Pesquisa neste blog =D

9.8.11

Entrada Proibida: o que já foi e o que era pra ser

Esse blog começou como um depositário de idéias. Na falta de outros projetos, acabou crescendo na minha cabeça. Logo despontou como uma das únicas coisas que eu fiz - e faço até hoje - com constância, visto que está no terceiro ano consecutivo sem interrupções. Desenvolveu tanto - e eu tenho tanto prazer por ele - que outros amigos também fazer parte dele. Posso passar horas escrevendo assuntos que me vêm a mente, e postando reportagens legais, coisas legais enfim.

Com o tempo, resolvi que poderia ganhar algum dinheiro nele, comecei a postar reportagens e curiosidades da internet e coloquei propagandas: queria poder viver a vida para postar nesse blog. Não deu, a realidade me dizia constantemente que esse era um projeto falido e eu tinha que arrumar alguma coisa mais palpável de onde tirar sustento. A faculdade não era divertida nem interessante o suficiente... fui fazer concurso.

Durante os estudos pro concurso acabei por criar outro blog que, como eu disse em outro post, me ajudaria a estudar. Como deu certo e foi útil para mim e para outras pessoas, adotei-o como projeto permanente, mesmo que passe no concurso. O Entrada Proibida voltou, assim, a se tornar meu depositário de idéias.

Prefiro assim. Hoje, no meu retorno ao blog, fiz uma crítica de um filme que vi, um comentário sobre o mal samaritanismo de pessoas criticadoras da boa vontade dos outros e um parapost sobre esse blog. Meus projetos outros - como o outro blog, faculdade, ser concursado, casar, música - são específicos demais e não podem receber comentários deles mesmos e de outros assuntos quaisqueres. Esse pode. Esse pode falar sobre ele mesmo e todos os outros projetos. Esse pode inclusive falar sobre qualquer coisa que me venha a cabeça. Esse é o meu espaço livre onde escrevo o que bem entender.

Esse blog só é grande pra mim e pros meus companheiros. Temos noção disso. Sabemos que o Entrada Proibida não é nada mais do que um pontinho no grande limbo da internet. Mas não importa. Pra mim - e pra nós, creio - é um grande pequeno espaço livre, onde tudo pode ser dito da forma como bem entendermos.

Sigam-me os bons :P
Paztejamos

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Dá um apoio moral pro blogueiro aqui.
Comenta aí ó: