Pesquisa neste blog =D

5.4.11

Fóssil Grego Pode Ter Inspirado Mitos

Fóssil “pré-histórico” pode ter inspirado mitos gregos

O osso de um grande animal extinto, venerado pelos antigos gregos, finalmente encontrou um lar permanente na Inglaterra. Conhecido como osso de Nichoria, o fóssil enegrecido é parte do fêmur de um enorme mamífero extinto, que viveu no sul da Grécia há pelo menos um milhão de anos [segundo a cronologia evolucionista]. Encontrado pelos antigos gregos, pode ter inspirado determinadas feras da mitologia grega clássica. Ele foi redescoberto há quarenta anos, mas, desde então, estava desaparecido. “Pensava-se que estivesse perdido até 1998, mas foi encontrado em um porão da Universidade de Minnesota. Ele passou a última década em vários laboratórios do país”, afirma Adrienne Mayor, pesquisadora de História da Ciência e Civilização Clássica na Universidade de Stanford, ao Discovery Notícias.

Curadores do Museu Ashmolean de Oxford, na Inglaterra, comemoraram a chegada do fóssil histórico. “Esse osso venerável merece ser exibido. É um dos dois únicos grandes fósseis de vertebrados que foram deliberadamente recolhidos na antiguidade e desenterrados por arqueólogos na Grécia”, explica Mayor.

Segundo Mayor, grandes fósseis de espécies pré-históricas, como esse osso petrificado, podem ter inspirado muitas feras lendárias da mitologia clássica. O fóssil foi descrito pela primeira vez em seu livro The first fossil hunters (Os primeiros caçadores de fósseis, em tradução livre), publicado no ano 2000. O livro levanta hipóteses sobre as origens de diversos mitos, demonstrando a existência de fósseis pré-históricos nos mesmos locais onde surgiram histórias fantásticas sobre seres gigantes. [...]

“O fóssil reforça a hipótese de que os antigos gregos já haviam descoberto tais espécimes e lhes atribuíam um significado”, disse Hans-Dieter Sues, cientista e curador de paleontologia dos vertebrados no Museu Nacional de História Natural Smithsonian, em Washington, D.C.

(Discovery Notícias)

Nota: As lendas medievais de dragões e outras também podem ter sido inspiradas em fósseis ou mesmo em avistamentos de grandes répteis. Sobre isso, vale a pena ler a edição especial sobre dinossauros da Revista Criacionista (pedidos: scb@scb.org.br), o livro Depois do Dilúvio (também da SCB) e o capítulo “O que aconteceu com os dinossauros”, do meu livro A História da Vida.[MB]
______________________________
Algo me deixou com o pé atrás nessa notícia: como ossos antigos podem inspirar mitos sobre seres gigantescos? Só se esses animais estivessem vivos quando os antigos os avistaram. Para estarem vivos não podem ter um milhão de anos...

Só cogitando possibilidades, não é esse o papel da ciência?

Ah, esqueci de dizer, achei no Criacionismo.com.br.

Paztejamos

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Dá um apoio moral pro blogueiro aqui.
Comenta aí ó: