Pesquisa neste blog =D

26.5.11

Reflexão sobre a arte

A arte por si só não reprenta algo maligno ou benigno: a arte é a expressão do ser humano, gerada atravéz de sua contemplação do mundo. O modo como seus sentidos recebem, suas emoções moldam, para finalmente exteriorizar tal percepção aos outros, são fatores, evidentemente, de cunho particular, individual.

Quando eu observo as árvores, um por-do-sol, ou mesmo as pessoas indo e vindo numa calçada urbana, pensarei e sentirei coisas diferentes de outra pessoa. Talvez eu tenha algum trauma, devido a uma memória de infância, que me leve a desprezar o calor que exala uma calçada, coberta duma multidão de pessoas indo e vindo a trabalho. De mesmo modo, por causa de uma boa lembrança, talvez eu admire a brisa de fim da tarde no mesmo cenário, ou a chuva de inverno, a tudo molhar e a gelar. E, de outro modo, estas coisas afetarão as percepções de outras pessoas de maneira completamente diferente.

Então, as percepções se exteriorizam, por diferentes vias: quer a escrita - em prosa ou em verso - quer pela fotografia, quer pelo desenho, quer pela música. Dependerá das inclinações da pessoa. Há aqueles que conseguirão usar mais de uma das onze ou doze formas de arte.

Como se vê, a arte não parece nascer de um mundo fantástico, que existe em algum lugar inóspito dos pensamentos de uma pessoa. Ao contrário, surge do contato com o mundo real. A ficção é um reflexo particular da realidade.

Há quem diga que, sendo o homem intrisecamente mau, a arte por si só se tornará má, devendo assim, ser purificada. Assim, se usará de um valor ou de uma causa para se fazer a arte. Toda a arte que não falar daquele valor ou causa em particular deverá ser excluída, como algo expúrio e maligno.

Entretanto, esse pensamento não se sustenta após uma maior visão das coisas: ele limita a expressão individual a um conjunto de regras, de modo a sempre se prender naquele assunto. Os resultados, muitas vezes, acabam por ser catastróficos, para não dizer cômicos e irrisórios.

Assim, penso eu que a arte, qualquer que seja a forma em que ela se manifeste, deve ser livre. Deve-se dar liberdade ao artista, para se expressar. Pois a arte nada mais é do que a auto-expressão de uma pessoa.
Uma arte livre é uma expressão livre.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Dá um apoio moral pro blogueiro aqui.
Comenta aí ó: