redentor, deveria ser uma antecâmara do Paraíso.

Como cidadão responsável, e como cristão, como eu gostaria que o meu País fosse marcado pela justiça, pela segurança, pela paz, fruto do impacto das Boas Novas, do Evangelho. Sinceramente, gostaria muito que tivéssemos um Brasil mais evangélico.

Fico feliz que Deus não tenha nos livrado da imigração dos protestantes alemães, suíços, japoneses, coreanos, e tantos outros. Fico feliz pelo seu trabalho e por sua fé.

Fico feliz por Deus não nos ter livrado do escocês Robert R. Kalley, médico, filantropo e pastor escocês, fugindo do cacete na Ilha da Madeira (Portugal), pioneiro da pregação do Evangelho entre nós, nos deixando as igrejas congregacionais. Ele nem era norte-americano, nem fundamentalista, pois esse movimento somente surgiria meio século depois. Eram norte-americanos, e também não-fundamentalistas os pioneiros das igrejas presbiteriana, batista, metodista e episcopal anglicana que vieram ao Brasil na segunda metade do século XIX.

Fico feliz por Deus não nos ter livrado desses teimosos colportores que varavam os nossos sertões sendo apedrejados, vendendo aquelas Bíblias “falsas”, cuja leitura, ao longo do tempo, foi tirando gente da cachaça e dos prostíbulos, reduzindo os seus riscos de câncer de pulmão, cuidando melhor de sua família, como trabalhadores e cidadãos exemplares.

Fico feliz por Deus não ter nos livrado desses colégios mistos, desses colégios técnicos (agrícolas, comerciais e industriais), trazidos por esses missionários estrangeiros, em cujo espaço confessei a Jesus Cristo como meu único Senhor e Salvador. E, é claro, tem muita gente agradecendo a Deus por não nos ter livrado do voleibol e do basquetebol introduzido pioneiramente nesses colégios… nem pelo fato do apoio à Abolição da Escravatura, à República ou ao Estado Laico.

Por essas e outras razões, é que vou comemorar (com uma avaliação crítica) com gratidão, dentro de seis anos, os 500 anos da Reforma Protestante do Século XVI, corrente da Cristandade da qual sou militante de carteirinha desde os meus dezenove anos.

Essa gratidão ao Deus que não nos livrou dos protestantes de imigração e dos protestantes de missão, inclui, sinceramente, os protestantes pentecostais, herdeiros daquela igreja original, dirigida por um negro caolho (afro-descendente portador de deficiência visual parcial, na linguagem do puritanismo de esquerda, conhecido por “politicamente correto”)…, mas que abalaria os alicerces religiosos do mundo. Eu mesmo sou um velho mestiço brasileiro e nordestino, e não me vejo como um ítalo-luso-afro-ameríndio de terceira idade…

Olhando para o termo “evangélico”, usado sistematicamente na Inglaterra, a partir de meados do século XIX, como uma confluência da Reforma e de alguns dos seus desdobramentos, como o Confessionalismo, o Puritanismo, o Pietismo, o Avivalismo e o Movimento Missionário, com paixão missionária pelo Evangelho que transforma, dou graças a Deus que Ele não nos tenha livrado da presença dos seus seguidores e propagadores. Até porque, por muito tempo, não tivemos presença fundamentalista (no sentido posterior) e nem do liberalismo, pois esses últimos são bons de congressos e revoluções de bar, mas não muito chegados a andar de mulas por sertões nunca antes trafegados…

Minha avó é quem dizia que “toda família grande vira mundiça”, se referindo ao fato de que quando qualquer instituição, grupo ou movimento social cresce, é inevitável que ao lado do crescimento do trigo haja um aumento significativo do joio. Nesse sentido, o protestantismo e o evangelicalismo brasileiro são normais (com desvios e esquisitices), mas, garanto que temos muitíssimo mais trigo (às vezes armazenados nos celeiros, quando deveriam estar sendo usados nas padarias). No meu tempo só tinha crente militante e desviado; depois apareceram os descendentes, os nominais, os de IBGE, os bissextos e os ocasionais.

No sentido histórico dou graças a Deus pelo localizado movimento fundamentalista nos Estados Unidos, em reação ao racionalismo liberal, pois também afirmo a autoridade das Sagradas Escrituras, o nascimento virginal, a cruz expiatória, o túmulo vazio e a volta do Senhor. Depois o termo foi distorcido por um movimento sectário, antiintelectual, racista, e hoje é aplicado até ao Talibã, em injustiça à proposta original

Quanto ao Tio Sam, nem todo republicano é evangélico, nem todo evangélico é republicano, embora, de época para época, haja deslocamentos religiosos-políticos naquele país. Eu mesmo não tenho muita simpatia (inclusive aqui) pelo Partido do Chá (Tea Party), pois tenho longa militância no Partido do Café e no Partido do Caldo de Cana com Pão Doce.

A Queda do Muro de Berlim assinalou o ocaso da modernidade e o início de uma ainda confusa pós-modernidade, com a mundialização da cultura anglo-saxã, no que tem de bom e no que tem de mau, mas, como nos ensina Phillip Jenkins, a Cristandade está se deslocando do hemisfério Norte para o hemisfério Sul, e, inevitavelmente, revelamos nossas imaturidades, que devem e podem ser superadas.

Agora, todo teólogo, historiador ou sociólogo da religião sérios, perceberá a inadequação do termo “protestante” ou “evangélico” (por absoluta falta de identificação caracterizadora) com o impropriamente chamado “neo-pentecostalismo”, na verdade seitas para-protestantes pseudo-pentecostais (universais, internacionais, mundiais, galáxicas ou cósmicas), e que é algo perverso e desonesto interpretar e generalizar o protestantismo, e, mais ainda, o evangelicalismo brasileiro, a partir das mesmas.

O avanço do Islã e a repressão aos cristãos onde eles dominam é um “óbvio ululante”, a defesa da vida em relação ao aborto, à eutanásia, aos casais que não querem ter filhos, ao homossexualismo, o atentado ao meio ambiente (“cultura da morte”) é coerente com o princípio da Missão Integral da Igreja na “defesa da vida e da integridade da criação”.

A identidade evangélica se faz por um rico conteúdo e não por antagonismo ou relação reativa a conjunturas.

Sabemos que o mundo jaz do maligno, que o evangelho será pregado a todo ele, mas não que todos venham a se converter, e que descendentes de cristãos nem sempre continuam nessa fé. Assim, o Brasil nunca será um País totalmente cristão, protestante ou evangélico, mas creio que será bem melhor com uma Igreja madura que, sem fugas alienantes, adesismos antiéticos ou tentações teocráticas, possa “salgar” e “iluminar” com os valores do Reino.

Para isso necessitamos (na lícita diversidade protestante quanto a aspectos secundários e periféricos) de líderes sólidos e firmes, vestindo a camisa do nosso time com entusiasmo e garra para o jogo, sem se perderem em elucubrações estéreis, de quem já perdeu a fé na Palavra, não acredita mais na Queda, nem na Redenção, nem na singularidade de Cristo, deixando uma geração órfã de heróis.

Assim, espero que Deus não nos livre dessa presença cultural transformadora; que Deus não nos livre de ser, cada vez mais, um País evangélico.

A Ele, Onipotente, Onisciente e Onipresente, Senhor do Universo e da História, com os anjos e arcanjos, coma Igreja Triunfante e a Igreja Militante, intercedendo por todos que atravessam crises espirituais, seja toda a honra e toda a glória!”


Robinson Cavalcanti

28.4.11

"Tipos" de Cristo no Antigo Testamento, mais os livros apócrifos

Sabe-se da mania de certos pregadores - pentecostais em geral - de encontrar tipos e imagens de Cristo, a torto e a direito, em cada um dos 66 livros da Bíblia. Alguns fazem sentido; outros, nem tanto; e há os absurdos.



Aqui está uma lista de tipos nos livros do Antigo Testamento, conforme o livro "Bibliologia", da EETAD:



Em Gênesis, é a Semente da Mulher,

Em Êxodo, é o nosso Cordeiro Pascal;

Em Levítico, é nosso Sumo Sacerdote;

Em Números, é a Coluna de Fogo e a Nuvem de Dia;

Em Deuteronômio, é o Profeta no Meio do Povo;

Em Josué, é o Capitão do Exército do Senhor;

Em Juízes, é o nosso Juíz e Libertador;

Em Rute, é o nosso Parente Remidor;

Em I Samuel, é o nosso Profeta;

Em II Samuel, é o nosso Sacerdote;

Em I Reis, é o Rei Sábio;

Em II Reis, é o Rei Fiel;

Em I Crônicas, é o Grande Monarca;

Em II Crônicas, é o Monarca que Permanece;

Em Esdras, é o Grande Escriba;

Em Neemias, é o nosso Restaurador;

Em Ester, é o nosso Escape da Morte;

Em Jó, é o nosso Redentor que Vive;

Em Salmos, é o nosso Pastor;

Em Provérbios, é a Sabedoria de Deus;

Em Eclesiastes, é a nossa Vida Completa;

Em Cantares, é o Amado de Nossa Alma;

Em Isaías, é o Messias Prometido;

Em Jeremias, é o Renovo da Justiça;

Em Lamentações, é Aquele que Chora por Nós;

Em Ezequiel, é o Renovo Principal;

Em Daniel, é o Quarto Homem na Fornalha;

Em Oséias, é o Marido Fiel;

Em Joel, é o nosso Batizador;

Em Amós, é o Divino Lavrador;

Em Obadias, é o nosso Salvador;

Em Jonas, é o Grande Missionário;

Em Miquéias, é o Libertador Divino;

Em Naum, é o Juiz das Nações;

Em Habacuque, é o Deus da Nossa Salvação;

Em Sofonias, é o Senhor Zeloso;

Em Ageu, é o Desejado das Nações

Em Zacarias, é o Renovo da Justiça (igual Jeremias)

Em Malaquias, é o Sol da Justiça.



Agora, como seriam os tipos de Cristo nos livros apócrifos, caso fossem aceitos no Cânon?

Seria algo do tipo:



Em Tobias, é o Arcanjo Rafael, que cura nossas doenças;

Em Judite, é o Deus que faz cessar as guerras;

Em I Macabeus, é o nosso Etnarca e Sumo Sacerdote;

Em II Macabeus, é a Espada de Ouro que dá a vitória;

Em Sabedoria de Salomão, é a Sabedoria que habita em nós;

Em Eclesiástico, é a Sabedoria de Deus (igual Provérbios).



XD

27.4.11

#precojusto

Revolução nerd a vista. Ou pelo menos um burburinho de twitter momentâneo de quem não tem muito o que fazer... quem sabe.

O que eu sei é que finalmente alguém resolveu usar a fama pra fazer alguma coisa melhor do que ficar falando mal dos outros ou atuando nas novelas do anoitecer.



www.precojustoja.com.br

Eu apoio com louvor. Entra aí e se cadastra também =D

Paztejamos

Mortal Kombat Legacy Episódio 3 Legendado

Ei-lo:



ainda não assisti. Se não abrir a legenda basta clicar no CC como de costume =D

Paztejamos

Schwarzenegger Vai Fazer Novo Exterminador do Futuro

Bóóóó, muito louco! achei no site do Terra:
Schwarzenegger planeja estrelar novo 'Exterminador do Futuro'

O ator Arnold Schwarzenegger planeja voltar a brilhar no cinema após deixar o cargo de governador da Califórnia, e justo no papel do emblemático personagem da saga O Exterminador do Futuro, informa nesta terça-feira o blog Deadline Hollywood.

Schwarzenegger, 63 anos, se apresenta como protagonista de um projeto para reviver a obra criada pelo cineasta James Cameron em 1984, na qual interpretou um robô do futuro que viaja ao século XX para tentar mudar o curso de uma guerra que está para chegar entre os homens e as máquinas.

A agência CAA, que representa Schwarzenegger, começou nesta terça-feira a buscar em Hollywood um estúdio para desenvolver a eventual continuação da saga, que teria como objetivo dar um fim à história apocalíptica dos quatro filmes produzidos.

A última parte até o momento, O Exterminador do Futuro 4 - A Salvação, chegou às telas em 2009 sem a participação do ator, que, no entanto, apareceu em uma sequência reproduzida por computador.
Já as outras três partes anteriores tiveram Schwarzenegger como protagonista: O Exterminador do Futuro (1984), O Exterminador do Futuro 2: O Julgamento Final (1991), e O Exterminador do Futuro 3: A Rebelião das Máquinas (2003).

O projeto do novo filme não tem ainda um roteirista, mas sim um produtor, Robert Cort (Jumanji, 1995). A franquia da saga é atualmente propriedade da empresa Pacificor, um fundo de investimento californiano que adquiriu os direitos autorais dos filmes em fevereiro de 2010, depois de um leilão realizado pela produtora do último filme, Halcyon, que sofria problemas financeiros. A Halcyon tinha a intenção de fazer vários filmes, mas ficou sem recursos e os projetos para O Exterminador do Futuro ficaram paralisados.

Entre os estúdios que parecem interessados em ressuscitar a saga estariam Sony, Lionsgate e Universal - este último já estaria sondando Justin Lin (Velozes e Furiosos) para a direção.
_____________________________________
[admito, ctrl+c ctrl+v no nome dele quando escrevi no título]

Meu irmão disse "ainda bem, porque o dia do Julgamento Final [21 de abril] já passou". Espero que depois façam como o Star Wars e vendam os filmes em DVDs comemorativos onde se compra uma caixinha com todos filmes :P

Detalhe para o comentário de que ele foi 'protagonista' no primeiro filme, o que é mentira. No primeiro filme ele era o Robô que perseguia os protagonistas, isso sim. Era o vilão sem vida. Nada de 'protagonista'.

Paztejamos

25.4.11

Morre Rui Biriva

Pela ZH:

Aos 52 anos, morre o cantor Rui Biriva

Artista estava internado no Hospital de Clínicas para tratar tumor no intestino

O cantor e compositor Rui Biriva, morreu às 22h45min desta segunda-feira. A informação foi divulgada pela assessoria de comunicação do Hospital Conceição, onde Biriva estava internado desde 14 de abril para o tratamento de um tumor no intestino grosso.

Rui Biriva tinha 52 anos e era o caçula dos três filhos de Adalíbio e Malvina Leonhart, um casal de pequenos agricultores do distrito de Esquina Eldorado, em Horizontina. Depois de cursar Direito no Paraná, sem concluir o curso, o cantor deu início a uma carreira bem-sucedida como intérprete em festivais nativistas. O próprio apelido "Biriva" foi ganho depois de o jovem Rui vencer o festival Seara da Canção Gaúcha, em Carazinho, em 1982, com a canção Birivas, de Airton Pimentel. "Biriva" é uma designação para os tropeiros de gado das comunidades de cima da Serra. Rui voltaria a vencer o mesmo festival em 1984, com a música Santa Helena da Serra, parceria com José Luiz Vilela e até hoje uma de suas composições mais queridas pelo público.

Depois de gravar o primeiro LP em 1987, Cantar (Continental), Rui rapidamente tornou-se um dos nomes-chave de sua geração. Ficou famoso não apenas pelo sucesso popular de canções animadas e festivas como Tchê Loco, Festança, Pé na Estrada, Tonto de Saudade e Castelhana (esta última, parceria com Elton Saldanha), mas pela simpatia e espontaneidade cheia de humor que levava para suas músicas e para suas performances de palco.

Seu disco mais recente, Pedindo Cancha (2009), um CD que o próprio artista identificava como especial em sua trajetória _ uma espécie de "álbum conceitual" temático sobre a Cancha Reta, um dos esportes campeiros mais antigos do Estado. Rui deixa mulher e um filho.
_______________________
Eternalizado pela música do Protear, ficará eternamente em nossos corações e mentes.

Paztejamos

Juizes Federais Querem Reajuste Salarial

É uma vergonha. Achei no G1:

Juízes que fizerem paralisação na quarta-feira terão desconto no salário

Decisão foi tomada pelo Conselho da Justiça Federal.
Categoria reivindica reajuste salarial e mais segurança para magistrados.

O Conselho da Justiça Federal (CJF), decidiu nesta segunda-feira (25) descontar o dia de trabalho do salário dos juízes federais que aderirem à paralisação de 24h marcada para ser realizada nesta quarta-feira (27).

A categoria protesta por aumento salarial, de acordo com a variação da inflação, pedem direitos iguais aos garantidos a integrantes do Ministério Público Federal e reforço na segurança de juízes, principalmente os que julgam chefes do tráfico e do crime organizado.

De acordo com a Associação dos Juízes Federais do Brasil (Ajufe), o reajuste com base nas perdas da inflação é garantido por lei e não teria sido feito nos últimos 6 anos. As perdas salariais acumuladas chegam a 16%, informa a entidade.

Responsável pela coordenação e padronização administrativa da Justiça Federal, o Conselho é presidido pelo ministro Ari Pargendler, presidente do Superior Tribunal de Justiça. Foi ele que sugeriu o corte do ponto dos juízes que pararem de trabalhar na quarta-feira.

O presidente da Ajufe, Gabriel Wedy, afirmou que a decisão do CJF é “ilegal” porque afrontaria a Constituição e um entendimento anterior do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), que permite a compensação em plantões. De acordo com ele, a paralisação desta quarta não tem indicativo de greve e os processos urgentes serão atendidos pelos juízes.

“Não vamos fazer greve dia 27 [de abril]. As portas da Justiça Federal estarão abertas e todos os casos urgentes serão apreciados. Ainda que fosse greve, desde a redemocraticação do Brasil a Constituição de 1988 garante a todo cidadão brasileiro o direito de greve”, afirmou Wedy.

Quando é professor, motorista de onibus, bancário, funcionário mais povão, todo mundo reclama, chama de vagabundo q não quer trabalhar e fica inventando greve. Agora quando é juiz pode fazer fiasco pelo salário. Eles ganham 22mil, se me vierem pedir aumento eu digo "aham Claudia, senta lá". Fala sério, já acho um absurdo um funcionário público ganhar mais de 20 salários mínimos. Quero ver polícia ir lá sentar o sarrafo neles também ¬¬

Paztejamos

Brasil é o 3º no Rank dos Que Mais Crêem em Deus

Achei no UOL:

Brasil é 3º país onde mais se crê em Deus, mostra pesquisa


O Brasil foi o terceiro país em que mais se acredita em "Deus ou em um ser supremo" em uma pesquisa conduzida em 23 países.

A pesquisa, feita pelo empresa de pesquisa de mercado Ipsos para a agência de notícias Reuters, ouviu 18.829 adultos e concluiu que 51% dos entrevistados "definitivamente acreditam em uma 'entidade divina' comparados com os 18% que não acreditam e 17% que não tem certeza".
O país onde mais se acredita na existência de Deus ou de um ser supremo é a Indonésia, com 93% dos entrevistados. A Turquia vem em segundo, com 91% dos entrevistados e o Brasil é o terceiro, com 84% dos pesquisados.

Entre todos os pesquisados, 51% também acreditam em algum tipo de vida após a morte, enquanto que apenas 23% acreditam que as pessoas param de existir depois da morte e 26% "simplesmente não sabem".

Entre os 51% que acreditam em algum tipo de vida após a morte, 23% acreditam na vida após a morte, mas "não especificamente em um paraíso ou inferno", 19% acreditam "que a pessoa vai para o paraíso ou inferno", outros 7% acreditam que "basicamente na reencarnação" e 2% acreditam "no paraíso, mas não no inferno".

Nesse mesmo quesito, o México vem em primeiro lugar, com 40% dos entrevistados afirmando que acreditam em uma vida após a morte, mas não em paraíso ou inferno. Em segundo está a Rússia, com 34%. O Brasil fica novamente em terceiro nesta questão, com 32% dos entrevistados.

Mas o Brasil está em segundo entre os países onde as pessoas acreditam "basicamente na reencarnação", com 12% dos entrevistados. Apenas a Hungria está à frente dos brasileiros, com 13% dos entrevistados. Em terceiro, está o México, com 11%.

Entre os que acreditam que a pessoa vai para o paraíso ou para o inferno depois da morte, o Brasil está em quinto lugar, com 28%. Em primeiro, está a Indonésia, com 62%, seguida pela África do Sul, 52%, Turquia, 52% e Estados Unidos, 41%.

Criação X evolução

As discussões entre evolucionistas e criacionistas também foram abordadas pela pesquisa do instituto Ipsos.

Entre os entrevistados no mundo todo, 28% se definiram como criacionistas, acreditam que os seres humanos foram criados por uma força espiritual como o Deus em que acreditam e não acreditam que a origem do homem viesse da evolução de outras espécies como os macacos.

Nesta categoria, o Brasil está em quinto lugar, com 47% dos entrevistados, à frente dos Estados Unidos (40%). Em primeiro lugar está a Arábia Saudita, com 75%, seguida pela Turquia, com 60%, Indonésia em terceiro (57%) e África do Sul em quarto lugar, com 56%.

Por outro lado, 41% dos entrevistados no mundo todo se consideram evolucionistas, acreditam que os seres humanos são fruto de um lento processo de evolução a partir de espécies menos evoluídas como macacos.

Entre os evolucionistas, a Suécia está em primeiro lugar, com 68% dos entrevistados. A Alemanha vem em segundo, com 65%, seguida pela China, com 64%, e a Bélgica em quarto lugar, com 61% dos pesquisados.

Descrentes e indecisos

Entre os 18.829 adultos pesquisados no mundo todo, um total de 18% afirmam que não acreditam em "Deus, deuses, ser ou seres supremos".

No topo da lista dos descrentes está a França, com 39% dos entrevistados. A Suécia vem em segundo lugar, com 37% e a Bélgica em terceiro, com 36%. No Brasil, apenas 3% dos entrevistados declararam que não acreditam em Deus, ou deuses ou seres supremos.

A pesquisa também concluiu que 17% dos entrevistados em todo o mundo "às vezes acreditam, mas às vezes não acreditam em Deus, deuses, ser ou seres supremos".

Entre estes, o Japão está em primeiro lugar, com 34%, seguido pela China, com 32% e a Coréia do Sul, também com 32%. Nesta categoria, o Brasil tem 4% dos entrevistados.
_____________________
Com uma amostra de pouco menos de 19mil pessoas, acho dificil inferir algo sobre um país de 200 MILHÕES de habitantes. Mas, que seja. A pesquisa ta aí mais pra formar estatística do que pra servir pra alguma coisa.

Paztejamos

Hack Slash Crawl - Jogo da Semana

Clique na imagem para jogar =D
Eu já prometi outras vezes, e por isso não vou prometer de novo, maaaass... me disponho a deixar um jogo por semana aqui no blog de novo xDDD Talvez essa freqüência de "semana" seja maior, tipo mais de um jogo por semana, mas eu "garanto" no mínimo um.

Conversei com o Marcelo, um amigo, que se ele quiser (vou perguntar pra ele depois - update: ele quis) linko ele aqui sempre (twitter, facebook, orkut, qualquer coisa). Ele joga bastaaaaaaaaante em flash e eu pedi pra ele ir me mandando os jogos que ele mais curtir. Essa semana to com o Hack Slash Crawl.

O jogo me lembra Diablo II, mas sem toda aquela balela de história. É só entrar no dungeon e sair matando todos os inimigos que encontrar! Pra isso dá pra escolher uma raça (vampire, demon, werewolf, etc) e uma classe (cursed, fighter,necromancer, etc), e conforme vai morrendo vai abrindo designações de como o cara era (tipo "deadly: +2 strenght +2 intelect"). O jogo é tri, eu passei algumas horas jogando no feriadão xDD

Tem também um inventorio bem tipico: dois aneis, armas, botas, capacete e armadura, com ítens que dão 15% de resistencia a ataques de fogo ou que adicionam +2 ao strength, por exemplo.

Paztejamos

21.4.11

Dr Rey: Um Cara Religioso

Achei no Pavablog. Depois da reportagem eu comento:

Dr. Rey: “Passei muitas horas de joelhos. E pagando o dízimo cada mês”

Texto de Thayana Nunes publicado originalmente no iG Gente

A entrevista estava marcada para as 10 horas da manhã. A equipe do iG Gente chega ao Hotel Grand Hyatt em São Paulo na hora marcada, mas após uma ligação, acaba esperando por mais de uma hora para o início da conversa.

De terno, camisa rosa e “gravata da grife Dolce&Gabbana”, como logo enfatizou, Dr. Robert Rey chega ao saguão do hotel muito diferente do visual pelo qual é conhecido, com regatas transparentes e calças justas. Alegre, ele faz a festa de hóspedes, funcionários e das fãs, que o aguardavam desde o início da manhã.

“Desculpe pela demora. Tive uma festa e cheguei às 6 horas”, soltou ele na primeira frase, sem negar também que demorou para se arrumar, como de costume. Rey carrega com ele pó-compacto e brilho labial, além do minifrasco de perfume que leva escondido na meia. No entanto, com toda a pose de vaidoso, ele conta que na semana anterior quebrou o braço de um gringo que o chamou de gay. “Me visto assim por conta dos US$ 5 mil que minhas clientes pagam por consulta no meu consultório de Beverly Hills”.

Mesmo sem ser levado à sério por boa parte de seus colegas de profissão, só no ano passado Dr. Rey faturou US$100 milhões em cirurgia plástica e com a venda de seus produtos, que inclui cápsulas para emagrecer, cintas modeladoras e shakes, entre outros. Natural de São Paulo, após ir para a prisão por duas vezes, foi adotado por missionários norte-americanos e acabou estudando medicina em Harvard. “Eu sou o perdedor com mais sucesso no mundo”, diz.

Confira a entrevista exclusiva com o Robert Rey durante uma rápida passagem dele pelo Brasil…

iG: Você já contou em seu programa que teve uma infância triste. Como foi?
Dr. Rey: Meu pai era um camarada ruim. Alguma coisa aconteceu na Segunda Guerra Mundial que f**** o cérebro dele. Ficou louco e fugiu dos Estados Unidos. Imagina, quem foge dos Estados Unidos? Foi para a Argentina e depois para São Paulo. Mas o cara era um monstro, só levava dinheiro para suas amantes. Eu dormia numa mesa, não tinha comida suficiente, nem roupa. Já estava começando a roubar lojas e fui para a cadeia duas vezes. Eu estava mal encaminhado…

iG: Como saiu dessa situação?
Dr. Rey: Um dia batem na minha porta e eram dois missionários americanos, que me levaram para os Estados Unidos. Foi assim. A família era tão culta, que de filho de faxineira acabei me formando em Harvard.

iG: E como foi estudar em uma das faculdades mais exclusivas do mundo?
Dr. Rey: Os caras de Harvard são super-racistas mesmo. Na porta física você entra, mas como brasileiro ou sem o sangue azul, você nunca era convidado para as festas. Sofri muito preconceito.

iG: Mas hoje você se transformou em um dos médicos mais conhecidos do mundo…
Dr. Rey: Eu pensava: “Como eu vou sobreviver aqui? Como eu, feinho e meio bobo, vou vencer desses caras?”. Vinte anos depois, vou falar como a história termina: nunca mais eu ouvi falar deles. Quem vence na vida é Dilma Rousseff, é a Madre Teresa, é o Obama. Quem ganha é quem se esforça.

iG: E como pagou o curso de medicina?
Dr. Rey: Saí de Harvard com US$ 200 mil de dívida. Sabe quanto tempo levou para eu pagar? Dois dias. Eu sou o perdedor com mais sucesso no mundo.

iG: Quanto você ganha hoje por ano?
Dr. Rey: Só no ano passado faturei US$ 100 milhões com os meus produtos. Um milhão e meio vem da cirurgia, o resto vem dos produtos, eu vendo no mundo inteiro, da África à Austrália.

iG: O Tak Gold é um de seus produtos para emagrecer sem sacrifício. Você se sente bem em ajudar as pessoas desta forma?
Dr. Rey: Não existe uma pessoa que segue 100% sua dieta. Acho que a última vez que eu comi um bolo foi em 1986. Hoje, se eu não resistir e comer um pedaço, eu posso. É só tomar um Tak Gold, em até meia hora. É a pílula do dia seguinte daquele descuido na festa que você foi. E custa só R$ 50.

iG: Você fala muito sobre ser bobo e feio quando era mais novo. E hoje, você justamente trabalha para deixar as pessoas mais bonitas…
Dr. Rey: Depois de vinte anos eu percebi que fiquei milionário abusando da baixa autoestima das mulheres. Eu tive uma epifania mesmo, porque e nunca conheci uma mulher que se gostava. Até princesas, rainhas, esposas de presidentes. E pelo menos uma Miss de todos os países.

iG: Qual foi a cirurgia mais louca que você já fez na vida?
Dr. Rey: Teve um cara que queria que eu fizesse uma asa nele. E tem muito machão que chega lá, mas machão mesmo, que me pede peito feminino. Mas eu falo: “Peitoral?”. Não, eles querem seios redondos mesmo. Até hoje eu não entendo…

iG: E qual cirurgia os homens mais procuram?
Dr. Rey: Homem pede para competir no mundo dos negócios. Número um: tirar as olheiras. Segundo: o cabelo. Hoje podemos colocar fio por fio, quase como Deus.

iG: Qual o seu maior sonho hoje?
Dr. Rey: Estar perante do meu Deus, e falar: “Olha eu fiz os meus errinhos, mas eu melhorei a condição humana. E não tem que olhar para baixo. Eu quero olhar nos olhos de Deus. Quero também poder falar: “Fui leal a minha esposa, fui bom pai”.

iG: Você é uma pessoa religiosa?
Dr. Rey: Trinta mil pacientes, cinco infecções. Estatisticamente isso não é possível. Zero mortes. Como você acha que eu fiz isso? Passei muitas horas de joelhos. E pagando o dízimo cada mês. Dez por cento.

iG: Você se incomoda de as pessoas acharem que você é gay?
Dr. Rey: Quebrei o braço de um gringo lá em Nova York. Durante um desfile, num teatro gótico superlegal. Saindo do teatro, eu escuto: “Rey, quando você vai sair do armário?”. Escutei 150 vezes e sorri, desliguei. Mas foi 151 vezes. Eu tirei meu paletó – claro, não ia estragar meu Versace de US$ 6 mil -, esvaziei meu bolso, tirei meu pó MAC, só pra ele ver que eu tinha, e disse: ‘O que você falou de mim? Vou te dar uma surra’. A alta sociedade de Nova York abriu uma roda e viu a luta. Aquele gringo nunca mais vai chamar brasileiro de viado. Todo mundo aplaudiu.

iG: Você está sempre arrumado por vaidade mesmo ou faz parte de seu “personagem”?
Dr. Rey: Minhas clientes pagam US$ 5 mil para um exame de meia hora comigo. Então meu consultório é de arrasar. É tudo de mármore. Você pode até lamber o chão. Eu uso o perfume mais legal… (Dr. Rey tira de dentro da meia um minifrasco de Issey Miyake e diz: “Um dos segredos do meu sucesso: escolher instituições de vencedores. Sempre se rodear de vencedores”).

iG: Como a comunidade médica vê seu trabalho?
Dr. Rey: Médico velho não é meu amigo. Catedrático, não é. Médico jovem sim. Eles querem ser como eu: se vestem como eu, usam óculos como eu. Me seguem no Twitter. Medicina é uma indústria suja. Os catedráticos querem vender veneno, que muitas vezes é pior que a doença.

iG: Como conheceu a sua esposa?
Dr. Rey: Quando ela chegou a Hollywood para ser atriz e morávamos no mesmo condomínio. Enchia o saco dela todos os dias no elevador até que ela falou: “Eu não gosto de você e não gosto de homem. Eu vou dedicar minha vida aos animais. Vou sair com você uma vez só, porque você me enche o saco. E não segura na minha mão!”. Aí eu pensei: “É essa, vou me casar com essa. Gosto de casos complicados”.

iG: Seus filhos participam do programa numa boa? Como é a relação entre vocês?
Dr. Rey: Eles não gostam de fazer televisão. Eles odeiam a câmera, mas é um sacrifício. Eles vivem em um bairro legal. Eu me acho um paizão. Nunca gritei com meus filhos.

iG: E se um dia eles quiserem fazer uma cirurgia plástica, você deixaria?
Dr. Rey: Se tivesse orelha de abano ou nada de seios, eu deixaria. Porque é muito trauma para a pessoa e é uma cirurgia de 26 minutos. Mas se tem seios 38, 40, não, não.

iG: Aqui no Brasil, você circula com mulheres lindas e sempre com camisetas coladas no corpo. Ela não fica com ciúmes?
Dr. Rey: Vou te explicar uma vez só: as primeiras mil vaginas são interessantes. As cinco mil já começam a perder um pouco do interessante. Dez mil é 100% técnico. Meus amigos médicos me ligam e falam: “se eu vir mais uma mulher pelada eu me jogo do prédio”. Eu estou nas 30 mil! Você acha que minha esposa tem que se preocupar com alguma coisa? A anatomia é simples. A sedução vem daqui (e coloca as mãos na cabeça). Nunca fui desleal com minha esposa e nunca vou ser.

foto: André Giorgi
dica do Thiago Ferreira
__________________________________
Ultimamente, como parte da minha reavaliação sobre a minha fé, ando revendo alguns preconceitos. Esse cara representa um deles. Ele tem 'jeitinho' de boiola (inegável), mas tem esposa e filhos, é compromissado, leal, esforçado, essas coisas. Ele é uma pessoa boa, alguém de quem eu me orgulharia de ser pai, por assim dizer.

Em outros tempos eu diria "ah, é moda ser crente, se até a Joelma do Calipso ou o Datena são cristãos, por que ele não pode ser?". Hoje eu penso diferente. Acho que esse cara pode ser cirurgião plástico e fazer a profissão dele bem (até muito, pelo que fatura) sem deixar de ser cristão. E, se a afirmação dele é verdadeira, ele até ora mais que eu.

Enfim
Paztejamos

Dilma é Eleita pela Time Como Uma Das 100 Mais Influentes

Achei no G1, como de costume:

Dilma é eleita pela revista 'Time' uma das 100 pessoas mais influentes

Perfil de Dilma foi escrito por Michelle Bachelet, ex-presidente do Chile.
No texto, ela diz que presidente brasileira tem ‘sabedoria’ e ‘convicção’.


Dilma Rousseff é listada entre as 100 pessoas
mais influentes do mundo pela revista "Time"
(Foto: Reprodução/Divulgação)
A presidente Dilma Rousseff foi escolhida pela revista norte-americana “Time” como uma das 100 pessoas mais influentes do mundo em 2011. A lista inclui artistas, políticos, ativistas, cientistas e empresários.

A próxima edição da revista vai às bancas nesta sexta-feira (22), com um perfil das 100 personalidades. A descrição de Dilma foi feita pela ex-presidente do Chile, Michelle Bachelet, atual diretora da agência da Organização das Nações Unidas (ONU) para mulheres.

No texto, Bachelet destaca as dificuldades de ser a primeira mulher a governar um país. “Apesar da honra que isso representa, ainda há preconceitos e estereótipos para enfrentar. Não é fácil governar uma nação emergente”, diz a ex-presidente chilena.

Ela explica que um governante de um país desenvolvimento vivencia otimismo e entusiasmo por parte da sociedade, mas também enfrenta “desafios mais complexos e cidadãos mais exigentes”.
Segundo Bachelet, o Brasil vive um “momento único”, de grandes oportunidades e que exige um líder com “sólida experiência e ideais firmes”.
“Dilma oferece presamente essa virtuosa combinação de sabedoria e convicção que o país dela precisa”, diz a chilena. De acordo com Bachelet, a presidente brasileira é uma “lutadora corajosa, que enfrentou a ditadura militar e dedicou a vida a construir uma alternativa democrática para o desenvolvimento, a igualdade social e o direito das mulheres.
 
A lista
A lista dos 100 mais influentes é publicada pela revista “Time” desde 2004. A deste ano inclui, além de Dilma, o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, a mulher dele, Michelle, a chanceler alemã, Angela Merkel, o presidente francês, Nicolas Sarkozy, o príncipe William e a noiva, Kate Middleton, e o primeiro-ministro britânico, David Cameron, entre outras autoridades.

A lista conta ainda com empresários de sucesso, como o fundador da rede social Facebook, Mark Zukerberg. Entre os artistas escolhidos, está o ator britânico Colin Firth, ganhador do Oscar deste ano. O cantor de 17 anos Justin Bierber também foi eleito um dos mais influentes.
______________________________
Será mesmo? Influente? a Dilma? Eu diria que o Rafinha Bastos é mais. A Dilma tem poder agora que é presidente, mas nem de longe é tão influente quanto outros como Obama, Sarkozy ou até mesmo o maldito Justin Bieber. Eu sei que essa lista não sai "em ordem", os 100 mais influentes são marcados como tais sem ranqueamento entre eles pra saber qual é mais importante. Mas sei lá, não me parece muito coerente essa lista.

O Lula ainda passava vai, mas a Dilma engasga um pouco pra engulir.

Paztejamos

Hospital Reduz Gastos com Ar Condiciado Devido a Telhado "Verde"

Achei no ZH Nosso Mundo Sustentável:

Hospital comemora economia com telhado verde

Parque Belém, em Porto Alegre, reduziu em 30% o uso do ar-condicionado nos últimos meses

Instituição figura entre as pioneiras na instalação
da vegetação. Foto:  Divulgação
O Hospital Parque Belém, em Porto Alegre, está entre as instituições hospitalares pioneiras na instalação de um telhado verde. A empresa Ecotelhado, que concluiu a instalação da vegetação no topo da entidade na metade de 2010, já trabalha em estruturas semelhantes no Hospital Albert Einstein e no Hospital Samaritano, na cidade de São Paulo.

Com o telhado vegetal, o hospital da capital gaúcha já contabiliza uma economia de cerca de 30% na utilização do ar-condicionado em função do maior conforto térmico.

Outro pronto positivo, segundo a instituição, é a maior harmonização com a paisagem do entorno, já que o hospital está localizado em meio a uma grande área verde de Porto Alegre.
_________________________________
Acho que a economia pode ter alguma ajudinha da chegada do frio com o outono, não?

Paztejamos

20.4.11

Kiko Loureiro Acusa Parangolé de Plágio da Música Nova Era

Achei no G1 por acaso:


No Twitter, guitarrista do Angra acusa Parangolé de plágio

Kiko Loureiro afirmou que grupo de axé plagiou 'Nova era' em 'Azevixe'.
'O que tinha que fazer já fiz', disse Léo Santanta, que não compôs a música.


Kiko Loureiro, do Angra, e Léo Santana,
do Parangolé (Fotos: Divulgação)
O guitarrista do Angra Kiko Loureiro acusou a banda Parangolé de plágio, por meio de seu perfil no Twitter nesta terça-feira (19). Segundo ele, os riffs de "Nova era" foram parar na canção "Azevixe", música gravada pelo grupo de axé presente no disco "Dinastia parangoleira". Embora a faixa cantada por Léo Santana tenha sido gravada em 2007, só nesta terça o hit chegou aos ouvidos de Loureiro.

"Temos que nos conformar com a nova era do creative commons e tals. Eu concordo, mas só não queria que começasse pelo Parangolé... Os caras querem zoar geral... Que vergonha! 'Tomba ae Tomba'. Absurdo! Cara de pau! Que feio os parangolés roubando músicas dos outros", escreveu Loureiro nesta terça, em uma sequência de mensagens no Twitter.

De acordo com a assessoria de imprensa do Parangolé, o grupo "vai arcar com o que for definido pela Justiça". "O que eu tinha que fazer já fiz, vou esperar para ver o que vai acontecer. Isso aconteceu antes de mim", diz Léo Santana ao G1, por meio de sua assessoria. Segundo a produção do cantor, que lançou hits como "Rebolation", as editoras responsáveis pelas música do Angra e do Parangolé já estão em contato.

Como a música foi escrita antes da entrada de Léo no grupo e regravada em 2007, ele afirma não ter relações com a composição e com o arranjo da faixa. "Nova era" está no álbum "Rebirth", lançado pelo Angra em 2001.
[Destaque para o "Leo Santan'T'a" que o pessoal do G1 escreveu. Eu acho que foi de propósito em...]

Eu que já fui muito fã de Angra até o album Rebirth (do Temple of Shadows pra frente não curti mais), posso garantir que é plagio. É igualzinho.

O começo da música do Parangolé, que tem um riffzinho com umas firulas de guitarra é igual ao "Come on" Arise!" da Nova Era. Pode conferir:


[Nova Era - Angra. O plágio está nos 3:22 minutos de música]

Compare com isso agora:


[Azevixe - Parangolé. Só tem a música com esses dançarinos marotos aí, pra ver que nem pra por no youtube eles se prestaram]

Agora fica por conta da justiça resolver sobre as músicas, mas pra mim é evidente.

Paztejamos

Fazendo Pedido com Google Translate

Achei no Trollando que eu conheci por acaso porque comecou a me seguir no twitter xD



Eles levaram a sério o negócio. Uma hora dessas dá de tentar fazer :P UHEAUHEAUHEAUH

Paztejamos

19.4.11

Beat-Box + Violoncelo = Boa Música

O cara se puxou. Se fosse branco garanto que não tinha essa veia toda.



Achei no Sedentário.

Paztejamos

Mortal Kombat Legacy Episódio 2 Legendado

Já tem. Sem comentários.



[caso a legenda não apareça, basta clicar no CC que aparece abaixo... vai disponibilizar a legenda]
Graças a Deus os caras tão muito próativos. Mal sai e já tão legendando :D

Paztejamos

Crente Pode Jogar na Loteria?

Vamos lá, primeiro o texto que inspirou o meu comentário, que achei no blog Amigo de Cristo.
Pode o Cristão Apostar na Loteria?
Pergunta: Existe uma posição bíblica clara contra o Criatão jogar em loterias e jogos em cassinos?

Resposta: Se há uma proibição bíblica explícita e direta contra jogos no cassino ou contra loterias? Não que eu saiba. Entretanto, a igreja cristã tem assumido uma posição consistentemente desfavorável contra os cassinos e loterias, baseada nas implicações de certos princípios teológicos. Por exemplo, na igreja em que fui ordenado ministro, parte de nossa posição confessional é que devemos seguir não apenas o que a Bíblia ensina explicitamente, mas o que pode ser deduzido das Escrituras por inferência clara e necessária. 

A Bíblia tem princípios claros que se referem a questões como essas. O mais importante, sem dúvida, é o princípio da mordomia, pelo qual sou responsável por agir como mordomo de minhas posses, inclusive minha riqueza e por não ser esbanjador e irresponsável na maneira como gasto meu dinheiro.

O maior problema que tenho com cassinos, e particularmente com loterias, é que eles tendem a ser investimentos muito medíocres, e inevitavelmente exploram os pobres da sociedade. O pobre sonha em melhorar seu bem-estar material. Ele sonha em possuir casa e um bom carro. Sonha em ser libertado das infindáveis e opressivas tarefas do trabalho diário com remuneração muito pequena. Sendo um trabalhador que recebe um pagamento baixo por horas de serviço, ou que depende de um cheque da Previdência Social, ele não terá nunca oportunidade de acumular dinheiro suficiente para construir uma base sólida ou investir no futuro. Sua única possibilidade de conseguir segurança financeira ou melhorar sua situação é apostar nos números e apostar alto nos cassinos. Ele usará seu dinheiro e esperará ganhar o prêmio milionário. Esse é o seu sonho. Mas ele não tem uma compreensão real de como o sistema funciona, e quão grandes são as desvantagens contra ele.

Passamos por essa luta no estado da Pensilvânia quando eu morava lá e todos estavam preocupados com crime organizado e tudo mais. O crime organizado já existia lá. Quando eu era menino, já havia uma loteria na Pensilvânia. Não era estatal, era dirigida pela Máfia, e podia-se comprar um número em quase todas as esquinas de Pittsburgh. O fato que me espantou foi que quando o estado assumiu a loteria para benefício de cidadãos importantes, as dificuldades para ganhar no sistema estatal eram piores do que as que existiam no sistema da Máfia. Portanto vi o estado tirando vantagem do desejo das pessoas de ficarem ricas depressa, e explorando o pobre através dessa terrível forma de investimento.

Pergunta: Qual deveria ser a posição cristã sobre apostas?

Resposta: Quando uma pergunta ética se refere à nossa cultura, é importante tentar respondê-la do ponto de vista dos princípios bíblicos. Se você andar pela rua e perguntar a cem cristãos: “É errado jogar?” Noventa e cinco deles provavelmente responderão de maneira automática: “Sim, sem dúvida”. Em outras palavras, as tradições subculturais da comunidade cristã têm se oposto rigorosamente ao jogo e às apostas durante séculos.


A Bíblia não diz: “Não jogarás”. Portanto precisamos ser muito cuidadosos antes de declarar ao mundo que Deus se opõe a todas as formas de jogo. O que dizer sobre investir na bolsa de valores? E sobre investir numa companhia? O que dizer sobre qualquer tipo de investimento de capital? Em todos estes casos você está arriscando o seu dinheiro; todos são formas de jogo. Que diferença faz se você está investindo numa corrida de cavalos ou em ações da Bolsa de Valores de Nova Iorque? Alguns teólogos fazem uma distinção entre jogo de risco e casos de comércio ou astúcia. Uma coisa é investir o dinheiro numa companhia que eu mesmo vou operar, e cujo sucesso até certo ponto dependerá do meu grau de energia, meu trabalho, minha sabedoria e habilidade; outra coisa é entregar o meu dinheiro numa agência de apostas para ver o que acontece nesse jogo de sorte.

Creio que a questão real a respeito de apostas e loterias estaduais, do ponto de vista bíblico, se centraliza no princípio bíblico da mordomia. Deus nos dá certos recursos, benefícios, talentos e habilidade, e somos responsáveis por usá-los com sabedoria. Deus não é favorável ao desperdício de dinheiro, à falta de cuidado com os bens que Ele nos dá. O grande problema com o jogo é a má mordomia. Numa corrida de cavalos, ou de cachorros ou numa loteria estadual, as desvantagens são tão grandes contra você, especialmente em agências de aposta, que todos representam um mau uso de seu capital de investimento. Nessa altura, eu diria que os cristãos não devem apoiar este tipo de empreendimento.
____________________________________
Agora meu comentário:

1- Achei coerente da parte dele não colocar um 'ponto final' na questão, tipo "pode" ou "não pode" despótico. Ele não acha legal, beleza, mas eu posso discordar.

2- De fato, discordo, e discordo principalmente na distinção entre jogos de azar e compra de ações em bolsa de valores. Na verdade, bolsas de valores são absurdamente mais "jogo de azar" do que bilhetes de loteria. Primeiro porque o valor investido é tremendamente maior (enquanto se paga 2R$ na Mega Sena, se "investe" 5000R$, para ser modesto, por exemplo, na bolsa) e segundo porque as premissas envolvidas na especulação financeira são as mesmas. Ou seja, "vou apostar nessa empresa porque acho que ela vai subir, depois eu vendo em alta e ganho dinheiro" da mesma forma que "vou jogar nesses números porque acho que eles que vão sair".

3- Sobre a questão de "mordomia", acho que se tu tem um salário de, sei lá, 2000R$ e todo mes joga 10R$ na Mega Sena, isso pode ser encarado como um investimento. Até porque se tu ganhar, vai ter "multiplicado os talentos que o Senhor te deu" - usando esse vocabulário "JoãoFerreiradeAlmeidistico".

4- Graças a Deus posso dizer aqui: NÃO É PECADO! e ai daquele que me vier com essa conversa. Porque o "pode" e "não pode" não precisa ser colocado nos termos de "pecado" e "não-pecado", mas pode ser discutido como uma questão "ética" e "convencional" do tipo "faremos assim porque entendemos que assim é legal, mas se alguém quiser ser contencioso, nós não temos esse costume" (de novo "JoãoFerreiradeAlmeidistico" xD).

5- E por último mas não menos importante: sou crente, e continuo crente mesmo quando jogo na Mega. E, sim, eu jogo na Mega, principalmente quando o prêmio ta alto. E quando eu ganhar, vamos ver se a igreja começa a discutir se tem que pagar o dízimo da Mega, porque eu não vou :PPP

Como usei aspas né. Meu texto ficou um tanto dislexico também. Mas beleza, expondo o ponto de vista ta tranquilo =D

Paztejamos

15.4.11

Mortal Kombat Legacy

Ta rolando uma série do MK pra divulgar o jogo. Quando eu vi o trailer a primeira vez - tinha um trailerzinho rolando na internet, lembra? - pensei que fosse fake, mas agora saindo mesmo! muito bom! =D



Minha aposta: O Jax no próximo episódio vai perder os braços com a explosão, e o Kano perder o olho. Ae o Jax vai botar braços de metal e o Kano vai botar aquele olho energético do mal e ficar feião. Já a Sônia e o Striker não vai acontecer nada além de ficarem mais limpinhos e saudáveis :P

Informações aleatórias: esses vídeos estão sendo lançados no youtube mesmo (óóóh) e dirigidos por um tal de Kevin Tancharoe. O jogo sai pra 19 de abril pra PS3 e Xbox 360. Já no Brasil sai dia 28.

Ainda em tempo: achei o trailer legendado dessa bagaça!



[nos dá uma idéia de o que vai acontecer nos próximos episódios, não?]

Paztejamos

14.4.11

Supaboy: O Super Nintendo Portatil

OMG OMG OMG!! :XXXXX Quanto eu queria agora ter minhas fitinhas de SNES xDDD


Empresa cria Super Nintendo portátil com entrada para cartuchos

Supaboy é vendido nos Estados Unidos por US$ 60.
Aparelho tem entrada para outro controle.


Com a intenção de reutilizar os antigos cartuchos do Super Nintendo, console da era 16-bit da Nintendo, a fabricante Hyperkin apresentou uma versão portátil do console compatível com os jogos da época. Chamado de Supaboy, ele custa cerca de US$ 60 nos Estados Unidos.

O aparelho tem cerca de 300 gramas (sem o cartucho), tela de LCD de 3,5 polegadas e bateria com duração de até 5h de jogo.

Ele permite rodar tanto cartuchos norte-americanos e japoneses do console, sem a necessidade de um adaptador especial. O Supaboy também possui uma entrada para outro controle, para que dois jogadores possam se divertir, em um adaptador para jogá-lo em uma TV.

Paztejamos

O Salário dos Nossos Parlamentares

Eu sinto MUITA RAIVA quando vejo uma coisa dessas. Tem que vir um político que preste como o deputado aquele que abriu mão de parte da verba dele pra nos livrar dessa malandragem.



Paztejamos

Jimmy - Eu sou Fã

Há alguns dias postei (acho) um vídeo de um cara que fez uma versão a capella super original da música do Super Mario. Pois é, depois disso meu irmão me mostrou esse vídeo, também dele:



[Ficou realmente muito bom, mas tem que dar crédito pro outro pessoal que tava tocando com ele também xD]

Fiquei curioso e abri o canal dele. O cara tem alguns clipes, poucos vídeos, mas todos eles com um número de views bem alto (nada com 100 ou 200, como são os meus :P).

Tem que tirar o chapeu, o cara toca percussão, bateria, baixo, violão... e ainda canta e assobia afinados =D sem contar que os arranjos são ótimos.

Por último, e talvez o que me motivou a fazer esse post, tem a história da loira (Alexandra Wallace) que postou um vídeo reclamando dos asiáticos na faculdade dela e como eles fazem barulho falando ao celular na biblioteca enquanto ela tenta estudar ciência política. Ele usa a imitação de mandarim dela - Ching chong ling long ting tong - como refrão.



Tipo, o cara é genial, além de tocar de tudo é um ótimo compositor, a letra da música é uma ótima arriação de tudo que ela diz.

Enfim... Paztejamos =D

13.4.11

Personagens Secretos do MK

Antes do Kratos, outros personagens de outros jogos também foram avaliados para participar da série Mortal Kombat. Assista agora algumas das tentativas:



[se o Liu Kang derruba um fliperama em cima dos inimigos, por que não um desses?]

E de bonus uma do Dorkly:



Achei no Sedentário.

Paztejamos

"Levita é quem leva" - ou, a não-reflexão de um jovem


O sumo sacerdote israelita(cohen gadol, à direita), acompanhado de um sacerdote(cohen): membros da tribo de Levi.


Assistindo no Youtube a um vídeo do Kleber Lucas (um dos poucos cantores de música gospel que eu gosto), notei, nos comentários, uma considerável discussão, sobre a habilidade vocal do cantor.

É próprio do Kleber Lucas a improvisação na música, de modo que, nos shows, ele muda de tom inesperadamente, se para a dançar e pular no meio da música, manda "toques" pra galera ("amén Cassiane", "amén, Pastor fulano", "Sabe porque, nego, sabe porque?"), entre outras coisas. É tipo a marca dele. Diante disso, surgiu duas frentes de discussão: a dos detratotes, que afirmaram que Kleber Lucas não sabia cantar, ou que, na melhor das hipóteses, deveria melhorar o vocal; e os defensores, cuja argumentação foi mais baseada no "não julgueis" do que qualquer outra coisa, como esperado.

Sinceramente, não queria me envolver nessas discussões, mas não pude resistir quando, do lado dos defensores, presenciei a frase a seguir:

"Realmente, ele não é um cantor, ele é um adorador de Deus. Um VERDADEIRO LEVITA."

Devido ao meu feitio inclinado a controvérsia, acabei por perguntar:

"Kleber Lucas é judeu?"

Passaram-se algumas semanas, e então o autor da frase me respondeu:

"Não sei. LEVITA são as pessoas que canta e LEVA as pessoas a adorar a Deus. Acho que ele [o Kleber Lucas] é brasileiro, kkkkkkkk."

"Levita" é quem leva...caiu-me as butiás do bolso com essa. Me dei ao trabalho de tentar explicar, de dizer que "levita" era cada um dos membros da tribo de Levi, que fazia parte de Israel, que isso não era lá nome pra ficar se dando pros ministros de louvor - eles tão se comportando como se fossem uma casta sacerdotal, se formos parar pra pensar.

O cidadão me devolveu, me mostrando, talvez sem querer querendo, a origem do problema:

"Eu aprendi assim. Desculpas, foi o meu comentário, mas não retiro ele...ok?"

Foi assim que me ensinaram, e eu não vou mudar. Esperava ouvir isso de uma pessoa de idade, não de um jovem habituado ao Youtube e ao Kleber Lucas.

Me lembrei de uma frase de Rubem Alves:

"Basta falar o nome “Deus” para que as pessoas parem de pensar e se ponham a repetir fórmulas aprendidas. Diante do nome “Deus” a inteligência delas fica intimidada e pára de pensar."

Donde ele conclui:

"Mas eu não posso respeitar um Deus que me proíba o exercício de pensar. Um Deus que não sobrevive ao exercício da inteligência não pode ser Deus. Só pode ser um ídolo de areia.”



Kleber Lucas, um dos "novos levitas"...?

11.4.11

Sobre os desenhos e os moralistas

Me impressiona até onde vai a estupidez de certas pessoas. No caso, a estupidez moral-saudosista, vinda da boca de pretensos adultos, que imputam para si mesmos o dever de defensores dos bons costumes.

O leitor já deve ter ouvido, vez ou outra, sobre os "desenhos de hoje e sua violência", por exemplo. "Que desenhos violentos e demoníacos, esses de hoje!", "Querem incutir valores depravados nas crianças!", "Não podemos deixar nossas crianças assisti-los".

Pensam que podem fugir do mundo. Em vez de criar seus filhos para enfrentá-lo, os ocultam da realidade o máximo que podem. E, obviamente, não conseguem por muito tempo.

Os tais adultos, parecem que se esquecem da má fama que tiveram os desenhos antigos.
Parecem ignorar a imagem de um Pica-Pau completamente insano, de feitio doentio, desafiando policias e quebrando as leis de trânsito.

Parecem fazer vista grossa a inegável violência da perseguição entre gato e rato vista em Tom & Jerry. Uma perseguição onde não ganha o bem ou o mal. Na verdade, não existe "bem e mal" lá; a vitória é do mais esperto.

Parecem fingir que não existe alusões fragantes de racismo nos velhos desenhos da Warner. Que dizer de Pernalonga e Hortelino, com as faces tingidas de preto, cantando "The Camptown Races" (música popular norte-americana, cuja letra faz chacota ao sotaque dos escravos africanos)?

"Ah, os desenhos antigos eram tão bons e inocentes..." me engana que eu gosto...

Não estou, que fique claro, detratando os antigos desenhos, os quais ainda aprecio. Mas quero que fique bem claro: não existe algo "inocente". Tudo é tendencioso, para bem ou para mal.

Que esses "adultos" cresçam um dia.

8.4.11

QWOP - Jogo Impossível

É mais dificil que Touhou :X
Tá, Touhou também é dificil, mas... que seja, é muito dificil

http://www.foddy.net/Athletics.html


[não consegui embedar, então fica o link]

Se trata de conseguir correr, Q e W mechem as coxas, O e P mechem os joelhos. Duvido que alguém consiga correr 50m.

Se alguém se prestar a jogar, printa o resultado e posta nos comentários =D

Paztejamos

7.4.11

Fundamentalismo

por fchagas

O fundamentalismo rejeita as liberdades humanas descobertas com o surgimento do iluminismo ocidental, e compromete-se a combater a secularização humanista e todos os demais aspectos do mundo moderno que considera maléficos à condição espiritual da humanidade.

afirma que os seres humanos devem submeter-se à autoridade do ser divino, cujas verdades divinamente reveladas e mandamentos absolutos foram dados de uma vez para sempre – na Torá para os judeus, na Bíblia para os cristãos, e no Corão para o muçulmanos.

O fundamentalismo, portanto, leva as pessoas a pensar em termos de branco e preto. As coisas são falsas e verdadeiras, boas ou más. Há poucos graus intermediários, quase nenhuma incerteza, e não aceita o debate nem o diálogo entre as religiões.

Não confia na razão humana. Não dialoga: só proclama. Teme a democracia, os direitos humanos e a igualdade dos sexos. Incentiva fortes lideranças masculinas e carismáticas na religião e na sociedade.

O fundamentalismo busca o exercício de controle ao estabelecer sociedades teocraticas que se conformem com verdades divinamente reveladas absolutas.

(grifo meu)

Lloyd Geering. Fundamentalismo – O desafio ao mundo secular, pg. 34,35 .


Fonte: fchagas

O horror ao "crente de banco"

Não quero mais ser um crente de banco : Posicionamento frente ao paratismo cristão.

Por que vede, irmãos, a vossa vocação, que não são muitos os sábios segundo a carne, nem muitos os poderosos, nem muitos os nobres que são Chamados (I Cor.1.26)

1) Não quero mais ser um Crente de Banco, quero sim saber o que Deus tem para minha vida em prol do seu Reino aqui nesta cidade, Estado, Nação e Mundo.

2) Não quero mais ser um Crente de Banco , quero sim participar das atividades da igreja local e celebrar a comunhão dos santos.

3) Não quero mais ser um Crente de Banco quero sim ser discípulo de Jesus e levar a sério a vida cristã.

4) Não quero mais ser um Crente de Banco quero sim celebrar o Senhorio de Cristo na minha vida em todas as áreas. Ele não é somente o meu Salvador mas meu Senhor.

5) Não quero mais ser um Crente de Banco que vem na igreja somente em busca de benção, quero sim antes de mais nada ser um adorador e um abençoador e aí sim Deus vai me abençoar, pois está escrito “ sê tu uma benção”.

6) Não quero mais ser um Crente de Banco e reclamar de tudo que eu não gosto, quero sim ser um instrumento de Deus para ajudar vidas.

7) Não quero mais ser um Crente de Banco que entra e sai que entra e sai sem se preocupar com ninguém, quero sim ser participante na vida do meu irmão, se preocupar com ele e ser um ombro amigo em todos os momentos.

8) Não quero mais ser um Crente de Banco com cadeira cativa enquanto Deus tem tanta coisa para mim fazer em favor da sua obra.

9) Não quero mais ser um Crente de Banco, que não se comunica com ninguém, que não nutri a comunhão e amizade que somente chega no templo e após o culto vai embora

10) Não quero mais ser um Crente de Banco que vem somente no domingo sento no mesmo lugar achando que a vida cristã é somente isso e ainda sai reclamando de tudo.

11) Não quero mais ser um Crente de Banco que sabe os corinhos a vasta hinologia sacra o endereço da igreja mais não falo que Jesus Cristo é o único que pode salvar o homem.

12) Quero sim sentar no Banco e adorar a Deus em Espírito e em Verdade. Quero sim sentar no Banco e ser uma benção, Quero sim sentar no Banco e ser um ajudador.

13) Quero sim sentar no Banco e orar pelas lideranças e por esta obra. Quero sim sentar no banco e ser um contribuidor. Quero sim sentar no banco e usar a minha língua não para fofoca ou murmuração mais para a edificação da minha casa, da minha igreja e dos meus irmãos.

14) Quero sim ser um pacificador e um portador de boas novas. Quero sim sentar no Banco e ser Sal da terra e Luz para o mundo. Quero sim sentar no Banco e amar as pessoas.

15) Quero sim sentar no Banco mas viver uma vida de oração, testemunho, santificação e leitura da Bíblia. Quero sim sentar no Banco e orar pelo meu irmão, chorar com meu irmão e ser cheio do Espírito Santo junto com meu irmão para que Cristo seja honrado e Deus exaltado.

16) Quero sim ser um imitador de Cristo e fazer a vontade de Deus, quero sim reler a história da igreja e aprender com os servos do passado a excelencia da vida cristã. Quero sim andar pela a estrada não muito trilhada da humildade, simplicidade, singeleza de coração e da dependencia obstinada da graça de Deus na minha vida.

17) Quero sim ser amigo dos que não tem amigos, abraçar o pobre, o ferido, abrigar no meu coração os favelados desta vida fútil. Quero sim poetizar e celebrar a vida que é dádiva do Criador.

18) Quero sim dizer que tem coisas que eu não sei mas tem coisas que eu sei e assim juntos vamos exaltando ao Senhor. Não quero ser estrela, não quero notoriedade, não quero fama, não quero orgulho mofado, não quero aplausos humanos, não quero ser melhor que meu irmao, quero sim se Servo de Jesus Cristo e viver a vida cristã em sua integralidade. Quero sim proclamar o Reino de Deus e sua salvação de forma genuína, prática e doutrinal.

Pastor Carlos Augusto Lopes
Teólogo
www.carlosalopes.blogspot.com


Fonte: Folha Cristã

____

Tirem suas próprias conclusões deste posicionamento. Em breve, manifestarei o que penso a respeito.

A idéia de Messias





A noção de Messias vem a ser o desejo de um povo em desespero, de uma sociedade mergulhada na crise, que anseia por alguém, que tome a sua dor, e que, com seu poder inigualável, lute, não apenas por si, mas por todas as pessoas daquele meio.

A figura messiânica se identifica com aqueles que veio salvar, que veio libertar.

Deste modo, Jesus, sendo homem, veio lutar pelos homens. Ele não é o Deus Reformador, que veio abolir uma velha religião e instituir uma nova, assentando-se sob seu comando e proclamando a ruína de todos os que não se conformarem ao novo sistema. Ele é o Deus Libertador, que, sofrendo com o homem, veio lhe dar uma nova compreensão, não abolindo nada, mas refazendo de dentro para fora o homem, para que ele faça a seu semelhante e a sua sociedade o mesmo: o Reino de Deus.

Acerca da Superoperatividade

Há cerca de um mês e meio defini minhas prioridades e o que pretendo para esse ano. Tomei medidas relativamente drásticas tendo em vista esse ideal. Dentre elas, deletei o Facebook, o Orkut e sai da lista de emails da mocidade porque perdia muito tempo envolvido com eles.

Percebi que de uns dias pra cá comecei a dar muito tempo para esse blog. Leio MUITA COISA na internet, procurando incessantemente coisas para postar. O efeito é imediato: em cerca de 3 semanas o número de acessos mais que dobrou, como já disse em outros posts. Porém, esse excessivo envolvimento com esse blog está me fazendo perder muito tempo, tempo esse que eu agreguei ao deixar Orkut/Facebook e que deveria aproveitar estudando, coisa que não está acontecendo plenamente.

Não digo que não estou estudando, mas estou muito pouco em relação ao muito tempo que tenho. Portanto declaro encerrada minha superoperatividade nesse blog. Postar é superprazeroso, admito, mas as minhas prioridades definidas continuam sendo as mesmas e preciso abrir mão de algumas coisas para poder alcançar outras.

Esse blog certamente não vai ficar abandonado. Como sempre, tenho meus pensamentos e coisas para escrever aqui. Só que pretendo assumir aquela mesma frequência de um post a cada dois ou três dias, que sempre tive. Pode ser que o número de acessos diminua, o que é razoável. Mas, apesar de eu me sentir muito bem sabendo que estou sendo acessado e lido, preciso alcançar outras coisas para só depois voltar a blogar com a frequência de agora. Além disso, estou falando por mim, mas existem dois outros blogueiros envolvidos aqui, o Felipe e a Hellena, que tem suas próprias vidas e postam nas suas próprias frequências.

Eu também preciso voltar a ter vida e, para isso, preciso diminuir a frequência.

Enfim. É meio triste dizer tudo isso aqui mas... que seja.

Paztejamos

6.4.11

Angela Bismarchi Vai Implantar Um Terceiro Seio

Fala sério né.



"É o Brasil lançando moda mais uma vez para o mundo" ¬¬
Definitivamente a frase mais infeliz da reportagem.

Paztejamos

Schwarzenegger é "The Governator"

Série idealizada por Stan Lee (OMG!) mostrando o governador da California após seu mandato.



Paztejamos

Mentira: Brasileirinhas Não Fechou Nada

Do Baú Gospel:


Brasileirinhas não fecha, Boato foi jogada de marketing da Empresa

Em entrevista ao Terra Magazine, o Dono da produtora Brasileirinhas desmentiu o noticiado que a empresa teria falido, nem tão pouco que teria se tornado evangélco.
  • Segundo ele, o fechamento da Brasileirinhas foi uma espécie de primeiro de Abril atrasado, pois a notícia inicialmente publicada pela coluna “Gente Boa” do jornal carioca “O Globo” é falsa.
Segundo Clayton Nunes, dono da empresa, não houve nenhum assalto e muito menos ele se tornou evangélico: “De onde todo mundo está tirando esse negócio?”.
  • Alimentando o boato de que esse foi um golpe de marketing da empresa, Clayton avisou que não pretende processar o jornalista que publicou a notícia e nem menos o jornal O Globo, do grupo Globo.
A notícia de que a Brasileirinhas faliu chegou ao topo dos assuntos mais comentados no Twitter. Para Clayton Nunes o motivo da divulgação rápida foi em parte devido a força da mídia evangélica: “O engraçado é que os primeiros sites a repercutir essa notícia eram evangélicos!”, disse.
Até Breve!
___________________________________

Rá em, golpezão de marketing.

Eu posso dizer que "EU JÁ SABIA!"? Desconfiei muito quando postei a primeira vez. Fala sério, empresa de filme pornô não fecha, deve rolar rios de dinheiro por trás desse tipo de produção. Sexo dá dinheiro.

Paztejamos

Vereadores Evangélicos São Mal Avaliados em São Paulo

Achei essa no Galileo (que eu preciso começar a abrir mais, porque tem coisa boa também):

Vereadores Evangélicos estão Entre os Piores do Ano em São Paulo

29 vereadores paulistanos receberam nota abaixo da média de 5,35 da ONG Voto Consciente; qualidade dos projetos de lei é o principal problema. Os evangélicos Marcelo Aguiar, Noemi Nonato, Carlos Apolinário e José Olimpio, aparecem na 33ª, 40ª, 52ª e 53ª posição respectivamente com nota abaixo de 5,01. O também evangélico Carlos Bezerra Junior, aparece como um dos melhores colocados com média de 7,16.

Avaliação feita pelo Movimento Voto Consciente mostra que a atuação de mais da metade dos 55 vereadores paulistanos está abaixo da média. No total, 29 representantes tiveram nota menor do que 5,35, numa escala de 0 a 10. O mais bem avaliado foi o atual presidente da Câmara Municipal, José Police Neto (PSDB), com nota 7,50. Na outra ponta está o ex-vereador e atual deputado federal José Olímpio (PP), com 3,46.

Os voluntários do Voto Consciente fazem a avaliação desde 2004, mas os critérios variaram conforme a legislatura. Desta vez, foram avaliados projetos de lei apresentados pelos vereadores, frequência nas comissões parlamentares, presença no plenário e nas votações e a coerência no trabalho. O período foi de 2009 e 2010 e os vereadores Antônio Carlos Rodrigues (PR) e Dalton Silvano (PSDB) não foram avaliados por serem então presidente e vice da Casa.

No grupo dos 29 mais mal avaliados estão representantes de vários partidos. A maior parte levou nota baixa nos critérios "Avaliação dos Projetos de Lei", que julga quanto os PLs apresentados pelo vereador causam impacto na cidade, e "Coerência", que mede se as ideias e as promessas defendidas pelo representante durante a campanha estão sendo coerentes com sua atuação na Câmara Municipal.

Segundo a diretora do Voto Consciente, Sônia Barboza, a ênfase dessa pesquisa foi a qualidade das propostas apresentadas. "Em 2004, a ênfase era na presença em comissões temáticas, que era bem baixa. Agora praticamente todos têm notas altas nesse quesito. Queremos que o mesmo aconteça com a qualidade dos projetos de lei", disse. De acordo com os rankings, porém, a média nesse critério está baixando, em vez de subir - neste, foi de 3,29, ante 4,43 em 2008.

Sônia diz que, caso um projeto de autoria de um vereador tenha sido barrado na Câmara ou vetado pelo prefeito, ele recebe nota zero. Além disso, para não interferir na avaliação, não foram considerados projetos de lei que mudam nomes de ruas e praças. "Mesmo assim, a qualidade geral é muito ruim. Você acredita que são mais ou menos 700 projetos por ano? Tivemos de ler todos eles, e a maioria é ruim e desnecessária", afirmou.

Críticas

Na Câmara, a recepção ao ranking se dividiu: vereadores mal avaliados questionaram a metodologia, mas quem ficou no topo defendeu o estudo. Esse foi o caso do atual presidente da Câmara, Police Neto (PSDB). "Toda avaliação da sociedade é boa para o parlamento. Os critérios podem ser melhorados? Claro. Mas a avaliação é absolutamente legítima e temos visto que ela está sendo aperfeiçoada ano a ano", disse.

Já o vereador Carlos Apolinário (DEM), o penúltimo da lista, criticou os critérios escolhidos e a subjetividade da avaliação. "Eu não me considero o melhor vereador da Câmara, mas também não sou o pior. A avaliação é subjetiva e acaba cometendo injustiças", reclamou.

Ele citou como exemplo o fato de economizar, em média, R$ 1 milhão por ano na verba de gabinete que poderia utilizar, além de nomear menos assessores que o limite. "Cada vereador gasta esse dinheiro do jeito que é melhor, mas acho que atos como esse também deveriam ser levados em conta na avaliação."

A Folha Renascer procurou o atual deputado Marcelo Aguiar do PSC, mas não houve retorno.

Com informações Estadão / Folha Renascer
________________________________
Dá pra ver que a matéria nem dá enfase aos candidatos serem ou não evangélicos. Mas o Galileo se deu conta dessa informação. Candidato evangélico é bucha: tu não sabe o que pode sair dali. Se meia dúzia de pastores derem o púlpito para o cara falar a probabilidade dele ser eleito é alta, então é complicado saber se o cara é bom.

Mas eu não posso dizer que os caras são todos ruins. O nosso vice-prefeito é evangélico e eu 'simpatizo' com ele (ao contrário do pessoal da Câmara). Não que eu saiba que a prefeitura ande fazendo grandes coisas em Guaíba, mas eu considero-o razoável.

Paztejamos

O Herege

Já tinha visto essa história, mas escrita, não em animação xD
Genial! =D



Paztejamos

Fim da Balela do Obelisco

O Genizah voltou a fazer referência a essa história hoje. Li arrecém. Eis o texto completo no link abaixo.

http://www.genizahvirtual.com/2011/03/batistas-em-defesa-da-sa-doutrina-o.html

A história terminou com os batistas dando fim no Obelisco, dizendo "paganismo não!" :P Mal sabem eles que seus natais, por exemplo, estão envoltos em outros tipos de 'paganismo', como o solstício e a própria árvore de natal ... enfim... bobagens a parte, a história terminou.

Não deixo de copiar e colar o fim do texto, que achei bizarro:
Baseado nos comentários postados por membros de igrejas batistas em centenas de sites e blogs, inclusive no site oficial da Convenção Batista Brasileira, muitos suspeitam que a idéia do obelisco tenha relação com a influência da maçonaria na denominação. 
Os batistas do Brasil, assim como outras denominações históricas, tiveram no início da expansão do Evangelho no país a presença de vários maçons entre seus obreiros e líderes pioneiros. Naquele tempo pouco se questionava esta relação. Hoje está claro que isto mudou. Baseado ainda nos fatos ocorridos em torno do tema e das reações dos membros da denominação, podemos afirmar que o ato colaborou para unir os batistas e estreitar os vínculos entre estes irmãos. 

Er... teorias da conspiração também fazem parte da paranóia em que o Genizah está entrando?

Daqui a pouco vão estar duvidando do 11 de setembro, apontando triângulos em cenas de filmes e vendo Ms em sinais de mão. OMG PARANÓIA PARANÓIA! xDD

Brincadeiras a parte, me preocupo com o pessoal do Genizah porque eles influenciaram e influenciam muita gente, inclusive eu. Quando eu estava em períodos mais confusos, aprendi muito com o blog. Agora temo que eles enveredem pro caminho da "crítica pela crítica".

Não sou como o Danilo andou reclamando, que senta o pau nele, espragueja e amaldiçoa. Me encomodo é que os meus influenciadores estejam caminhando num sentido estranho. Enfim...

Paztejamos

5.4.11

Super Mario a Capella

Absurdamente bom! =D



No fim ele fala sobre a tragédia do Japão e diz que vai botar a música dele no itunes pra quem quiser comprar, sendo que o dinheiro arrecadado vai 100% pra caridade pro Japão.

Se quiser comprar, clique aqui e aqui. [eu não estou ganhando nada, mas estou identificado com a causa, então...]

Paztejamos

Homem Faz Antiga Dieta a Base de Cerveja Para Passar a Quaresma

Achei o máximo, um dia eu ainda faço também! xD Achei no Pavablog:


Dieta religiosa para a Quaresma: só cerveja e água

60027269 Dieta religiosa para a Quaresma: só cerveja e água
Beber cerveja para muitos é uma espécie de religião, mas esse não é o caso de J. Wilson. Editor do jornal Adams County Free Press e blogueiro,  decidiu fazer uma jornada espiritual com um jejum que, segundo ele, permitirá que se aproxime da experiência vivida por monges franciscanos numa tradição de mais de 300 anos.

Ao ler sobre esse hábito dos monges alemães, Wilson, 38 anos, casado e pai de dois filhos, decidiu experimentar como é viver apenas com cerveja e água no período da Quaresma. Durante seis semanas, entre a Quarta-feira de Cinzas e a Páscoa, cerveja é tudo o que irá ingerir no horário das refeições. A água é bebida toda vez que tem sede.

Seguindo a tradição, Wilson entrou em contato com um cervejeiro local e preparou a receita de doppelbock, cerveja de alto valor calórico, chamada pelos monges de “pão líquido”. Conforme explicou, irá consumir cerca de dois litros dessa cerveja por dia. Ela deve suprir suas necessidades calóricas diárias, pois equivale a 1.200 calorias.

Além de manter o Brewvana, um blog sobre cerveja, ele agora documenta sua experiência em um novo blog, Diary of a Part Time Monk [Diário de um monge de meio período], que poderá virar livro em breve.
As seis semanas da empreitada serão acompanhadas por um médico. Wilson se declara um “cristão não-denominacional”, por isso terá também o auxílio do pastor Rummer, seu “conselheiro espiritual”.



“Pode parecer um feito bobo, mas tenho muito curiosidade sobre a experiência dos monges “, disse Wilson. Ele descreve no blog sua experiência com frequentes citações da Bíblia e de outros livros cristãos que está lendo nestes dias, além de fazer menções às experiências espirituais que está vivenciando.

Wilson já passou da metade de sua jornada e parece que os monges sabiam o que estavam fazendo. ”Talvez seja a intervenção divina, mas já recuperei mais de meio quilo até agora. Meu peso agora é 68,3 quilos”, escreveu ele. Embora relate que nos primeiros dias perdeu 10 quilos, acredita que psicologicamente seu estado é excelente. “Meu organismo já consumiu toda a gordura acumulada de hambúrguers e donuts”.

Ele continua trabalhando normalmente, mas admite que sua rotina mudou. ”Passei fome nos primeiros dias, mas depois essa vontade passou… De vez em quando, se tenho um compromisso, preciso mudar os horários de beber cerveja. Se tomo duas cervejas seguidas ou num curto intervalo, fico um pouco tonto. Mas não me senti tonto ou embriagado nas últimas três semanas.”

A experiência termina no dia 24 deste mês e o morador de Iowa já faz planos do que vai comer quando o jejum acabar: “Sinto muita falta de comida mexicana”.

Agência Pavanews, com informações de AOL, Chicago Tribune e La Razon. Vídeo da CBS News.
_____________________________________
Destaque para o nome do blog dele Brewvana xD

Paztejamos

Fóssil Grego Pode Ter Inspirado Mitos

Fóssil “pré-histórico” pode ter inspirado mitos gregos

O osso de um grande animal extinto, venerado pelos antigos gregos, finalmente encontrou um lar permanente na Inglaterra. Conhecido como osso de Nichoria, o fóssil enegrecido é parte do fêmur de um enorme mamífero extinto, que viveu no sul da Grécia há pelo menos um milhão de anos [segundo a cronologia evolucionista]. Encontrado pelos antigos gregos, pode ter inspirado determinadas feras da mitologia grega clássica. Ele foi redescoberto há quarenta anos, mas, desde então, estava desaparecido. “Pensava-se que estivesse perdido até 1998, mas foi encontrado em um porão da Universidade de Minnesota. Ele passou a última década em vários laboratórios do país”, afirma Adrienne Mayor, pesquisadora de História da Ciência e Civilização Clássica na Universidade de Stanford, ao Discovery Notícias.

Curadores do Museu Ashmolean de Oxford, na Inglaterra, comemoraram a chegada do fóssil histórico. “Esse osso venerável merece ser exibido. É um dos dois únicos grandes fósseis de vertebrados que foram deliberadamente recolhidos na antiguidade e desenterrados por arqueólogos na Grécia”, explica Mayor.

Segundo Mayor, grandes fósseis de espécies pré-históricas, como esse osso petrificado, podem ter inspirado muitas feras lendárias da mitologia clássica. O fóssil foi descrito pela primeira vez em seu livro The first fossil hunters (Os primeiros caçadores de fósseis, em tradução livre), publicado no ano 2000. O livro levanta hipóteses sobre as origens de diversos mitos, demonstrando a existência de fósseis pré-históricos nos mesmos locais onde surgiram histórias fantásticas sobre seres gigantes. [...]

“O fóssil reforça a hipótese de que os antigos gregos já haviam descoberto tais espécimes e lhes atribuíam um significado”, disse Hans-Dieter Sues, cientista e curador de paleontologia dos vertebrados no Museu Nacional de História Natural Smithsonian, em Washington, D.C.

(Discovery Notícias)

Nota: As lendas medievais de dragões e outras também podem ter sido inspiradas em fósseis ou mesmo em avistamentos de grandes répteis. Sobre isso, vale a pena ler a edição especial sobre dinossauros da Revista Criacionista (pedidos: scb@scb.org.br), o livro Depois do Dilúvio (também da SCB) e o capítulo “O que aconteceu com os dinossauros”, do meu livro A História da Vida.[MB]
______________________________
Algo me deixou com o pé atrás nessa notícia: como ossos antigos podem inspirar mitos sobre seres gigantescos? Só se esses animais estivessem vivos quando os antigos os avistaram. Para estarem vivos não podem ter um milhão de anos...

Só cogitando possibilidades, não é esse o papel da ciência?

Ah, esqueci de dizer, achei no Criacionismo.com.br.

Paztejamos

Bobagem Exotérica: Armadura do Cristão

Brasileiro é bicho muito supersticioso mesmo. Suas crenças são sobre derrubar sal, passar por gato preto, ou embaixo de escada, pisar na merda e ficar com a orelha vermelha.

Se já não disse antes, quero dizer agora: toda vez que vou procurar algo legal pra postar por aí me deparo com um antro de futilidades que é a coluna de "Diversão" e de "Vida e Estilo" no site do Terra. Nada contra, só não considero relevante. Sempre notícias sobre os famosos, o BBB, sobre maquiagem, sei lá, coisas assim, que não acrescentam nossas vidas.

Hoje achei aquilo que considerei O CÚMULO. Um cidadão conhecido por sua especialidade no Feng Shui e outras exoterices resolveu pegar o texto de Paulo aos Efésios e usá-lo para "espantar mal olhado". Absurdo! Se não acredita, então leia abaixo:

Proteja-se da inveja com a oração Armadura do Cristão


Franco Guizzetti
Infelizmente, uma das maiores queixas das pessoas ainda hoje é a inveja de terceiros que pode atrapalhar a energia, prosperidade, bem-estar e equilíbrio da vida, da casa e do trabalho. A coisa esta tão feia que está derretendo "arruda de plástico".


Pessoa invejosa é como sapo: tem olhos grandes e está sempre no lodo. Ela emite energias negativas que podem fazer muito mal a quem é vítima da inveja. O estrago é muito grande se não forem tomados certos cuidados.

Qualquer tipo de inveja deve ser evitado. Até mesmo a chamada "inveja branca" ou "inveja boa", aquela que você tem quando admira algo na pessoa ou que ela tem, mas não por maldade. Não há problema nenhum em admirar o outro, porém, não é preciso ter inveja ou secar a pessoa.

Lembre-se que a inveja é fruto da incapacidade de ter sucesso na vida. Inveja, dor de cotovelo, intrigas, tramas e fofocas maldosas são queixas que sempre escuto das pessoas no meu trabalho de análise de energia dos ambientes pelo Feng Shui.

As pessoas reclamam que sentem peso no corpo e nos ambientes diariamente. Sempre recomendo a elas que façam limpezas e purificações de ambientes, coloquem instrumentos de proteção energética como um Ba-Gua na porta de entrada e façam todos os dias orações de proteção para a casa, a empresa e a própria pessoa.

Uma das orações que aconselho fazer é a Armadura do Cristão, superpoderosa e forte contra inveja e más energias. Segue abaixo a íntegra da oração. Leia todos os dias, especialmente quando receber pessoas invejosas.
 
Armadura do Cristão
Finalmente irmãos, fortalecei-vos no Senhor, pelo seu soberano poder. Revesti-vos da armadura de Deus, para que possais resistir às ciladas do Demônio.

Pois não é contra homens de carne e sangue que temos de lutar, mas contra os principados e potestades, contra os príncipes deste mundo tenebroso, contra as forças espirituais do mal (espalhadas) nos ares. Tomai, portanto, a armadura de Deus, para que possais resistir nos dias maus e manter-vos inabaláveis no cumprimento do vosso dever.

Ficai alerta, à cintura cingidos com a verdade, o corpo vestido com a couraça da justiça, e os pés calçados de prontidão para anunciar o Evangelho da paz.

Sobretudo, abraçai o escudo da fé, com que possais apagar todos os dardos inflamados do Maligno.

Tomai, enfim, o capacete da salvação e a espada do Espírito, isto é, a palavra de Deus.

Intensificai as vossas invocações e súplicas. Orai em toda circunstância, pelo Espírito, no qual perseverai em intensa vigília de súplica por todos os cristãos.

E orai também por mim, para que me seja dado anunciar corajosamente o mistério do Evangelho, do qual eu sou embaixador, prisioneiro. E que eu saiba apregoá-lo publicamente, e com desassombro, como é meu dever! (Ef 6, 10-20)
____________________________________
Olha, absurdo, sem comentários, simplesmente bizarro.

Paztejamos